Faz sucesso no Facebook uma campanha contra a Rede Globo, a propósito de denúncias contra a Polícia do Rio.

Carlos Newton

É impressionante a campanha contra a Rede Globo no Facebook, a propósito da denúncia do Jornal Nacional sobre uma equipe da Polícia que alvejou bandidos que disparavam contra o helicóptero usado na operação.

O material diz que a Rede Globo (que denuncia excessos cometidos pelos policiais) em nenhum momento fez cobertura semelhante quando traficantes derrubaram um helicóptero no Rio, matando três policiais.

É citado também o promotor Rogério Leão Zagallo, do Movimento Viva Brasil, que afirma: “Bandido que dá tiro para matar tem que tomar tiro para morrer”.

A série de textos e filmetes protesta porque Adonis Lopes de Oliveira, que chefiou a operação em que o traficante “Matemático” foi morto, está suspenso da Polícia até que a Corregedoria conclua investigações sobre o caso.

Cita-se também o incrível caso do assalto ao Hotel Intercontinental, em São Conrado, realizado em plena luz do dia, no qual uma quadrilha fortemente armada invadiu o edifício, fez 35 reféns, e em decorrência, houve um morto e seis feridos. Os bandidos foram presos mas estão prestes a serem libertados, porque a Justiça concluiu que “eles não oferecem perigo à sociedade”.

É claro que a TV Globo tem razão em denunciar excessos da Polícia, mas também não há a menor dúvida de que determinado tipo de criminoso tem de ser enfrentado com máximo rigor, seja aqui no Brasil, nos EUA, na Rússia, na França ou na Cochinchina. Esta é a realidade.

LEIA AMANHÃ: Dilma lamenta não atender pedido de cassação da TV Globo de SP e alega que só o Judiciário pode fazê-lo, mas isso não é verdade. A competência é mesmo da União. 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

16 thoughts on “Faz sucesso no Facebook uma campanha contra a Rede Globo, a propósito de denúncias contra a Polícia do Rio.

  1. REDE BOBO…………..Bandido bom é bandido morto. Porque na hora de matar um inocente os bandidos não pensam duas vezes. REDE BOBO…………..Argh……Argh….Nojo desta posição da Rede Globo contra os policiais que cumpriram com o seu dever. Se Matemático estivesse vivo e tivesse matado um jornalista da Rede Globo aí o buraco seria mais embaixo. lUGAR DE BANDIDO É NA CADEIA OU NO CEMITÉRIO.

    • Nunca via a Rede Globo fazer matérias ou tentar ajudar alguma mulher que tenha sido estuprada por marginais, ou policiais pais de familia que foram brutalmente assassinados por traficantes, e que deixaram suas familias na miseria.

  2. Prezado Newton, com licença, aproveito este importante espaço para divulgar a criação do partido político PAZ = Ativistas da Paz pela Vida, em 04/05/13, em Fortaleza. Entre outros, iniciativa do ex-deputado Luiz Bassuma (PT-BA).Os modelos de prática são: Gandhi, Dalai Lama, Madre Teresa de Calcutá, Martin Luther King, São Francisco de Assis, Chico Xavier… quem sabe assim, mais adiante, a sociedade melhore… acessem: http://www.ativistasdapaz.org Já existem núcleos em várias cidades do país. Boas novas !

  3. A parte boa da população – aqui me refiro aos honestos, trabalhadores, cumpridores das leis – já começam a se manifestar. Já se sente com mais volume a voz rouca das ruas. Não reclamamos tanto da pesadíssima carga tributária, a maior dentre o chamado BRICs, mas os contínuos e cada vez maiores desvios para a corrupção, acumularam revoltas que estão inflando a impaciência. Com o dinheiro que o poder público retira de nós, daria para construir uma nação que poderia proporcionar qualidade de vida igual ou superior a dos países desenvolvidos. Em troca da brutal arrecadação, temos saúde ruim, educação péssima, segurança nenhuma, transportes insuficientes, infraestrutura geral em frangalhos. E por aí vai. A lista é enorme. Ainda assim, a nossa dívida pública sobe a ponto de comprometer o nosso futuro, a máquina pública está sendo transformada em nomenclatura, estão tentando tirar o nosso sagrado direito à liberdade. Compensa ser bandido no Brasil, porque o risco de punição é praticamente nulo. A família do bandido recebe ajuda governamental maior do que a família da vítima. Aliás, a família da vítima não tem ajuda alguma. Acho que essas ONGs que dizem defender direitos humanos são custeada e mantidas pelos bandidos. E essa agora, da Rede Globo bater na polícia, é muito estranho. Será que o “Matemático” tinha algum amigo poderoso?

  4. Quando um policial mata um bandido que comete latrocínio ou do tipo do matemático, no fundo
    está salvando vidas de inocentes, é o lado bom da polícia. Por outro lado há os maus policiais,
    que se envolvem com diversos tipos de crimes, os jornais tem mostrado.
    Tive 4 (quatro) carros antigos, 3 furtados e 1 roubado, que devem ir para o desmonte, como é um número muito grande de carros roubados e furtados, deve haver também diversos desmontes.
    O que me chama atenção é que não vejo nos jornais a policia descobrir esses desmontes e
    recuperar os carros.

  5. EM DETERMINADAS SITUAÇÕES QUEM FAZ MAU A SOCIEDADE É A¨JUSTIÇA¨ PRINCIPALMENTE SE O BANDIDO TEM DINHEIRO,SEJA COLARINHO BRANCO OU TRAFICANTE É SÓ PRESTAR ATENÇÃO AS DECISÕES DOS TRIBUNAIS.

  6. É a velha lenga-lenga da extema-direita brasileira, o mesmo chavão dos grupos nazistas de extermínio da decada de 60, a matança indiscriminada de brasileiros pobre-sujo-preto, que vem retirando milhares de vida por ano no país, muito mais que em guerras declarada entre nações. Um verdadeiro genocídio da etnia negra brasileira, uma verdaeiora limpeza etina, o neo-embraquecimento da população.

  7. È a velha “estorinha” enquanto não chegarem “neles”, não vai mudar nada, e a carnificia diária continua nas periferias do rio e sp e em todo Brasil.

  8. Quem gosta de bandido é quem ganha com o sucesso do crime. Muita gente boa, metida a intelectua, hipócrita, sustenta essa guerra, tomando boas doses de scotch, na beira da piscina, cafungando a branquinha e dando uns tapinhas na verdinha.
    Quem poupa o lobo sacrifica a ovelha.
    O que a Rede Globo faz é estimular a impunidade da marginalidade, daqueles que matam policiais, que matam pais de familia, que estupram meninas que trabalham e muitas das vezes sustentam seus pais.
    A Rede Globo, hipócrita como sempre, nasceu e cresceu nas sombras do regime militar e agora quer dar uma de reacionária, populista? Ah, faça-me um favor, já tinha que ter sido cassada faz tempo.

  9. O império da “LEI” da violação contumaz e da impunidade vem dando frutos no Brasil.

    Crimes hediondos, sempre subnotificados, admitem progressão de pena (a lei foi rasgada). Exames criminológicos são dispensados e solta-se bandidos a torto e a direito…

    A regra é soltar. Os assassinos e estupradores, altamente perigosos, estão livres. Nós não estamos. O abolicionismo penal venceu no Brasil.

    A sociedade podre e violenta que vemos hoje é o resultado da falta de limites: pais proibidos de educar, filhos tiranos, professores apanhando e sendo assassinados por seus alunos, estupros à luz do dia em vias públicas, sociedade acovardadada, vagabundos impondo o terror e sendo tratados com regalias, honestidade confundida com burrice.

    Eis a realidade, o resto é discurso eleitoreiro e vazio de quem não sente a violência e o medo na pele.

  10. GOSTARIA DE PUBLICAR COMO POSTAGEM O TEXTO ABAIXO:

    A AUSÊNCIA DE LIMITES NOS AFUNDARÁ NO CAOS SOCIAL

    Faltam limites em casa, na escola e na sociedade.

    A sociedade podre e violenta em que vivemos atualmente é o resultado direto da falta de limites. Em casa, filhos são criados como tiranos, os pais são melindrados e assumem uma tarefa passiva e culpada, autopenitentes, sempre reticentes, no processo educacional. Falta pulso firme e todas as vontades dos filhos são satisfeitas e seus pais, independentemente da classe social, são transformados em verdadeiros escravos.

    Na escola, os professores são reféns do temor exacerbado. Medo de serem assassinados, agredidos, perderem seus empregos (com uma remuneração tão baixa que torna-os dependentes dos seus subempregos). Os adolescentes violentos são acobertados e o famoso bullying é incentivado por meio da omissão (que impera na nossa sociedade desde a época escolar) e da impotência das autoridades e da covardia dos demais membros do corpo social.

    A sexualidade violenta e unilateral é banalizada. Mulheres e crianças são vistas, desde a infância e a adolescência dos nossos jovens bombardeados com a pornografia da violência, como objetos para a satisfação da própria lascívia, do prazer pessoal que está acima de qualquer dignidade humana dos outros seres.

    Os estupradores são incentivados pela impunidade e pela fragilidade e omissão que imperam em nossa sociedade.

    Assassinos apoiam-se no desvalor da vida humana e sabem que vão rir da cara dos familiares da vítima diante da subpunição ou da não punição que geram o sentimento de que a violência e a arbitrariedade são os valores supremos.

    As poucas forças que se levantam para reagir são reprimidas com um discurso vazio de que a “liberdade” (autêntica libertinagem, abuso que oprime e anula a liberdade alheia) é superior ao direito à vida.

    Não há responsabilização e vivemos a época da ausência de responsabilidade, do passar a mão na cabeça (por medo, omissão e conivência)dos bandidos e da aniquilação do valor social da integridade, do respeito e da honestidade nas relações humanas.

    José Fidélis

  11. Fazendo uma analogia aos tempos da máfia nos Estados Unidos em que se dizia que a melhor maneira de abalar os mafiosos seria “mexer” com seu dinheiro, pois bem, PAREM de assistir as novelas da Globo em primeiro plano (além de BBB e outras drogas), e certamente irão abalar o alcance e a impressão arrogante deste grupo de que pode controlar a opinião pública criando “drogas de aluguel alienantes”.

    A grande constatação de que a própria Globo reconhece a baixa qualidade de suas drogas é o fato deles se esforçarem tanto em restringir concorrência em determinados horários, como fazem com o futebol, por exemplo.

  12. REDE ESGOTO,LIXO NA SOCIEDADE,ESCROTOS,FALSOS,HIPÓCRITAS,LACRAIOS,IDIOTAS,DECADENTES, EM POUCO TEMPO VOCES IRAO A RUINAS,IMBECIS.FAJUTOS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *