Gabinete do ódio tem nova missão do Planalto: detonar a terceira via o mais rápido possível

Charge de Humberto: Gabinete do ódio

Se não destruir a terceira via, Jair Bolsonaro será derrotado

Vicente Nunes
Correio Braziliense

O gabinete do ódio, comandado pelo vereador Carlos Bolsonaro, já recebeu sua próxima missão: detonar o mais rápido possível a terceira via, vista como principal ameaça para a reeleição do presidente Jair Bolsonaro em 2022.

A pressa tomou conta, diante da decisão do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, de deixar o DEM para se filiar ao PSD, pelo qual deve ser candidato à Presidência da República. Ainda que seja totalmente desconhecido do grosso da população, pode ganhar embalo quando a campanha começar.

COM FAKE NEWS – Carlos Bolsonaro está montando toda a estratégia para tentar desconstruir, com fake news, os possíveis candidatos da terceira via que tendem tirar votos do pai e ainda agregar a direita que abandonou Bolsonaro, decepcionada com os rumos que o governo tomou, sobretudo ao jogar para o alto a bandeira do combate à corrupção.

Neste primeiro momento, o foco principal da empreitada de Carlos Bolsonaro é o ex-juiz Sérgio Moro. Ele é visto como um “tirador” de votos de Bolsonaro, pois ainda tem forte representatividade na direita conservadora. Várias ações contra ele estão a caminho.

Para Bolsonaro, o que importa é que ele e Lula levem a disputa para o segundo turno. O presidente tem a certeza de que, com o petista, ele conseguirá ressuscitar “o maior partido de 2018”, o antipetismo, que foi fundamental para levar o capitão ao Palácio do Planalto.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGEssa missão do gabinete do ódio é fundamental. A única chance de Bolsonaro se reeleger é destruir a terceira via, e não será nada fácil concretizar esse intento. (C.N.)

15 thoughts on “Gabinete do ódio tem nova missão do Planalto: detonar a terceira via o mais rápido possível

  1. Ad favas estão contadas.
    O eleitor não será enganado tão facilmente.
    Moro nunca prestou, mas foi tremendamente útil a Bolsonaro.
    Acreditar em Moro depois de tudo que ele aprontou é realmente não ter noção de nada.

    • “Acreditar em Moro depois de tudo que ele aprontou é realmente não ter noção de nada.”

      O que o Moro aprontou? Roubou quanto? Devolveu quanto aos cofres públicos?
      Qual era o codinome dele na Odebrecht?

      Sabe que não lembro, mas tinha um codinome sim. Pode me lembrar?

      Ronaldo, agora o Sr. se superou.
      rsrs

      Deixo um respeitoso abraço.
      JL

  2. Alguém viu a notícia de mais uma medalha de condecoração – que não sai barato – distribuída pelo Genocida a um familiar(??) Já são três medalhas esse ano para a Michele e outras três para o Flavio… Isso não é uma imoralidade (?)

  3. O que tentam plantar na cabeça do abestado eleitor como sendo terceira via, não passa de um projeto bolsofacista nutela. É alguém para dar continuidade à destruição iniciada pelo Michel Cond Drácula Temmer, depois o Bozo (o escolhido por todos que hoje defendem terceira via) temperado com um novo sabor para enganar o besta do eleitor. Simples assim. Será que o abestado do eleitor cairá novamente?

  4. Está na hora dos defensores da Terceira Via criar o Gabinete do Amor para duelar com o Gabinete do Ódio.
    O Gabinete do Amor vai colocar no chinelo Stalin, Pol Pot, Fidel, Mao Tse Tung e outros amorosos que tantos benefícios trouxeram para a humanidade, reunir criaturas ao criador é um ato de tremenda caridade cristã.
    Hehehe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *