“Eu conduziria muito melhor o inquérito”, diz Bolsonaro sobre o caso Marielle

Sem provas, Bolsonaro continua acusando Wilson Witzel

Gustavo Maia
O Globo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste sábado, dia 14, em entrevista a jornalistas, que conduziria “muito melhor” o inquérito do assassinato da vereadora do PSOL Marielle Franco e do seu motorista Anderson Gomes, em março do ano passado.

Bolsonaro também acusou o governo de Wilson Witzel de tentar incriminá-lo no caso. As declarações foram dadas neste sábado, na saída do Palácio da Alvorada, em Brasília.

“CONDUZIRIA MELHOR” – “Vocês têm dúvida que o governo do Rio está atrás de mim? Vocês têm dúvida disso? Olha o caso do porteiro. Com todo respeito, acho que vocês não são delegado de polícia, nem eu, (mas) eu conduzia muito melhor o inquérito. Me acusar numa quarta-feira de eu ter recebido um telefonema de um suspeito de ter matado Marielle, eu estando em Brasília, pelo amor de Deus”, afirmou Bolsonaro.

O presidente se referiu ao depoimento de um porteiro do seu condomínio, que havia relatado à Polícia Civil do Rio que Élcio Queiroz, preso sob suspeita de ter executado o crime, esteve no condomínio de Bolsonaro no dia do assassinato e teria informado que iria à casa do presidente.

ERRO –  Posteriormente, porém, o Ministério Público do Rio constatou que Élcio esteve lá para ir à residência de Ronnie Lessa, o outro suspeito de executar o assassinato.

Ouvido pela Polícia Federal, o porteiro voltou atrás e disse que cometeu um erro ao registrar o número da casa de Bolsonaro na visita de Élcio.

INDULTO – Também neste sábado,  Bolsonaro afirmou que pretende incluir policiais condenados como beneficiários do indulto natalino a ser publicado no fim do ano por seu governo. Publicado todo ano, o indulto dá o perdão da pena a pessoas condenadas que se enquadrarem nos critérios estabelecidos.

Uma minuta de proposta de indulto feita pelo Ministério da Justiça deixou os policiais de fora, mas Bolsonaro declarou que irá incluí-los. A publicação do indulto é de responsabilidade do presidente da República.

13 thoughts on ““Eu conduziria muito melhor o inquérito”, diz Bolsonaro sobre o caso Marielle

  1. CORREIO BRAZILIENSE – 13/11/2019

    Pelos registros de transparência da Câmara dos Deputados, Bolsonaro teria comprado dois bilhetes de passagem aérea no trecho Brasília-Rio de Janeiro na mesma data do assassinato de Marielle Franco : 14 de março de 2018

    https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2019/11/13/interna_politica,806123/gabinete-de-bolsonaro-comprou-passagem-no-dia-da-morte-de-marielle.shtml

  2. Boa tarde , leitores(as):

    Senhores Gustavo Maia ( O Globo ) , Carlos Newton e Marcelo Copelli , em suma o Presidente Jair Messias Bolsonaro assumiu publicamente que ” ELE ou UM DE SEUS FILHOS ” estão envolvidos até o pescoço nesses assassinatos/crimes , pois se assim não fosse eles não estariam acusando gratuitamente e sem provas o atual Governador do RJ Wilson Witzel , que aliás é muito mais qualificado e superior ao Presidente Jair Messias Bolsonaro .
    Forçaram tanto á barra e fizeram tanta burrada para ” FEDERIZALEM ” esses crimes , que terminou o feitiço virando contra o feiticeiro , e agora deixou mais vez o ex-juiz e atual Ministro da Justiça Sergio Moro , com ” CARA DE TACHO ” e em maus lençóis e possivelmente arrependido em aprovar tal ” FEDERALIZAÇÃO ” , que cujo objetivo é unicamente e exclusivamente ” Desqualificar , desmoralizar e desonrar ” os profissionais do ” Estado do RJ ” envolvidos nessa investigação , isso é comprovadamente líquido e certo .
    LAMENTÁVEL e TRISTE tal postura e comportamento suspeito/criminoso do Presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro .
    Lembrete :
    Votei nele .

  3. Boa tarde , leitores(as):

    Senhores Gustavo Maia ( O Globo ) , Carlos Newton e Marcelo Copelli , em suma o Presidente Jair Messias Bolsonaro assumiu publicamente que ” ELE ou UM DE SEUS FILHOS e COMPARSAS ” estão envolvidos até o nesses assassinatos/crimes se assim não fosse não estariam acusando gratuitamente e sem provas o atual Governador do RJ Wilson Witzel , que aliás é muito mais qualificado e superior ” intelectualmente ao Presidente Jair Messias Bolsonaro.
    Forçaram tanto á barra e fizeram tanta besteira para FEDERIZAREM esses crimes ,que terminou o feitiço contra o feiticeiro , e agora deixou mais vez o ex-juiz e atual Ministro da Justiça Sergio Moro , com ” CARA DE TACHO ” e em maus lençóis e possivelmente arrependido em aprovar tal ” FEDERALIZAÇÃO ” , cujo objetivo foi/ é única e exclusivamente desqualificar , desmoralizar e desonrar os profissionais Estado do RJ ” envolvidos nessa investigação , isso é comprovadamente líquido e certo .
    LAMENTÁVEL e TRISTE tal postura e comportamento suspeito/criminoso do Presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro .
    Lembrete :
    Votei nele .

  4. ““Eu conduziria muito melhor o inquérito”, diz Bolsonaro sobre o caso Marielle”
    -Todos sabemos que o Presidente sempre fala besteira! Nenhum novidade, portanto.
    -Mas vamos ao que interessa ao país:

    “Governo Dilma já causou prejuízo de R$ 1,6 trilhão ao país. A maior recessão já registrada na economia. A maior dívida pública de todos os tempos. A maior quantia já paga em juros. Eis os feitos de Dilma”

    https://exame.abril.com.br/revista-exame/governo-dilma-ja-causou-prejuizo-de-r-1-6-trilhao-ao-pais/

    -No primeiro ano de governo, quanto é que foi o prejuízo causado ao Brasil pelo atual governo?
    -O país está melhor ou pior do que no tempo do governo petista?
    O resto é trocado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *