“Gabinete do Ódio” escala ‘comentaristas’ para tentar influir na Tribuna da Internet

Gabinete do ódio | Humor Político – Rir pra não chorar

Charge do Nani (nanihumor.com)_

Carlos Newton

Como dizia Ibrahim Sued, em sociedade tudo se sabe. As notícias acabam vazando e os segredos de nada valem, especialmente na política, onde as aparências verdadeiramente nos enganam. Agora,devido à informatização global, com redes sociais, robôs cibernéticos e celulares unidos por aplicativos, as coisas parecem estar saindo de controle, com abundância de fake news e tudo o mais.

Há uma sensação de bagunça institucionalizada, todos sentem que é necessário haver alguma limitação, especialmente quanto ao uso de robôs, à disseminação das fake news e à invasão de portais, sites e blogs por “comentaristas” profissionais, a serviço de partidos e grupos ideológicos e também econômicos.

ÉTICA JORNALÍSTICA –  Nosso grande amigo Carlos Chagas, que escrevia artigos diários aqui na TI, era mestre em identificar notícias falsas, para depois discuti-las com seus alunos na Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília, onde ele lecionava Ética Jornalística.

Aqui na Tribuna da Internet temos muita preocupação essas fack news. Esse tipo de notícia raramente nos atinge, porque no jornalismo de verdade uma das primeiras coisas que se apreende é identificar se uma informação é concreta ou especulativa, mas realmente há fake news tão criativas que qualquer um acredita nelas, até serem desmascaradas.

Nosso maior problema, desde a época da criação do Blog, é outro – as invasões de hackers, de robôs e de “comentaristas” profissionais, que são pagos para defender teses partidárias, ideológicas e econômicas, dedicados a desmentir ou distorcer informações de nossos articulistas e das importantes matérias que transcrevemos dos principais veículos de comunicação do país e do exterior.

REINA A DESORDEM – Na web, a esculhambação é absoluta, reina a desordem. Para melhorar as condições de trabalho na Tribuna da Internet, estamos conduzindo um levantamento, com a orientação de dois especialistas em informática que frequentam o Blog e nos indicam como proceder.

Muitas coisas já se conseguiu apurar. Uma delas é que não somos mais visitados por hackers e robôs, como ocorria constantemente e era motivo de queixas. Primeiro, eram os petistas que nos invadiam em pencas no final do governo Lula e depois na era Dilma. Rancorosos, eles mobilizavam hackers que conseguiam tirar o blog do ar, com muita frequência, e tínhamos de recorrer aos técnicos do servidor.                           

No caso dos robôs, as intervenções praticamente cessaram. Como os frequentadores da TJ são de alto nível, não davam a menor importância às mensagens dos robôs, e os invasores acabaram desistindo.

COMENTARISTAS PAGOS – O maior problema da TI hoje são os comentaristas profissionais, que são pagos para defender interesses políticos, ideológicos e econômicos e infestam a internet.

No governo Temer, houve uma trégua, mas as hostilidades voltaram na campanha eleitoral e prosseguiram após a posse de Bolsonaro, conduzidas pelo chamado “Gabinete do Ódio”, sob o comando de Carluxo, o filho 02.

Interessante notar que o “Gabinete do Ódio” dá atenção especial à TI, pois destina grande número de comentaristas profissionais para fazer diariamente o patrulhamento do Blog.

RESPOSTAS IMEDIATAS – Toda matéria negativa a Bolsonaro e aos filhos é respondida por falsos comentaristas, que utilizam diversos codinomes para participar dos debates no Blog.

A estratégia dos invasores é usar sempre os mesmos pseudônimos, para se tornarem conhecidos, ganhar confiança e dialogar com os comentaristas de verdade. E vários invasores entram com o mesmo nome.

O levantamento dos técnicos em informática  identificou que o mesmo nome é usado por 31 invasores diferentes, que pertencem ao mesmo grupo de serviçais  do “Gabinete do Ódio”, sempre a postos para defender Bolsonaro e os filhos ou para atacar Sérgio Moro e políticos da Oposição.  

###
P.S. 1 –O resultado é um trabalho sujo e detectável porque cada invasor escreve de um jeito. “O estilo é o próprio homem”, como dizia o escritor francês Georges-Louis Leclerc, conde de Buffon. Realmente, 31 pessoas diferentes expressam suas ideias cada um a seu modo. E foi assim que começamos a identificar os invasores, porque alguns são mais educados e e intelectualizados do que os outros.

###
P.S. 2
 – Não vamos dar os nomes dos invasores do “Gabinete do Ódio”. Vamos deixar que nossos comentaristas os identifiquem. Vai ser divertido. (C.N.)

45 thoughts on ““Gabinete do Ódio” escala ‘comentaristas’ para tentar influir na Tribuna da Internet

  1. Bom dia prezado C.N. e quem defende o governo, são a favor da prisão em segunda instância, são contra esse congresso corrupto, são contra esse STF partidário antipatriótico? Podem continuar opinando ou serão patrulhados? Censurados? Cognominados de facistas, nazistas, cretinos, canalhas?
    Ah país vagabundo.

  2. Parabéns CN, você tem uma visão de lince! Há um provérbio que diz: “Só se atira pedras, em árvore que dá bons frutos! O no submundo dos falsificadores, apenas as marcas famosas são imitadas. Claro que se a TI não tivesse uma repercussão “tsunâmica”, nenhum encomendado se infiltraria aqui, para tentar desqualificar ou desarrazoar os artigos cá postados por esta plêiade de participantes (excepto me).
    Há muito, eu já havia percebido essa claque proselitista, que, mesmo a distancia, é fácil identificar seus agentes mercenários: pelo furor que destilam, assim como a defesa irracional do seu mito.
    Passou, nesta lousa digital, um comentarista cujos sobrenomes remetem para Campina Grande – PB, ou com raízes lá. Suponho que CN tenha dado um “canelaço” nele, pois não mais o vi na tela; era o mais iracundo dos partisans bolsonaristas.

  3. Essa carapuça não me cabe.
    As vezes faço contraponto em algumas matérias postadas, e se isso é ser comentarista robô ou pago, vou arrepiar caminho.
    O jornalista com poder de comando no blog está no direito de filtrar seus participantes suspeitos de invasão ideológica.
    Espero que a nova diretriz consiga depurar esse veículo e sanitizar os conteúdos e agradar somente aos convertidos.
    Como disse Groucho Marx, ” Não aceito ser sócio de um clube que me aceite como sócio.”
    Dito isso não compareço mais, saio me desculpando de quaisquer deslizes que porventura tenha cometido.
    (Se alguém se interessar em trocar ideias ou debates políticos, no Face assino como James Pimenta e no Twitter com Marreta®, Faca na Caveira.
    Abraço a todos.

    • Prezado Pimenta,

      Vais arrepiar, como se diz no jargão popular?!

      Che, tu és um dos ótimos comentaristas que defende Bolsonaro com elegância, educação e respeito, e agora pretendes dar no pé?!

      Entendeste muito mal o que disse Newton com relação aos robôs.
      Nada com relação às posições nossas, mas a respeito dos comentaristas e robôs infiltrados que impedem tu postares as tuas opiniões, conclusões, pensamentos, enfim, o teu entendimento sobre a situação do país.

      Não concordo com esta tua decisão.
      Não é o Pimenta que conheço, um sujeito inteligente, culto, sagaz, mordaz quando quer, porém uma pessoa que “tremeu”, ficou receosa.

      Quantos textos que postaste e tinhas razão?
      Quantos que publicaste que Bolsonaro te contradisse?
      Eu, no caso, perdi a conta do quanto dizem que sou esquerdista, comunista, e passo longe desse pessoal, como me distancio de quem se diz de direita e capitalista.

      Orgulho-me da minha independência no blog, tanto em termos políticos quanto ideológicos.
      Meu partido é o ser humano e, a minha ideologia, o bem comum.
      O resto é o resto!

      Deixa de lado essa ideia de saíres do blog, eu te peço humildemente.
      Nada igual ao contraponto, ao debate a discussão, e precisamos de opiniões contrárias, pois elas podem nos fazer abrir os olhos ou mantê-los fechados.

      Pensa nisso, e deixa de bobagem.

      Segue a tua mente, a tua percepção, e trata de defendê-las, só isso.

      Abração.
      Saúde e paz.
      Te cuida!

      • Postei ‘arrepiar’ caminho no sentido de bater em retirada, procurar o caminho de casa, o caminho da roça.
        Não sou favorável construir ofensas gratuitas a cada frase e não gosto de conviver em ambientes onde se distila ódio e animosidade.
        Frequento este pedaço desde os tempos do Helio Fernandes, desde sempre sei da tendencia de esquerda das postagens e da maioria dos comentaristas e como gosto de debates onde se pode adquirir mais conhecimento.

        • Então, a maioria dos comentaristas pensa como nós, pois querem o debate, o esclarecimento, a outra interpretação.

          Nesse particular, Pimenta, conta comigo.
          Teremos muito que discutir e debater.

          Gostei que tenhas levado em conta a razão, e não a emoção.
          Afinal das contas, eu já “sai” e voltei para a TI mais de meia dúzia de vezes.

          Outro abraço.

        • (…) desde os tempos do Helio Fernandes, desde sempre sei da tendencia de esquerda das postagens e da maioria dos comentaristas (…)

          Ledo engano, Pimentão. Ledo engano… Os esquerdistas deste blogue, evaporaram ou as idéiás deles findada o ultimo dia de governo FHC. Aqui tudo senão é direitista e até extrema direita são de extremo centro… Ai Ji-zuis… Sera´que existe isso? EXtremo centro? Em todo caso vale o exagero… Que ver como nem este blogue e nem os articulistas são de direita. Basta ler as postagens de 2003 até 2016. Foram 13 (Ôh número do meu agrado!) de matérias nada favoráveis à politica progressista dos governantes da época. Então você está no ninho certo. Bemn acomodado. Cercado de ideias e jornalistas classe média e capitalista. Todos aversos aos anseios do povo sofrido e expoliado pela elite branca e endinheirada nos mais de quinhentos anos de Brasil. Então não arrede o pé. Aqui é o seu lugar… Eu que já fui leitor diário sim… Precisei dar no pé como diz o matuto por estas bandas… Sempre me senti desconfortável, mas como todo dependente que acaba em recaída vez por outro venho aqui ver como anda as coisa. Hoje fora um exemplo desta minha visita. Cai na besteira de ler os comentários e pá… Não resistir. Já estou imaginando na surra que vou levar… Continue fazendo os seus comentários. Com certeza o público e os mediadores irão ficar satisfeitissímos.

          Tenho dito… E sempre!!!

          • Bom comentário, caro Cel. Sebastião. Eu bem a verdade me senti desconfortável e me retirei um vez, mas voltei e continuei. E o motivo foi talvez esse em época atrás, com a fervilhante fase golpista. Acho que nessa época usava outro nome que não lembro.

  4. Diversos bovinos seguidores da infame seita fanatizante bolsonarista têm frequentado esta Tribuna tentando defender o indefensável:

    – O pior presidente da história do Brasil.

    Mas já estamos acostumados, pois outros bovinos seguidores da também infame seita fanatizante lulopetista batiam ponto aqui neste blog há algum tempo atrás.

    E nada disso impediu que a Tribuna da Internet continuasse sendo o espaço democrático que é.

    Não vou comparar o nível de ignorância dos dois diferentes times de fanáticos, pois isso não é possível de ser feito.

    Porém Bolsonaro se desvelou totalmente – de uma forma MUITO rápida – como o maior estelionatário eleitoral que já se viu, rasgando TODAS as promessas eleitorais decentes que fez.

    Para piorar, atualmente ele só governa tentando escapar da justiça, e dela também tenta proteger os seus filhos bandidos.

    Fez aliança com os piores bandidos contumazes do centrão, demitiu excelentes ministros e mantém jundo dele as figuras mais asquerosas do país.

    E segue como o maior negacionista e irresponsável desta Terra perante a perigosa epidemia de Covid-19.

    Quem ainda hoje defende Bolsonaro integra a sua boiada. Talvez por IMENSA ignorância, ou então porque se LOCUPLETA desse desgoverno asqueroso, neofascista e neocaudilhista.

  5. Parabéns, nobre Carlos Newton!
    Eu acompanho este blog já faz alguns bons anos, talvez 5 ou mais. Não sei. E consigo identificar muito de tudo isso que escreveu.

  6. Esse artigo do Carlos Newton me lembrou de uma “suposta” comentarista desta Tribuna, cujo apelido começa com a letra “T”.

    Pois essa “suposta dama” viva aqui fazendo os comentários mais vis, carregados de agressividade e ódio. Então certo dia resolvi debater com ela, desvelando o seu mau caráter. Até que ela tentou se fazer passar por uma mulher sofrida, batalhadora e merecedora de compaixão… foi patético demais!

    Enfim, os serviçais do gabinete do ódio são remunerados com dinheiro IMUNDO para isso mesmo. Então precisam mostrar serviço e enganar o gado pelo maior tempo possível.

    • Juca Valo, você é patético me comparando a robôs. Sou funcionária pública no Rio de Janeiro, tenho 61 anos, mãe e avó. Gosto do Bolsonaro desde tenra idade, sou vizinha de subúrbio de Bento Ribeiro, onde ele morava. Ele sempre foi o que é, bronco, viril, deselegante às vezes, mas de bom caráter, honesto, família, patriótico e temente a Deus. Lá atrás votei em Lula, pensando que ele ia ser o que não foi, votei no Serra também pensando que não ia ser enganada, e no Aécio, bom gestor, simpático, educado e refinado, me cativou com todas essas qualidades. Voltando ao Bolsonaro, apesar dos defeitos, pra mim está fazendo um bom governo, honesto acima de tudo, sendo um bom começo, mesmo com a oposição do Congresso, STF, Mídia, etc. Não quero polemizar com você ou outros comentaristas, mas apenas comentar sobre as postagens do blog. Não falo ou discuto com ninguém, apenas sobre os temas propostos, mas infelizmente os meus dizeres não agradam a alguns oposicionistas, que contrariando a ética veem me atacar constantemente. Depois dizem que eu que sou um robô pago, ledo engano. Dito isto, eu me afastei daqui, porque sempre que eu me exponho, sou atacada, por vezes com termos impróprios e deselegantes. E desculpe por defender Bolsonaro e desagradar a uns e outros. Fica o registro.

        • Dr.Ednei,

          Com a sua devida permissão, mas Aécio foi candidato à presidência da República, perdendo as eleições para Dilma.

          Logo, obteve votos nos quatro cantos do país, e não só do Rio de Janeiro.

          Saudações.

          • Eu votei na Dilma (contra) o Aécio – mas minha escolha foi Marina.
            Já votei no Cristóvão Buarque.
            Sempre tem em quem votar.
            Essa coisa de não votar eu não faço nunca!
            Tem sempre um menos pior…
            É como aquele conto de Voltaire, Zadig (ou Destino) que tem o momento da escolha do Tesoureiro real e o monarca pediu o conselho de quem escolher. Zadig então sugeriu um evento onde os candidatos, depois de passarem por um corredor cheio de jóias , teriam que dançar… e foi escolhido vencedor aquele que dançou com mais desenvoltura, leveza – em detrimento daqueles que cheios de prata por baixo dos panos mal conseguiam sair do lugar.

          • Prezado Francisco Bendl,

            Obrigado pela informação. Acontece que se apagou de minha memória que Aécio tenha sido candidato à Presidência da República, em oposição à Dilma.

            Isto, então, justifica que a Sra. Terê tenha tido chance, uma vez, de votar em Aécio Neves.

            Um grande abraço.

  7. Vou até contar como surgiu esse meu pseudônimo. No início acho até que me identificava por nome inicial mesmo. Depois passei a usar esse pseudônimo.
    E vou até contar aqui pra você, CN, e aos colegas de TI, porque passei a usar esse pseudônimo. E até curioso.

    Acontece que teve um ano de eleições. No trabalho não se podia ficar fazendo manifestação política. Mas às vezes tinha. Tinha um colega, que serviu no Exército. E ele é muito implicante, de direita, à favor da Ditadura, de cassetete no lombo etc. e discutíamos muito.
    Um dia estava relembrando desenhos antigos no YouTube. E achei ótima a frase do leão da montanha. Então, para implicar (de volta) com esse amigo com quem costumava (agora está em outro setor) travar discussões sobre política, e especialmente de segurança, às vezes acaloradas, mas especialmente naquele tempo de corrida eleitoral, eu falava – olha, não esqueça o que dizia o leão da montanha: “o caminho é pela esquerda”. E ele me passou a falar de manhã “chegou o leão da montanha”.
    Tomei gosto e daí resolvi colocar desde então o pseudônimo nesta TI que acompanho só para discutir política nacional… e não parei.

    Abraço, CN.

    • Já o meu nick chegamais é do tempo do blogdonoblat … quando ninguém usava seu próprio nome kkk KKK kkk lá por 2004 … e usei vários apelidos até que percebi que comentavam sem saberem da real situação dos RJ – cidade e estado … … … e o completo é … chegamais uma nova versão dos fatos – a restauradora da verdade … … … pretensioso, né???

      Depois, Noblat foi nos pedindo que comentássemos com o próprio nome 🙂
      🙁

  8. Não vejo perigo nenhum nessa artimanha – o bolsonariano deve ser tão estúpido quanto o mestre. Levando isso em conta, e que a turma da TI é esclarecida, o tal “gabinete do opróbio” vai gastar tempo e dinheiro para nada. O que me preocupa no entanto é eles contarem com a simpatia da Damares. Consta que ela tem uma amizade forte, desde criancinha, com o Salvador do Mundo.

  9. Podemos divergir, discutir e mesmo “brigar” – no campo das ideias -, contudo realmente é duro ter que conviver com teleguiad@s – e ainda por cima, pagos -, pra defender o indefensável.
    Vida longa à TI!

  10. Quer dizer que defender o governo e presidente pelas causas justas é proibido e errado? Como já disse anteriormente, CN já foi corrompido pelo lado negro da força (sistema). Sem prestígio, sem informação, sem verdades, sem contribuição, sem razoabilidade, ou seja sem nada. Se tornou mais desesperado pela ideologia imbecil que adotou para sua vida. O fundadores dessa TI devem estar com vergonha do senhor. O senhor não é da estirpe de um Carlos Lacerda e de Hélio Fernandes. O senhor está mostrando a sua verdadeira face autoritária e fascista. A liberdade para o senhor só é permitida para aqueles de pensamento esquerdista e ditatorial. Dê um grande abraço em seus amiguinhos Alcolumbre e Alexandre de Moraes.

  11. Pessoal bom dia ! Viva a diferença! Cada um defendendo seu objetivo de vida…amar …odiar…evoluir moralmente….intelectualmente….ter muito dinheiro …. ser vazio existencialmente….
    A semeadura é livre mas a colheita obrigatória.
    E o mínimo que podemos fazer pelo outro é Respeitar! Tambem temos que ter tolerância com a ignorância moral dos outros…
    Como sempre digo, é de quem tem mais para quem tem menos!
    O contrário fica difícil.
    Shift Del para os menos iluminados!
    Paz e Luz a todos!
    Abraços
    Suely

  12. A postagem do Newton não tem implicações com a democracia que caracteriza a TI.

    Na verdade, robôs e comentaristas profissionais são os que não aceitam opiniões em contrário, logo, querem que o blog não tenha mais essa condição que ostenta há tempos.

    E tem sido percebível que são sempre os mesmos anônimos ou nomes inventados que, além de defenderem Bolsonaro, e de maneira fanática e radical, ofendem e insultam quem posta o contrário.

    Nesse aspecto, virou praxe agredir quem critica o presidente, sendo rotulado de esquerdista ou comunista, e que devem morrer, ser eliminados, vagabundos, ladrões, e uma série de impropérios que identifica seus autores como reles marionetes ou fantoches, como quiserem ou preferir.

    Lamentavelmente, essa gentalha que se presta a esse tipo de serviço contra o povo e país impede a discussão, o debate salutar, o contraponto, que seriam muito interessantes para a população o momento atual ser esclarecido apartidariamente.

    Pois é justamente informar que não querem permitir;
    Querem negar o direito à livre expressão;
    Querem mudar o conceito democrático para permissão governamental;
    Entendem que é a vez da direita governar, mesmo que os ânimos sejam acirrados até se chegar a conflitos pessoas generalizados, e daí para o pandemônio social.

    Esses robôs e comentaristas alugados pensam que as FFAA os apoiam, que estão com o poder ao lado, que não têm limites, que fazem o que querem e fica por isso mesmo.

    Newton os alertou nessa postagem em tela, que está atento a tais manobras.
    Não quer a TI partidária ou ideológica, porém isenta e imparcial. Agora, deseja e luta para que todos nós tenhamos oportunidades para postar o que entendemos sem qualquer censura, a menos que desrespeitosa e insultuosa.

    Os bolsonaristas têm o blog à disposição.
    No entanto, terão de aceitar opiniões em contrário, querendo ou não.

  13. Vamos por partes:

    1.usar a internet pública não é crime.

    2.desde da campanha 2018,esse blog TI,ficou infestado de Bolsanaristas, e usando métodos nada ortodoxos.

    Por motivos inconfessáveis,ou por desconhecer a história politica,tem alguns arrependidos.

    Os robôs pré e pós pago,eles não apresantam e nem discuite idéias,apelam para deboche…

    SDS

  14. Parabéns caro CN, é por isto que insisto em nunca deixar de acompanhar este blog, agora mais ainda, sabendo que os “comentaristas profissionais” foram identificados e, não são bem vindos. Hoje como ontem temos muitos “comentaristas” profissionais defendendo o indefensável, também pudera, vivem de babar nos ovos dos poderosos.

  15. Carlos, espanta-me ver que aja comentaristas reclamando, neste post ou em outros, sobre a “orientação política” da TI, e, consequentemente, sua.
    Conhecemo-nos e somos amigos já faz tempo e sou testemunha da sua isenção em publicar posts aqui de todos os matizes políticos, haja vista hoje mesmo o post do Puggina, um dos grandes comentaristas daqui, defendendo que o desarmamentismo é um equívoco (com o que, aliás, concordo) e com sua transparência em nunca ter escondido o fato de que você é comunista (e, digo eu, no sentido em que o comunismo foi sonhado e nunca executado). Nunca, em todo esse tempo, vi você censurar ou falar mal de um comentário ou um post por ser de esquerda ou de direita, nem mesmo como um comentário. Louvo a sua persistência em conservar este blog, digno sucessor da antiga “Tribuna de Imprensa”, onde você batalhou junto com o Hélio Fernandes, e da qual fui leitor desde o tempo do Carlos Lacerda com sua icônica lanterna acesa ou apagada na primeira página de acordo com o peso da censura daqueles tempos até sua extinção, como um espaço apartidário aberto a toda boa discussão de idéias. É talvez o último espaço na nossa internet que resiste à polarização e à consequente queda de qualidade que vem afastando todos os que pensam com alguma clareza dos blogs de esquerda e de direita que pululam na rede. É por isso que continuo lendo diariamente a TI e mesmo oferecendo minha parca participação nas suas discussões, que, como em todo lugar ao longo de minha vida, sempre assinei com meu nome inteiro.
    Atacar você e sua história como jornalista revela bem o triste nível intelectual de alguns dos que por aqui passam e a falta de recursos melhores para defenderem suas posições. Fique tranquilo que esses nunca conseguirão apagar os muitos excelentes comentaristas que tenho tido o privilégio de ler e às vezes discutir nesses anos em que tenho sido leitor da TI.
    Força e persistência para continuar na luta. Precisamos de você. Um abraço do seu amigo Mano.

  16. Aqui em Porto Alegre-RS,a Prefeitura,(procempa),em Parceria com `a do Governo Estadual,desde os tempos do PDT,PT,e os atuais mandatários,mantem a internet grátis-WI FI,livre nos parques,nas praças,em frente a órgãos públicos,etc.

    Sendo,que, no governo Petista,ampliou o sinal aos rincões do RS.

    De outra banda,iniciativa privada oferece wi fi, grátis por uma hora,e só prencher o cadastro.
    Exemplos: super mercados Zaffari, e farmácias Panvel,que atua na região sul.

    Enquanto isso,que fez esse governo ??

    O agente do MOSSAD,vestiu carapuça..
    kkkkk…

  17. Não tenho nenhum problema com o pessoal que defende o presidente ou uma ideologia conservadora, desde que essa defesa seja realmente sincera.

    Até entendo a confusão reinante entre crença e razão. Aqueles que defendem o atual presidente, porque acham que por causa dele o PT foi alijado do poder e assim acabou-se a corrupção.

    Certamente, muitos que comentam o fazem movidos por alguma convicção, seja uma convicção genuína ou aquela derivada da troca monetária. Para esses últimos, qualquer argumento não serve, mas podem mudar de opinião, caso um intere$$e maior se apresente. Para os que possuem uma convicção inabalável, que deriva da paixão, também qualquer argumentação é vã. Como dizem muitos, a fé não se explica e não necessita ser explicada.

    Então, procuro comentar sempre à luz da racionalidade, sabendo que para a maioria a diferenciação entre os preceitos de direita e de esquerda não são entendidos, principalmente na área econômica. Assim, sempre argumento com quem se dispõe educadamente a expor suas ideias, mesmo que não concorde com elas.

  18. Tribunários
    Vou e volta, quando o tempo me é oferecido. Frequento outros espaços, inclusive em veículos regionais e jornais.
    As redes estão viradas em debates inócuos, agressões gratuitas, mentiras e desinformações.
    Como tem feito nos últimos 30 anos, procuro sempre jogar com a verdade! Ela é uma só, já a mentira …
    Grupos da maldade usam “cabeças tontas” como “lixeiros”. Transportam de graça o lixo e o entregam em mãos”
    A nossa TI é um dos poucos, raros espaços que se consegue ler matérias e debater com qualidade. Sempre foi assim. Aqui e ali atacada, brigas internas e desrespeito sob controle. Ser democrata é difícil, exige paciência, jogo de cintura, etc. Mas, quando chega na “linha de fundo”, terminou o campo!
    Confesso estar meio por fora, embora tenha notado, aqui e ali, defesas e debates “fora da casinha”.
    A política sempre foi uma área onde duvidosos e vigaristas buscaram atual. Infelizmente, nas últimas décadas, a maioria terminou sendo eleita pelo sub-mundo do imundo!
    O que mundo? Nossa democracia apodreceu, de vez! Nos tres níveis do poder e em suas instâncias, estão mandando “cidadãos de terceira classe”, mas com poder económico e apoios enormes. A reelege-los, eleitores sem qualquer qualidade.
    Por fim, as redes sociais passaram a dar espaços para quase todos. Semana passada, nosso centro de estudos concluiu trabalho de seis meses, após recolhermos mais de 35.000 comentários de leitores, em cerca de 130 veículos de comunicação. Nossa TI está, merecidamente, entre eles.
    A imensa maioria são opiniões sem fundamentos, sem lógica e mentirosas!Assim, estamos mostrando o “lixo” que é produzido, diariamente.
    O que mais nos impressionou é a perda de tempo, de energias,
    Por fim, nos perguntamos: como mudar o país com gente com mentes tão doentes, sem conhecimento, sem compreensão do que são e do que estão fazendo com o futuro dos filhos, dos netos?
    Reitero aos amigos: pessoas como conheci na TI e em outros poucos lugares, fazem parte de uma reserva técnica que está acabando!
    Aqui em Porto Alegre, eu e um bando de malucos, trabalhando 15 a 18 horas por dia, para colocar no ar 11 sites (da cultura a política). Até o final do mes estarão no ar!
    Existe um Brasil e brasileiros que precisam se fazer conhecer e mostrar do que este país precisa para ser uma nação!
    E não vamos desistir!
    Um fraterno abraço em todos.
    Fallavena

    • Parabéns, Fallavena! No geral, discordo de algumas, senão muitas (hehe), opiniões suas. Mas são sempre bem feitas, mesmo discordando, paro e leio seus comentários até o final.
      E voltando aquele assunto, continuo achando que, na Educação ou na Saúde, faz-se necessário monopólio do estado tirando a competição das empresas na educação básica e fundamental – as elites pirariam – mas só assim que vejo como possível haver melhor acesso a todos, pois como sabemos, as universidades públicas são muito procuradas pelos filha coxas elites que por isso querem se meter no espaço para “proteger” seus filhos de ideologias indesejadas que, na verdade, é da natureza orgânica do meio tão questionador como é o acadêmico.
      Assim também vejo na Saúde – exceto a de alta complexidade. Só está última admitida a atuação da rede privada. Novamente aqui – as elites pirariam – seria mais levada a sério a saúde básica de todos.

      • Leão da Montanha
        O debate é longo e as possibilidades enormes.
        Apenas uma pincelada: as cotas para asa universidades, só são necessárias pela falta de qualidade da escola pública! E qualidade não se alcança passando alunos a moda “miguelão”, com professores e planos de carreiras sem qualidade. Precisamos defender a profissão, a missão, e menos as pessoas. Qualificar, pagar o justo e cobrar resultados na escola pública é a única maneira de tornar a escola privada opção e não salvação!
        Temos muito o que fazer e é preciso fazer certo.
        Abraço e obrigado.
        Fallavena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *