FHC diz que Luciano Huck terá que “deixar de ser celebridade para ser líder” se quiser disputar Planalto

Ex-presidente diz que “na média a Lava Jato foi positiva”

Pedro Venceslau
Marcelo Godoy
Paula Reverbel
Estadão

No momento que lança o quarto e último volume de seus “Diários da Presidência”, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) assiste com ceticismo as articulações de Luciano Huck para as eleições de 2022. Em entrevista ao Estado, FHC diz que o apresentador precisa ser líder, e não uma celebridade.

“É preciso ver se Huck vai deixar de ser celebridade para ser líder”, afirmou. Em 2018, FHC mostrou simpatia pela ideia de que Huck saísse como candidato e quebrasse a polarização entre Bolsonaro e PT, mas o apresentador desistiu de disputar. Geraldo Alckmin, que contou com uma coalizão de centro, teve só 4,76% dos votos.

O senhor fala no livro sobre excessos dos procuradores. Vê semelhanças entre abusos da época com supostos abusos da Lava Jato?
Não sei se há paralelo. O que estão tomando como abuso da Lava Jato: a interceptação telefônica. No telefone você fala com naturalidade. E as pessoas trabalham juntas, o procurador e o juiz. É provável que na Lava Jato haja também, como houve no passado, uma visão política. No passado, no meu tempo, era uma visão contra o governo e pró-PT, basicamente. Na Lava Jato pode ter havido uma visão política. Mas o juiz quando julga tem fatos. Não dá para dizer que contaminou todo o processo.

Compartilha da mesma opinião do senador Aloysio Nunes?
Tem que separar bem. Houve alguma coisa específica que incidiu sobre a decisão? Aí tem que rever. Mas se a decisão está embasada em fatos, então não tem sentido. São fatos. Posso não me conformar, por exemplo, com o caso do Eduardo Azeredo. Acho um absurdo. Foi condenado a mais de 20 anos por uma coisa que me parece que ele não tinha responsabilidade direta.

Vê abuso na Lava Jato?
Não sei dizer. Na média a Lava Jato foi positiva. Colocou na cadeia ricos e poderosos que nunca iam presos. Não gosto de ver gente na cadeia, não tenho satisfação. Mas não posso deixar de reconhecer que a Lava Jato foi uma reação à corrupção do sistema democrático.

No livro, o senhor fala que o Brasil poderia pagar um alto preço pela eleição do Lula. O preço seria o governo Bolsonaro?
Para o meu gosto, os dois são um preço alto. Mas que eu saiba, não teve nada no governo Bolsonaro até agora que tivesse sido contra a lei. Não votei no Bolsonaro e não apoio o governo, mas é preciso ter equilíbrio nessas coisas. Há liberdade, imprensa livre, Justiça e Congresso funcionando. Outra coisa é discordar das medidas que são tomadas. Não vejo que o governo Bolsonaro tenha incorrido em alguma coisa que fosse crime, contra a lei.

E a suspeita de “rachadinha” no gabinete de Flávio Bolsonaro e a suposta proximidade com milícias?
Mas isso não é ele. Não posso condenar o presidente por sua família. Tem que ver caso a caso. Me parece suspeito que alguém que ligado a Presidência da República tenha ligações com milícias.

Em 2018, o PSDB teve o pior resultado de sua história e hoje se fala em ‘novo PSDB’. Onde o partido errou e o que acha do discurso do governador João Doria de um novo PSDB, mais conservador?
Não foi o PSDB só. O sistema político que nós montamos na Carta de 1988 está de desmilinguido. O exemplo mais óbvio disso é que o partido majoritário hoje – chama-se PSL – está brigando entre si agora e tem só 54 deputados. Na Câmara, tem 513. É uma proporção pequena.

O PSDB não errou então?
Todos erraram. Vou dar um exemplo simples: o PSDB nunca aceitou a realidade contemporânea, que é a internet. Quer organizar um movimento ou um partido como? Com reuniões físicas? Isso é uma coisa antiga.

O que acha dos expurgos que governador Doria está fazendo no PSDB?
Sou contra expulsão a menos que a pessoa seja condenada.

Em 2002, disse que Lula não estava preparado para ser presidente. Acha que Bolsonaro está?
Estava errado no caso do Lula, não quero fazer a mesma coisa com o Bolsonaro. O que Lula fez que outros não conseguiram? Formar uma maioria, explicar ao País para onde é que vai.

Lula é um preso político?
Não, eu não acho. Pode ter motivação contra ele, inclusive por juízes, mas não é por isso que ele é condenado. É condenado por fatos.

Há um movimento que busca um candidato de centro para evitar os extremos. Luciano Huck poderia ser esse nome?
Eventualmente sim, mas o que significa isso? Significa que a pessoa tem que exercer a liderança política. Sou amigo do Luciano, etc. Agora, preciso ver se ele vai deixar de ser celebridade para ser líder. Celebridade é uma coisa importante, tem acesso ao povo, mas líder é outra coisa. Se ele fizer esse passo, ele tem chance. Às vezes pessoas são eleitas sem ter essa qualidade, chegam ao governo e não governam. Ou governam com dificuldade.

O governador Doria pode ser esse nome?
Ser eleito presidente depende de você entender e lidar com a diversidade do Brasil. Não sei se o Doria tem capacidade de expressar um sentimento nacional.

O senhor acha que Bolsonaro fica até o final do governo?
Eu sou democrata, profundamente. Em um duplo sentido: institucional e olhar para a maioria, o povo. Ele foi eleito e está começando a governar. Tem de ser respeitada a decisão do povo.

O PT está cumprindo o papel de ser oposição?
O PT tem uma única consigna: Lula livre.

31 thoughts on “FHC diz que Luciano Huck terá que “deixar de ser celebridade para ser líder” se quiser disputar Planalto

  1. Impressionante que mesmo com a idade avançada uma pessoa não consiga ser franco e dizer o que realmente pensa. Não foi suficiente eleger Lula, que elegeu Bolsonaro, agora quer eleger um produto de televisão.

  2. Já que os esquerdosos estão apelando ao show business para voltar ao poder, deviam lançar o Tiririca. Pelo menos ele conhece o povo de verdade e não o povo imaginado pelo beautiful people leblonense do Projac.

  3. Jornais e jornalistas amestrados , viva Hélio Fernandes, ainda dão importância ao farsante, pretensioso e arrogante FHC. Não tem moral nem autoridade para dar lições de ética nem de conduta para ninguém. Coitado do Hulk se seguir os conselhos do sábio de plástico FHC.

  4. Hulk celebridade?
    Onde?
    Kkkkk
    Quem disse?
    O intelectual de papelão?
    fhc está senil, evitem dar cartaz a este projeto de Alzheimer…
    Este homem fez muito mal ao país e ainda não está satisfeito?
    Luta pra não cair no ostracismo mas, está PEÇA já era.
    Atenciosamente.

    • Os americanos dizem que celebridade é alguém que é muito conhecido pelo fato de ser muito conhecido. Nesse sentido o Luciano Huck se classifica como celebridade, que nem a Kim Kardashian.

  5. O povo que não sabe nem salvar a sua alma, escolhendo falsas igrejas e que opta por qualquer caminho mais fácil na primeira dificuldade, vai saber escolher um presidente? Estão sempre em busca de um salvador milagroso, e um curandeiro farsante os engana fácil. Por isso estamos nisso, em dificuldades e buscando quem nos salve. Difícil!

  6. Qual é a missão do Exército? Defender a Pátria de ameaças externas e internas. Esse desonesto começou tudo isso com à reeleição e entregou o país ao Luladrão. Hoje estamos nessa situação de todos os poderes corruptos corruptos corruptos até a medula. Não há solução. Ou intervenção ou guerra civil. Ah país vagabundo.

  7. Essa insistência em promover a fantasiosa candidatura de Luciano Huck – que não vai ser besta de se sair candidato pra valer e perder a dinheirama que ganha na Globo, sua imagem de bom moço já saiu bem arranhada quando brincou de político no final do ano passo – é a prova definitiva de que o PSDB está acabado. Não tem mais chance nenhuma de eleger um presidente, e no desespero se apega a uma celebridade vazia para fingir que tem alguma possibilidade de voltar ao poder no Planalto Central. Não vai. O PSDB pode se dar por feliz se mantiver o governo paulista na próxima eleição, porque se o Rio Grande do Sul seguir sua tradição, Eduardo Leite não se reelege.

    • Meira,

      O Rio Grande do Sul tem a tradição histórica de não reeleger governador!

      Se em quatro anos não fez o que prometeu em campanha, o dobro do mandato só irá aumentar nossos problemas!

      Bom fim de semana.

  8. Pensem bem, e pensem comigo, por favor:
    Huck, que tem sido tão criticado antes mesmo de lançar a sua candidatura não é infinitamente melhor que Sarney, Collor, FHC, Lula, Dilma, Temer e, agora, Bolsonaro?

    De que forma poderemos repudiar alguém que não tem um passado político, invariavelmente deletério e deplorável, por um candidato que não tem culpa em cartório por danos e prejuízos ao povo e nação?!

    Só por que egresso da Globo?
    Não estaria havendo um preconceito exacerbado?

    Basta de políticos, pelo amor de Deus, que somente nos roubam, exploram e manipulam!
    Chega dessas bestas-feras que dilapidam, destroem, arrasam, implodem com a moral, ética, princípios e valores da sociedade ou o que ainda restam deles!

    Nessas alturas, qualquer nome que seja um alienígena do universo político será melhor que um parlamentar para este país e sua população!

    Se estou comentando Huck é por acaso, pois poderia ser qualquer outro em seu lugar, que estaríamos em situação melhor que as ameaças que já estão sendo feitas com as candidaturas de Maia, Ciro, a reeleição de Bolsonaro …

    Nossas mentes precisam atingir novos patamares;
    nossa visão não pode ser limitada pelo conceito que a presidência deva ser ocupada por um político.
    Todos, indistintamente, roubam, exploram e manipulam, repito pela enésima vez!

    Confirmo o que escrevi anteriormente:
    Se a lista de candidatos for esta, o meu voto antecipadamente será de Huck!
    Não dá mais para aguentar o político, o parlamentar, os ex-isso e aquilo, não dá!

    • Desculpe, Bendl, mas não tenho ilusão nenhuma de que Luciano Huck possa ser diferente. Só seus vínculos com Sérgio Cabral e Eduardo Paes – que eram idolatrados por todos os “progressistas” do Projaquistão – e ao resto da canalha política que desgovernou o país nos últimos anos são suficientes para levantar dúvidas sobre ele.

  9. Meira,

    Não me fiz entender:
    Não tenho ilusão sobre ninguém.

    Citei Huck, na condição de disputar com os políticos que irão se candidatar mais a reeleição de Bolsonaro.
    Nesse caso, basta de sempre o político se candidatar e o povo e país a cada ano afundam solenemente!

    Tentemos outro jeito, pelo menos, agora permanecer elegendo a mesma escória não dá, e esta é a minha opinião diante do quadro que hoje o Brasil é pintado.

    Evidente que Huck não é o meu candidato, longe disso, mas entre ele e os demais que até aqui sabemos, a meu ver o Huck é muito melhor!

    • Entendo o seu raciocínio. Pessoalmente, não acho Luciano Huck melhor que os políticos que aí estão dadas suas ligações.
      Além do mais, ele criou para si um personagem que é péssimo para eleições, porque é fácil demais de ser destruído. Na política, talvez infelizmente, o sujeito que posa de muito certinho se torna um alvo fácil para os adversários, porque basta qualquer sujeirinha para demolir sua imagem. Foi assim que aquele tonto do Demóstenes Torres se acabou, por querer ser o campeão da honestidade. No caso do Huck, já vimos os casos do BNDES e dos favores que recebeu de Sérgio Cabral, depois que ele andou brincando de candidato.
      Na política, quem ganha eleições não é o sujeito que se faz de perfeitinho, mas aquele com cujos defeitos os eleitores não se importam. Foi por isso que o PT chegou ao segundo turno em 2018, foi por isso que Bolsonaro venceu apesar de toda a indignação moral da mídia, das celebridades, dos tucanos e dos petistas, foi isso que sustentou a carreira política de Maluf e de um Renan Calheiros.

    • Chicão mete o pau no sistema podre mas está doidinho da silva, ao que parece, pra embarcar no próximo 171 imposto pelo dito-cujo sistema podre, seja lá quem for. Certos estão os 40 milhões de eleitores que se abstiveram de votar nas opções impostas pelo sistema podre. Tiro o meu chapéu para esses eleitores, os mais conscientes da nação, ao que parece.

      • Mário,

        Tu me entendeste, só queres me atazanar a vida.

        Cita-me um dos atuais candidatos ao Planalto que seja melhor do que o Huck, só um.

        Evidente que Huck não é o meu candidato, pô.
        Eu o levei em conta na possibilidade de o apresentador competir com Maia, Bolsonaro … ou qualquer outro candidato egresso dessa política deletéria e deplorável, só isso!

        Agora, 171 por 171, a nossa sina é esta, de elegermos ladrões, corruptos, gente da pior espécie possível!

  10. O cara reconhece que o sistema está desmilinguido, mas fica ai inventando novos 171, ao invés de redimir-se e apoiar sem medo o sistema novo de verdade, que é a Democracia Direta com Meritocracia, porque evoluir é preciso.

  11. Continua falando pelo toba com a idade avançada?Viagra concentrado na veia, vai curtir a mulher mais nova que comprou, aproveite, afinal o futuro e a velhice da brotinho está garantido!

  12. O apresentador de TV e empresário Luciano Huck flertou com a ideia de concorrer à Presidência da República em 2018 e surge entre os cotados a ser candidato em 2022. No que depender de Roberto Freire, 77, presidente do Cidadania (novo nome do antigo PPS), o nome de Huck estará na urna.

    “Nós do Cidadania estamos de porta aberta [para Huck]. Quando chegar o momento e se esse momento chegar [de] uma procura dele de um partido para se filiar, o Cidadania estará lá na primeira fila”, diz Freire

    • Ele não vai concorrer em 2022, pelo mesmo motivo que não concorreu em 2018. As chances de perder são muito grandes, a imagem dele sairia muito danificada, e seu retorno à TV ficaria prejudicado, porque ele estaria queimado e nenhuma emissora iria querer dar espaço a um adversário declarado do futuro governo. Se é para apostar em Luciano Huck, é melhor se conformar logo com a volta do PT ao poder.

  13. “Hulk celebridade?
    Onde?”

    Eu diria ‘Huck líder?? Onde?’

    Socialmente não passa de um picareta mor a serviço da ideologia nefasta da Grobo.

    Candidato perfeito para os ignorantes em política, e para os telespectadores que cocatenam com a avacalhação da moralidade, acreditando no circo do programa dele.

    Infelizmente quem circula pelos bastidores do programa são poucos, contados a mão…
    Não fosse assim todos saberiam da estupidez que e comentar a mera possibilidade ‘disso’, esse outro aí, ser candidato

    Terá o voto das domesticas brasileiras, e só….

    Mudaria o que “desse que ta ai” para “isso” ?
    Nada.
    De um despreparado facistoide para um despreparado auto-manipulóide…

  14. Parodiando:

    Sabadão! milhões de brasileiros estão ouvindo o Huck agora.
    Menos de 3% desses brasileiros lêem livros.
    Porque menos de 15% lêem jornais.
    A única verdade que conhecem é o que assistem na TV.

    No momento, existe uma geração inteira, uma geração inteira que nunca soube nada que não saiu dessa TV.

    Essa TV é o evangelho, a revelação suprema.
    Essa TV pode fazer ou quebrar presidentes, papas, primeiros ministros, é a força mais impressionante e maldita em todo o mundo sem Deus, e ai de nós se cair nas mãos de pessoas erradas e quando a Globo controla a mais incrível força de propaganda em todo o mundo sem Deus, quem sabe que merda será vendida por verdade?

    Então, me escute. Televisão não é a verdade.
    A televisão é um maldito parque de diversões!
    A televisão é um circo, um carnaval, uma trupe itinerante de acrobatas, contadores de histórias, dançarinos, cantores, malabaristas, loucos por espetáculos paralelos, domadores de leões e jogadores de futebol.

    Estamos no negócio de matar o tédio!

    Então, se você quer a verdade, vá a Deus. Vá para seus gurus.
    Vá para si mesmo, porque esse é o único lugar em que você encontrará alguma verdade real. Mas, cara, você nunca vai conseguir nenhuma verdade de nós. Nós lhe diremos tudo o que você deseja ouvir. Nós mentimos como o inferno!

    “Nós te contaremos qualquer merda que você queira ouvir.
    Nós lidamos com ilusões! Nada disso é verdade!
    Mas vocês ficam lá dia após dia, noite após noite, todas as idades, cores, credos …

    Isso é loucura em massa! Seus maníacos! Em nome de Deus, vocês são a coisa real.
    Nós da TV somos a ilusão! “

  15. Prezado Chico,
    Sei que jamais votaria no Huck.
    Votar nele e votar na globo.
    Seria o poste da globo, que é uma das coisas mais nefastas e ordinárias que existem.
    Chico, bolsonaro já era!
    Pensemos grande, pensemos melhor…
    Temos o Sr. Sérgio Moro como o maior expoente de retidão neste país imundo e cleptocrata.
    Se o Moro apenas levantar um dedo pra falar que gostaria de ser o Presidente da República, ele, amassa qualquer candidato.
    Não terá pra ninguém.
    Deixemos as “celebridades” onde elas estão.
    Eles são os macacos e nós o auditório.
    Nada que venha da fama surgida de alguma emissora ou do futebol, jamais daria certo.
    Precisamos de austeridade e não de holofotes e purpurina
    Te deixo um forte abraço,
    Muita saúde.
    Cordialmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *