Flávio Bolsonaro diz que usou dinheiro de venda de imóvel no Rio para comprar mansão de R$ 6 milhões em Brasília

Charge do Duke (domtotal.com)

Marcelo Rocha e Italo Nogueira
Folha

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) afirmou nesta terça-feira, dia 2, que usou recursos da venda de um imóvel no Rio de Janeiro para comprar a mansão de R$ 6 milhões em Brasília. “Tudo registrado em escritura pública”, diz nota divulgada pela assessoria de imprensa do parlamentar. “Qualquer coisa além disso é pura especulação ou desinformação por parte de alguns veículos de comunicação.”

Questionada após a divulgação do comunicado, a assessoria do senador informou que o imóvel vendido foi o apartamento na Barra da Tijuca. A venda ainda não foi informada ao Registro de Imóveis —a responsabilidade é do comprador e não há prazo para fazer o registro

FINANCIAMENTO – Sem detalhar como foi feito o pagamento da entrada, o comunicado de Flávio afirma ainda que mais da metade do valor da transação (R$ 3,1 milhões) ocorreu por intermédio de financiamento imobiliário.

Denunciado à Justiça em novembro de 2020 sob a acusação de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa no caso das “rachadinhas”, Flávio e a esposa, Fernanda Bolsonaro, compraram a casa em janeiro. A informação foi revelada pelo site O Antagonista e confirmada pela Folha, que obteve acesso à certidão do 1º Ofício de Registro de Imóveis do DF, com os detalhes da transação.

O imóvel fica no Setor de Mansões Dom Bosco, no Lago Sul, bairro nobre da capital. Ela tem 1.100 m² de área construída, em um terreno de 2.500 m².De acordo com a certidão do imóvel, o negócio foi fechado com a RVA Construções e Incorporações, empresa do advogado e empresário Juscelino Sarkis.

LONGO PRAZO – O documento informa que R$ 3,1 milhões do valor do imóvel foram financiados pelo BRB (Banco de Brasília). A quitação será em 360 parcelas. O documento menciona taxas que variam de 3,65% a 4,85% ao ano. A amortização será pelo sistema SAC, que consiste em prestações mais altas no início e menores no final.

O BRB é controlado pelo governo do Distrito Federal, comandado por Ibaneis Rocha (MDB), um aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).O salário de Flávio no Senado é de R$ 25 mil líquidos. A esposa é dentista e tem consultório em Brasília. São casados em regime de comunhão parcial de bens.

A mansão em Brasília é o 20º imóvel que Flávio adquire num intervalo de 16 anos —considerando um andar com 12 salas comerciais de que foi proprietário. A intensa atividade imobiliária do senador foi revelada pela Folha em 2018.

IMÓVEIS – Antes de fechar o negócio em Brasília, segundo levantamento patrimonial, Flávio tinha dois imóveis: o apartamento na Barra da Tijuca, adquirido por R$ 2,5 milhões, com financiamento, e uma sala comercial num shopping da zona oeste, avaliada em R$ 150 mil.

Na denúncia oferecida contra o senador no caso das “rachadinhas”, o MP-RJ do apontou que as operações de compra e venda de dois imóveis foi usada para lavagem de dinheiro.

A escritura de compra e venda foi feita em um serviço notarial de Brazlândia, cidade do DF distante cerca de 45 km do Plano Piloto. A matrícula do imóvel, por sua vez, é de responsabilidade do 1º Ofício de Registro de Imóveis do DF, a poucos quilômetros do Congresso.

###
ÍNTEGRA DA NOTA DE FLÁVIO BOLSONARO:

“A casa adquirida pelo senador Flávio Bolsonaro em Brasília foi comprada com recursos próprios, em especial oriundos da venda seu imóvel no Rio de Janeiro. Mais da metade do valor da operação ocorreu por intermédio de financiamento imobiliário. Tudo registrado em escritura pública. Qualquer coisa além disso é pura especulação ou desinformação por parte de alguns veículos de comunicação.”

10 thoughts on “Flávio Bolsonaro diz que usou dinheiro de venda de imóvel no Rio para comprar mansão de R$ 6 milhões em Brasília

  1. A BURGUESIA QUE FEDE, e que quer ficar rica, mesmo sob pandemia, como cantou Cazuza, não é a boa burguesia, não são os bons burgueses, mas isto sim a horda de psicopatas loucos por dinheiro, poder, vantagens e privilégios, sem limite$, que fazem de tudo e qualquer coisa para consegui-los, que sugam para si quase todo o dinheiro da praça, e que desequilibram a boa convivência social. O POVO MAIS QUEBRADO DO QUE ARROZ DE TERCEIRA, morrendo de fome, e por falta de vacina, com os seus casebres penhorados por prefeitos porque não conseguem pagar mais nem IPTU, e o representante do povo comprando mansão em Brasília, na Ilha da Fantasia do sistema apodrecido. Tem alguma coisa de muito errado na república brasuca, 171, talvez algo muito pior do que aquele famigerado algo de podre que existia no Reino da Dinamarca. E quem é que vai pagar a mansão e a manutenção da mansão, senão a população contribuinte ? Servidor público não pode se dar a tanto luxo e nem se dar a tamanha ostentação, até porque ” à mulher de Cesar não basta ser honesta, ela tem que parecer honesta”. https://www.brasil247.com/regionais/brasilia/video-mostra-a-super-mansao-comprada-por-flavio-bolsonaro-com-dinheiro-nao-declarado?fbclid=IwAR0vjO7mEG-imwCSX9si5-UpOwZtcYc77Ev5eCG6IcIxqVcXbQ078LHsPtQ

  2. “(…)
    A mansão em Brasília é o 20º imóvel que Flávio adquire num intervalo de 16 anos –considerando um andar com 12 salas comerciais de que foi proprietário. A intensa atividade imobiliária do senador foi revelada pela Folha em 2018.

    Atualmente ele é dono de um apartamento na Barra da Tijuca adquirido por R$ 2,5 milhões, com financiamento, e uma sala comercial num shopping da zona oeste, avaliada em R$ 150 mil.” (Folha)

  3. Lá vem de novo com conversa fiada.

    A família bolsorolo não se emenda.

    Pra que se expor neste momento delicado da vida dele e principalmente do pai pra morar num palácio modernoso?
    Será que ele achava nessa cabeça oca que a sociedade iria receber a notícia, de boa?
    PQP!!! É muita insanidade!!

    Já temos o primeiro rolo: O comprador do imóvel do Rio de Janeiro não registrou a compra.
    Pode ser possível mas é improvável.

    A ganância dele o deixa cego, não percebe que comprou um problemasso e vai morar dentro do problema com a familícia 01.

    Vale a pena um tormento deste quilate? Que prazer essa gente vai sentir em morar neste lugar, qual a satisfação? Qual a necessidade real de se viver nababescamente num lugar que até as formigas do jardim sabem que essa compra vem de dinheiro sujo, roubado do povo brasileiro.

    Já falei algumas vezes que essa familícia não tem limites e passou a tratar o país e seu povo como se aqui fosse uma republiqueta africana.

    O mais assustador é que o financiamento do saldo é em TRINTA ANOS!!!
    Qualquer idiota percebe nas entrelinhas que há um projeto de poder a logo prazo da familícia em brasília.
    O mandato dele acaba em seis anos, será que ele pensa ser político por mais trinta anos? Com esse cacife de ladrão, terá que virar vereador aqui no Rio de Janeiro pra não ir preso, a não ser, que o papai já esteja executando um golpe nas próximas eleições.
    É o que vai acontecer se ficarmos calados e deixar o país ser dominado por um exército de milicianos/mercenários armados até os dentes.

    Jair Messias Bolsonaro já nos mostrou no passado quando foi expulso das FFAA e agora, que é capaz de tudo e gosta de flertar com o jogo alto. É da índole dele, não há volta!! Este cara está preparando um golpe de Estado bem na nossa cara, nem faz mais questão de esconder, as próprias atitudes dele, são de um ditador.

    As lives dele, são de um ditador, a forma grotesca que se dirige à imprensa é de um ditador, o encerramento grosseiro e abrupto de uma entrevista por uma pergunta que um repórter fez a respeito do seu filho, é de um ditador. Pediu a cabeça do repórter, isso é típico de um ditador.
    Não se importar com a saúde do seu povo é de um ditador, a frieza do olhar é de um ditador, as mentiras proferidas o dia inteiro são típicas de um ditador. Um homem que declara que sua especialidade É MATAR, é de um ditador.

    É comprovadamente um louco, perfil perfeito de um ditador!

    Portanto, temos um ditador na cadeira do planalto!

    Espero que eu esteja redondamente enganado, mas…

    Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay…

    Só nos salva o Enigma “M”.
    Ou então, já era!

    JL

  4. “Randolfe Rodrigues, líder da oposição no Senado, disse a O Antagonista duvidar de que a compra da mansão em Brasília por Flávio Bolsonaro, revelada por este site, não esconda alguma ilegalidade.

    “Estou há 10 anos como senador. Posso dizer que quem não é empresário bem sucedido ou não recebeu herança não consegue comprar uma mansão de quase R$ 6 milhões com salário de senador. Só pode ser ladrão. Por via honesta, não foi.” (Antagonista)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *