Feliz Páscoa num Blog que tenta discutir religião em alto nível

Carlos Newton

O ditado popular ensina que ninguém consegue agradar a todos. Justamente por isso o genial Nelson Rodrigues decretou que “toda unanimidade é burra”. Em termos de política, religião e futebol, então, a coisa sempre pega fogo.

Aqui no Blog somos todos ateus, graças a Deus. A piada é velha, mas sempre funciona. Por isso, esperamos que os comentaristas continuem se respeitando e discutindo religião em alto nível.

Como diz o poeta Roberto Frejat, “todo mundo é parecido quando sente dor”. Da mesma forma, quando estamos em apuros, todos nós apelamos a Deus. Quer dizer, quase todos, porque há sempre um guerreiro que se garante e faz questão de enfrentar a barra sozinho.

Os verdadeiros ateus são pessoas absolutamente notáveis, não há dúvida. Mas não consigo ter  inveja deles, porque sou fraco como os demais. Gosto de acreditar que creio em Deus, mas de uma forma ecumênica, achando que toda religião intrinsecamente é boa. A interpretação que os fanáticos dão a elas é que representa um perigo para os demais. Por isso, todo fanatismo religioso precisa sofrer o chamado “bom combate”, citado pelo apóstolo Paulo. 

E assim vamos em frente, desejando-lhes uma Feliz Páscoa, representada nesse poema de nosso comentarista Paulo Peres, um guerreiro que sempre soube vencer todas as adversidades e hoje brilha no site www.poemasecancoes.com.br.

###
PÁSCOA

Paulo Peres

Há mais de dois mil anos,
Jesus Cristo tentou
Mostrar à Humanidade
Uma vida melhor,

Mas a ignorância
Da maior parte da população
Incentivada
Pelos poderes da época,
Mercenários e imperialistas,
Como os de hoje,
Impediram-no…

Houve sofrimento,
Houve lágrimas,
Houve escuridão…

Todavia,
Houve sabedoria,
Houve fé,
Houve busca,
Houve perdão,
Houve salvação,
Houve liberdade,
Houve luz,
Houve RESSURREIÇÃO!…

Ressurreição diária
Que existe na PÁSCOA
Do coração
De quem tem como dogma
Os Mandamentos
Da Justiça Divina!…

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *