Esportivas, observadas e comentadas

Palmeiras, primeiro, perde
para o Náutico, quase o último

Muricy “pegou” o Palmeiras como líder, trabalho do interino Jorginho. Daí em diante foi ganhando e empatando, “milagrosamente”, nenhuma vitória indiscutível. Ontem, goleado pelo time de Pernambuco, que luta contra o rebaixamento.

Mudança no G-4

O Atlético perdeu mais uma, o Goiás quase ia perdendo outra, empatou no final. O Avaí (simpático e surpreendente) pela segunda vez seguida vencia por 2 a 0, deixa empatar. Nenhum perigo de rebaixamento, nenhuma chance do G-4.

O Flamengo sem Adriano?

É mais um jogador convocado desnecessariamente, que se machuca. E a CBF que gasta fortunas e não indeniza os clubes? O artilheiro do Brasileirão pode desfalcar o time num final importantíssimo.

Flunimed: melhorou, só está
180 por cento rebaixado

Finalmente venceu (venceu?) o quase rebaixado Santo André. Assim mesmo, penando e sofrendo do princípio ao fim. Se não mudar o time, o sofrimento continuará na Série B.

Uma vez Flamengo, nada
a ver com Márcio Braga

Está pertinho do g-4, pode ir para a Libertadores. O presidente fracassado reassumiu, trocou o Senado pela Câmara, tenta isso há 40 anos. Vai depender de Clovis Sahione ou Patrícia Amorim, Os outros, apenas os outros.

“Não chores por mim, Argentina”

O final foi emocionante, pelo jogo, e pelo temporal, que não deixava ver coisa alguma. Satisfação pelo segundo gol e pela comemoração de Maradona. Amanhã, contra o Uruguai, dificilmente a seleção ficará longe da África do Sul. Maradona vai completar 50 anos dias antes da Copa de 2010, merece estar lá.

Ronaldo Fenômeno na seleção

Não está muito longe da convocação. Em 9 meses, basta que perca muitos quilos, fique mais perto de um tipo atlético. E Julio Batista, Luiz Fabiano, Adriano e Wagner Love se contundirem. Nada surpreendente, o corpo do fenômeno balança.

O Botafogo positivamente instável

Na 18ª  rodada, quando escrevi que Sport e Fluminense estavam rebaixados, citei o Botafogo, ressalvando seu espírito de luta. Perde, ganha e empata no final, o que prova que luta. O que aconteceu ontem. Pode permanecer na Série A, nenhuma injustiça. Mas ainda luta com Santo André e Náutico. Os dois clubes do Paraná dão impressão de que continuarão na Série A.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *