Exrcito alega falta de recursos e diminui expediente de militares

Oramento deste ano pouco mais da metade do de 2015

Ricardo Della Coletta
Folha

Citando falta de recursos, o comandante do Exrcito, general Edson Pujol, autorizou que o expediente na Fora s segundas-feiras do ms de setembro seja cortado para contribuir com a economia de despesas. Em um e-mail enviado nesta quarta-feira, dia 28, ao Alto Comando do Exrcito, Pujol diz que os comandantes, chefes e diretores da Fora podero “suprimir” a seu critrio o dia de trabalho em suas respectivas reas nos dias 2, 9, 16, 23 e 30 de setembro. “O contingenciamento ora imposto impacta, de forma significativa, a capacidade de custeio do Exrcito, exigindo medidas severas para que seja possvel honrar os contratos com concessionrios e outras despesas inerentes vida vegetativa da Fora”, diz o chefe militar.

No mesmo comunicado, ao qual a Folha teve acesso, Pujol alega que o quadro oramentrio do Comando do Exrcito neste ano sofreu um contingenciamento de 28% do previsto no Oramento para as despesas discricionrias, incluindo os programas estratgicos. Ele argumenta ainda que o oramento do Exrcito autorizado para 2019 pouco mais da metade (54%) da dotao recebida em 2015. “Em sintonia com a iniciativa do governo federal de equilibrar as contas pblicas, a Fora vem despendendo os esforos possveis de racionalizao, como cortes e ajustes em contratos, alongamento dos programas estratgicos, readequao da manuteno de material de emprego militar, reduo de estoques estratgicos e reduo dos gastos com concessionrios de servios pblicos e contratos administrativos”, segue o comandante do Exrcito.

CONTENO – A ordem que permite o corte no expediente foi disparada por Pujol s vsperas do envio, pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao Congresso Nacional, da proposta oramentria para o ano que vem. O primeiro projeto de Oramento de Bolsonaro deve ser encaminhada ao Congresso nesta sexta-feira, dia 30. No a primeira medida administrativa de conteno de gastos adotada pelo Exrcito. No ofcio, por exemplo, Pujol determina que seja mantido o meio expediente nas sextas-feiras. Ele encerra o comunicado dizendo que sero transmitidas outras orientaes em caso de evoluo da situao oramentria.

O prprio presidente Jair Bolsonaro tem abordado em suas entrevistas a situao financeira das Foras Armadas e falta de recursos. Em meados deste ms, ao comentar a situao “grave” das contas pblicas, Bolsonaro disse que os ministros na Esplanada estavam “apavorados” e que o Exrcito “vai ter que entrar em meio expediente”. “No tem comida para dar para o recruta”, disse o presidente. O ministrio da Defesa foi um dos mais afetados pelo contingenciamento do governo. A pasta sofreu um corte de mais de 40% das despesas no obrigatrias.

13 thoughts on “Exrcito alega falta de recursos e diminui expediente de militares

  1. Off topic:

    No faa isso presidente! Lembre-se! Sergio Moro LavaJatista! seu concorrente para 2022! Ele o criador desse projeto anti-crime que tem o objetivo de prender todos os polticos! Se fizer isso, o acordo com Tofolli e Alcolumbre vai pro espao! Bolsonaro esta pessimamente orientado!

    Vou atender o Centro do Bolsonaro
    O Antagonista

    Jair Bolsonaro disse neste sbado que atender o Ministrio da Justia, a CGU e a AGU em relao ao que vetar no projeto de lei do abuso de autoridade.

    Vou atender o Centro do Bolsonaro, afirmou na sada do Palcio da Alvorada.

  2. Uai, no entendi. Ento como que chegamos a cogitar de fazer guerra com a Frana se no temos dinheiro nem para as necessidades bsicas? (comida, gua, luz).
    Ento temos que esquecer a hiptese de decretar Estado de Defesa, como foi sugerido por um general.
    Nesse caso, no sei nem qual seria a soluo em caso de agresso at pela Guiana Francesa!
    Mas para a preservao do ambiente, de forma eficiente, tenho uma frmula genial de autoria do nosso dignssimo presidente:
    os pobres devem comer menos, ter menos filhos e fazer coc s de dois em dois dias! E permanecerem contentes!

  3. Boa tarde , leitores (as):

    Senhor Ricardo Della Coletta ( Folha ) e Carlos Newton , acontece que os recursos que deveriam ir atender s necessidades do Brasil e seu povo , esto indo para os banqueiros em cerca 60% 70%,do oramento geral da unio , sem que ningum abra o bico , asfixiando ainda mais a economia do pas , tendendo piorar mais ainda devido a omisso e conivncia do Presidente Jair Bolsonaro que se esconde numa falsa desculpa de no ser economista .

  4. esse pessoal que ir defender a Amaznia?!?!

    esse pessoal a vestidos de Chewbacca, e que gritam SELVA!!!!, que iro proteger a Amaznia e consequentemente nos proteger?!?!

  5. A inverso de valores que o Estado brasileiro implantou nas ltimas dcadas, o resultado este, penria.

    Na razo inversamente proporcional carncia de nossas FFAA, temos a abundncia de recursos que os poderes Judicirio e legislativo se concedem, e cada vez mais querem aumentos em seus proventos, regalias, mordomias, indenizaes, auxlios …

    Evidente que, ao disparo do primeiro tiro, esse pessoal se manda do pas ou se diz originrio da nao invasora, enquanto o povo se somar aos soldados para defender o Brasil, utilizando fundas, faces, revlveres, capoeira …

    Indiscutivelmente a situao das FFAA vexatria.
    Diferente, no entanto, do conceito que nossos poderes constitudos recebem da populao:
    CORRUTOS!

    Logo, se estamos merc de invases estrangeiras para internacionalizar a Amaznia, e no temos dinheiro para dar de comer aos soldados, incluindo fardas, armas de defesa pessoal, cantis, cintos de guarnies, coturnos, capacetes … fcil:
    Basta destinar a metade dos gastos que essas duas castas ocasionam, que teramos verbas suficientes para dotar nossas defesas do que precisam!

    Agora, a minha curiosidade e dvida intensas, dizem respeito ao medo, covardia de nossas FFAA, de no enfrentarem esses inimigos que temos dentro do prprio pas, alm de no estarem armados!!!

    Que receio este?
    Que temor to perturbador paralisa nossos exrcitos – ocasionando nas tropas brasileiras a omisso at mesmo de suas obrigaes constitucionais -, de modo que nada feito para combater a corrupo, os gastos irresponsveis do dinheiro pblico, os roubos sistemticos, e condutas traidoras que so assistidas passivamente?

    Algum saberia explicar?

    • Olha, seu Bendl, explicar essas coisas eu no sei, mas sei que tenho um medo desgraado de que os militares tomem o pas e ele seja entregue a um gnio poltico como o Jair.
      Imagine um pobre coitado que no tem futuro, no v horizonte para melhoras, que olha seus filhos e antev neles a sua mesma sina. Pense, seu Bendl, imagine o quanto deve ser duro para esse operrio se prostar diante da TV e assistir o discurso do mando do dia:
      “povo mal educado, coma menos, repoduza-se menos, e reduza as vezes que vocs fazem coc diariamente…”
      Se o senhor, seu Bendl, rever a famosa resposta do presidente Bolsonaro sobre a uma pergunta sobre a preservao do meio ambiente vai encontrar nela a mesma essncia.
      um saco, doutor. um sofrimento. o pau, a pedra, o fim do caminho
      um resto de toco, um pouco sozinho… (Que saudades do Tom).

      • Prezado Jaburu (por favor, para de me chamar de senhor),

        Reitero que teus comentrios merecem a minha ateno:
        Escreves muito bem;
        culto;
        inteligente;
        argumentas com propriedade;
        Tens posies polticas definidas.

        Ento, dialogar contigo uma honra, e me sinto alegre pela tua deferncia para comigo.

        Dito isso, tentarei responder as tuas indagaes e dvidas postadas.

        Em princpio, analisas uma SUPOSTA situao, enquanto comento a realidade atual brasileira;
        Se o pas for mais uma vez absorvido pelos militares – outra suposio -, certamente Bolsonaro no ser mais o presidente, sendo substitudo pelos comandantes das FFAA;
        As declaraes de Bolsonaro esto sendo superdimensionadas. de conhecimento de todos que ele no prima por frases bem feitas ou de efeito, pelo contrrio.
        Volta e meia Bolsonaro se mostra truculento, sem dominar o idioma, e fala antes de pensar. Nada diferente dos presidentes que lhe antecederam neste particular, de palavras ofensivas e agressivas contra o povo:
        Lula, quando abordou detalhes da genitlia de duas companheiras, e que Pelotas, RS era um polo exportador de “viados”;
        Ciro, berrando a pleno pulmo que o gacho era racista;
        Figueiredo confessando que preferia o cheiro dos cavalos ao do povo … e por a vai.

        Quanto dificuldade de o povo assistir Bolsonaro pronunciar disparates, vendo e ouvindo o presidente tecer suas ideias a respeito do meio ambiente, sendo que o cidado deveria comer menos, logo, evacuar menos, o chefe do Executivo foi infeliz, admito e concordo plenamente.

        Todavia, Jaburu, se as palavras ferem a dignidade do cidado pobre e miservel, que no tem o que comer, onde residir … nada, os responsveis diretos pela fome e desesperana desse povo, que foi alvo de declaraes estpidas do presidente da Repblica, eu os mencionei, alm de denomin-los de castas:
        Legislativo e Judicirio.

        As palavras mal colocadas de Bolsonaro machucaram, claro, mas as atuaes dessas duas castas nos empobrecem, nos tomam dinheiro, nos empobrecem, nos roubam, exploram e manipulam!

        Ora, Jaburu, se temos plena conscincia de quem nos prejudica, a soluo uma s: eliminar o mal.

        Agora, para que tal acontea, precisamos de gente com fora, com poder, determinada.
        E quem seriam essas pessoas especializadas e preparadas?
        As FFAA.
        Ou, ento, o povo se rebelar, e partir para uma revoluo, um banho de sangue.

        Entretanto, precisa se dar conta (o povo), que as revolues que tivemos com esta inteno, de melhorias sociais, foram aplacadas com extrema violncia contra o cidado:
        Cabanagem, Balaiada, Guerra do Contestado e, principalmente, aquela que julgo a pgina mais trgica da nossa histria, a Guerra de Canudos!

        Todas essas que citei tiveram contra si as foras imperiais ou republicanas, que trucidaram aqueles que clamavam por condies melhores e menos injustias.

        Logicamente, se o povo tomasse a iniciativa de protestar e exigir mudanas nas regalias e proventos milionrios pagos aos dois poderes, o resultado seria catastrfico, portanto o meu pedido aos militares, que nos ajudem a agir contra essas diferenas sociais to criminosamente institudas, e no pelo voto popular, mas pelo autoritarismo do Judicirio e Legislativo, poderes absolutos, sejam abolidas!

        Parto de uma situao real, e no de uma suposio, imaginao.
        Meu clamor advm das injustias que sofremos.
        A razo de conclamar as FFAA, diz respeito nossa fragilidade popular, enquanto as castas so poderosas.

        Sobre o fim do caminho, a verdade que estamos trilhando por ele h dcadas.
        Apenas andamos, seguimos em frente, s vezes regredimos, outras nos dirigimos esquerda, alguns trechos optamos pela esquerda …
        Em resumo:
        Pior que o fim do caminho no chegarmos a lugar nenhum, Jaburu, que a nossa situao h mais de trinta anos!

        Um abrao.
        Sade.

        • O ALTISSIMO SEJA LOUVADO SEMPRE …

          Prezados Srs. FB e Jaburu …
          Nossa fundao social como nao foi organizada de uma forma a dar errado, optamos por uma forma social calcada na malandragem e na explorao ilimitada do ser humano, nada desta sociedade foi calcada para se dar um minimo de respeito as leis e a justia , nossa opo por uma federao nos levou ao que hoje estamos vivendo , nossa opo de valorizar o eu ao invs do prximo nos legou este terrivl momento que passamos..o prezado FB ..enunciou os fatos histricos sociais que tivemos ao longo de nossa histria e apesar destes fatos tristes e sangrentos …a nossa forma social NUNCA tirou proveito para evoluir com estes sinais trgicos de nossa histria, fato mas temos que olhar os EUA …e a sua histria l temos uma forma de sociedade baseada na valorizao do trabalho … claro que vimos por l “fatos trgicos” semelhantes aos nossos mas observem que l a sociedade TINHA E TEM um enorme RESPEITO pela justia e as LEIS …vimos algumas vezes tragdias do tipo Escravido, e a explorao das terras dos nativos americanos ? Sim ..mas observamos um imenso desejo de aplicar e aprender com estes fatos para desenvolver a nao e as LEIS ( Vide o filme Mississipi em Chamas ), Com isso a nao EUA …Aps a sangrenta guerra civil… emerge com um poder acima do normal e passa no sculo seguinte a “dominar” o mundo . E ns aqui no mesmo perodo buscamos uma forma de sociedade baseada na federao, com uma repblica criminosa, sem apoio popular , sem uma UNIO dos plos regionais da nao …mergulhamos de cabea na baguna Presidencial.
          E ento com essa forma social e com essa forma criminosa de no se dar o devido RESPEITO AS LEIS DA NAO (a sua carta magna )..Estamos vendo este fato triste de NO termos como ALIMENTAR NOSSOS SOLDADOS. profundamente triste para ns cidados que trabalhamos sol a sol , que ajudamos a construir cada um com seu labor essa nao SABER esse fato, um vexame … uma vergonha simplesmente lamentvel ..Se no tem comida TB no tem combustvel , no tem munio, no tem uniformes …e ento tb no tem treinamento .

          LEIAM MEUS AMIGOS O DISCURSO DE POSSE DO PRESIDENTE DOS EUA ..ULISSES GRANT ” E vejam como um presidente deve se comportar e agir …para engrandecer a NAO (a sociedade) QUE LHE CONFIOU O PODER DE GOVERNO …Compare meus amados amigos este discurso com o discurso de posse de TODOS os presidentes do nosso BRASIL desde da Repblica at em nosso dias e vejam por si mesmos o ABISSAL ABISMO .
          Paz a todos .
          YA SEJA LOUVADO SEMPRE …

  6. Carlos Marchi (via Facebook)

    O Oramento Federal para o ano que vem um suicdio nacional. Vamos tentar entender.

    46,1% do dinheiro federal vai para Previdncia; 22,8%, para pagamento de pessoal; 9,6%, para Bolsa Famlia; 12,6% para seguro desemprego, subsdios, precatrios.

    Tudo isso d 91,1%. O governo gastar 2/3 do Oramento (68,9%) para pagar funcionalismo e previdncia.

    E a Reforma da Previdncia feita pelo Congresso? Seus efeitos sero sentidos gradativamente nos prximos 10 anos.

    Mas em compensao, teremos a piora gradativa da pirmide demogrfica, que vai se agravar muito nos prximos 10 anos.

    Para 2020, o Oramento do “jnio” Paulo Guedes ter APENAS 6% de despesas no obrigatrias.

    Pra investimentos – construir escolas, hospitais, estradas e pontes, avanar na segurana, melhorar a mquina – sobraro APENAS R$ 19,3 bilhes. Peanuts.

    Basta lembrar que em 2010 (fim do 2 governo Lula) o total do investimento federal foi de R$ 74,7 bi; em 2014 (fim do 1 governo Dilma) foi de R$ 75,6 bi.

    Enquanto isso, esto reservados R$ 12 bilhes para pagar aumentos prometidos ao funcionalismo pblico.

    E 30% desse valor esto comprometidos SOMENTE com aumentos para os militares.

    Traduzindo: Bolso no veio para melhorar. Veio para ajudar o pas a se suicidar.

  7. Carlos Marchi (via Facebook)

    Dudu foi l entregar o ouro.

    A Europa no tem direito de opinar sobre o futuro da Amaznia.

    Trump tem. Dudu ofereceu-lhe o cargo de novo imperador amaznico.

    Ele dir o que pode e o que no pode ser feito com a floresta.

    A Europa opinar “internacionalizar” a Amaznia.

    Trump determinhar o futuro da regio a soluo aceitvel para o governo Bolso.

    Ora, v enganar a vovozinha, seu Dudu entreguista barato!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.