“Esta camisa da Mame e a do prximo jogo do Papai”

Jorge Bja

A declarao que serve de ttulo a este pequeno comentrio no foi de um menino ou menina ainda criana. A declarao saiu dos lbios do mais famoso astro do futebol da atualidade, Neymar. Quem ouviu, se comoveu. Para os que no viram, nem ouviram, conto aqui com foi. Terminada a partida de ontem, o reprter Fernando Fernandes da TV Bandeirantes entrevistou Neymar, ainda vestido com a camisa da seleo brasileira. Na tela, s os dois, o craque e o jornalista.No final, a ltima pergunta a Neymar: “E esta camisa, de quem ?”. A resposta de Neymarfoi imediata,dita com orgulho, naturalidade e extremado carinho: “Esta camisa da mame e a do prximo jogo do papai”.

AINDA RESTA ESPERANA

Senhores, nem tudo est perdido. No vivemos mais o tempo em que os filhos tratavam os pais de “Papai“, “Mame“.Ontem mesmo, na parte da manh,sofri ao ver e ouviruma filha de 17 anos, referindo-se a seu pai, dizer assim dedicada me: “Olha aqui, vai at tua casa porque teu marido t bbado e vomitando“. E os sofrimentos se acumulam,um dia sim, o outro tambm.So filhos que matam os pais e pais que matam os filhos.Mas eu no acreditava mais ouvir o que Neymar disse e, por isso chorei. Chorei, porque era assim quetratava minha querida me e meu querido pai;porque assim que ainda os trato,eis quenempassar de tantosanos, nem a saudade, nem afalta deles,me fazem deixar de cham-los e invoc-los assim;porquepartiu de um jovem, famoso e rico, que tem nos pais a expresso maior do amor; porque foi dito com naturalidade; porquefoidito, para o Brasil e para o Mundo,justamenteno municpio da capital paulistana, cuja secretaria de educao aboliuo “Dia das Mes, o “Dia dos Pais”, como se as datas nada valessem, nada representassem; porque veio ao encontro doveementeartigo que o nosso nobilssimo Francisco Bendl aqui escreveu para todos ns, dias atrs, em repdio decisoda prefeitura paulistana.

Se assistimos ontem, 12 de Junho, uma seleo brasileira muito longe do que foramas seleesque venceram cinco Copas do Mundo…se ouvimos xingamentos contra a pessoa deum Presidente da Repblica que, por mais rejeitado e antiptico que seja, no poderia ser alvo de palavres… se testemunhamos um rbitro descontrolado e, qui, comprometido com o que seja, com o que for de sujo e imundo… ouvimos tambmNeymar dizer: “ESTA CAMISA DA MAME E A DO PRXIMO JOGO DO PAPAI”.

13 thoughts on ““Esta camisa da Mame e a do prximo jogo do Papai”

  1. Caro Dr. Bja, seu artigo, nos faz acender Luz da Esperana, que ainda existe “Famlia”.
    Ns somos de uma gerao, que Famlia/Lar, era “celular Mater” de um “corpo” chamado NAO”, que nos ltimos tempos, est na UTI, por no ter cuidado da SADE, se intoxicando com a Sr Matria, que se apossou do corpo, por lhe ter dado guarida, e o resultado est bem descrito na anlise de vosso artigo.
    Que o exemplo do jovem jogador, penetre nos coraes e mentes da juventude, no s de nosso Pas, como em todos os Pases, pois, somos todos irmos em DEUS, por nos ter criado, e oxal sejamos os filhos prdigos retornar a Casa Paterna.
    Rogo Deus por todos ns, ainda desgarrados do AMOR CSMICO, que une os MUNDOS.

    • Mrcio, voc foi um grande filho. O filho de Marlene. Quando sua mame nos deixou, logo no domingo seguinte, na partida que voc comandou, houve um minuto de silncio.Estava em casa e assisti pela televiso. Fiquei de p. Em silncio.Voc o melhor rbitro de futebol do Brasil. Deveria estar atuando nesta Copa do Mundo. talentoso, nada exibicionista, conhece as regras do jogo como ningum.Tudo em voc respeito. Por isso respeitado. Quando foi preciso, expulsou de campo tcnico Abel, do meu fluso. Pela leitura labial que a Tv mostrou, deu para traduzir o que ele disse para voc. Voc sempre chamou Marlene de Mame. Seu filho chama voc de Papai e sua esposa, de Mame.Que seja sempre e sempre assim.
      Jorge Bja

  2. Brasil x Crocia, o rbitro ajudou o Brasil. Hoje, Mxico x Camares, rbitro prejudicou Mxico. Resultado: Brasil lder do grupo no saldo de gols e estamos conversados. Mas vamos continuar analisando.

  3. Prezado Jorge Bja, muito bonito e pertinente seu artigo. hoje as criana tratam os pais como iguais, chamando-os de voc.
    Sou do tempo em que havia respeito aos mais velhos, ns os
    tratvamos com senhor e senhora. Aos parentes: avs pais e tias,
    pedia-se a beno e beija-se a mo como sinal de respeito, Usvamos a a a a expresso: bena pai, bena me. Havia respeito no s aos pais,
    mas tambm aos mais velhos.

  4. Caro Dr. Bja,
    Oportuno e pontual artigo sobre um tema que muito escrevemos a respeito.
    Na razo direta que o senhor se emocionou com a resposta do jogador de futebol Neymar, que disse que daria as duas primeiras camisetas para seus pais, reverencio a sua sensibilidade e emoo sobre tais declaraes, que so demonstraes inequvocas que os nossos valores e princpios ainda permanecem e, que a nossa luta, no sentido preserv-los procedente e legtima!
    No entanto, as lgrimas que verteram da sua face, Dr. Bja, pela alegria desta manuteno sagrada de datas comemorativas que fazem parte da nossa cutura, revelam que jamais sero de tristeza porque os jovens cultuam seus pais, e eles daro continuidade a esta obrigao to sublime e reconhecida pelos que nos deram a vida.
    Por outro lado, este blog indiscutivelmente incomparvel, demonstra inequivocamente que, os verdadeiros homens, os corajosos, valentes e destemidos, choram!
    Um forte e caloroso abrao deste seu admirador.

    • A declarao de carinho de Neymar me surpreendeu e comoveu. Quando ouvi dele o jeito amoroso de se referir aos pais, chorei de emoo e esperana. E me veio logo mente o artigo de Francisco Bendl, reprovatrio da deciso da prefeitura de So Paulo, que acabou com a comemorao do “Dia dos Paes” e do “Dia das Mes”. Ento, me levantei e fui escrever.
      Grato por ter lido e comentado.
      Jorge Bja

  5. Matou a pau, Bja. importantssimo que se pince esse tipo de atitude, por mais desimportante que ela possa parecer a primeira vista. Afinal, so to raras hoje que se perdem em meio a tantas manifestaes e declaraes estapafrdias.

    Hoje parece que tudo conspira contra a famlia. Os crescimentos do evangelismo miditico e da doutrinao marxista nas escolas, cada vez mais a remetem a planos secundrios. pastor a ensinar mulher a roubar (a expresso essa) dinheiro de marido para pagar dzimo, criana “aprendendo sexo” com quem no deve, e por a afora. O respeito foi-se.

    Como pai de quatro filhos e av de quatro netos (a, permita-me a redundncia: eu sei que pai s pode ser de filho e av de neto, mas pai de quatro e av de quatro, no pega bem), digo que o reflexo de uma famlia bem estruturada est no sucesso pessoal e profissional de todos eles.

    Que ns todos tenhamos sade para lutar contra as pragas que devastam a sociedade e que tenhamos tempo de vida para ver e saborear a nossa vitria.

    • Ricardo Froes, voc incrvel!. Se matei a pau, Froes mostrou a cobra. Disse verdades. Num comentrio rpido e preciso, escreveu o que faltou constar do pequeno artigo. Todos agradecemos. Verdade, respeito, pudor, decncia, honestidade…ou caminham juntas, ou juntas miseravelmente perecem. Como gosto de ler seus escritos!
      Jorge Bja

  6. Neymar timo exemplo s crianas! Receba meus cumprimentos, Dr Bja, por esse artigo que vem somar ao levantado pelo colega Bendl acerca da inteno petista de quebrar a espinha da estrutura familiar neste pas. Sds

    • Grato Rodrigo Carvalho, por ter lido e comentado. No podemos, no queremos deixar que o nosso Brasil e seu povo continuem na progressiva perda dos saudveis legados quer herdamos de nossos antepassados.
      Jorge Bja

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.