Genoino recebe alta e contribuinte deve se preparar para conta de até R$ 1 milhão


Ucho Haddad

Após 27 dias internado, o deputado federal José Genoino (PT-SP) recebeu alta e deixou o Hospital Sírio-Libanês, o mais caro e disputado do País, onde se submeteu a uma cirurgia na aorta.

Condenado à prisão pelo Supremo Tribunal Federal na Ação Penal 470 (Mensalão do PT), Genoino foi internado às pressas após sentir-se mal em Ubatuba, cidade do litoral norte paulista. No hospital onde são tratados nove entre dez políticos, sempre financiados pelo suado dinheiro do contribuinte, o mensaleiro José Genoino conseguiu corrigir uma dissecção da aorta, processo em que a artéria abre-se em camadas e provoca hemorragia. Além do problema na aorta, o deputado petista sofreu uma isquemia cerebral leve, que de acordo com os médicos foi prontamente revertida.

Desse período de internação do mensaleiro petista os brasileiros serão contemplados com uma conta que deve variar entre R$ 700 mil e R$ 1 milhão, que em breve será apresentada à Câmara dos Deputados. Sem contar o salário e as verbas parlamentares do período, cujo valor já foi depositado em conta.

Enquanto os chamados representantes do povo rumam na direção do melhor hospital do País ate mesmo para curar uma dor de cabeça mais forte, os seus representados morrem nas filas do SUS à espera de um atendimento médico. Sempre lembrando que os petistas batem no peito para afirmar que o governo do foragido Lula conseguiu diminuir as diferenças sociais no País.

(artigo enviado por Mário Assis)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

14 thoughts on “Genoino recebe alta e contribuinte deve se preparar para conta de até R$ 1 milhão

  1. Vejam o exemplo daqueles que pensam o Brasil.
    Vejam o resumo da saúde pública no pais.
    Por quê o comunista José Genuíno não foi para Cuba? Lá, a medicina é de ponta, Padilha está importando médicos competentíssimos,nem precisam do Revalida para clinicar nessa terra sem leis.
    O dinheiro do erário paga a mordomia dos membros do “partidão”. Eles pensam a nação. O que vale é o império das ideias, e das capacidades individuais sobre o coletivo.
    Quer ideia melhor que desviar o dinheiro das escolas ou unidades de saúde ou da segurança, para pagar a conta do tratamento de um salafrário condenado, justamente, por desviar dinheiro e que está próximo de ir para a cadeia?

  2. Vejo nesta notícia um forte precedente para que o cidadão-brasileiro-eleitor-contribuinte (para usar a expressão do dr. Hélio Fernandes) também reivindique, quando precisar, o mesmo tratamento, no mesmo hospital ou em outro, de igual padrão. Na democracia, o povo é que é o mandante e os eleitos, mandatários, estes exclusivamente a serviço daquele, de quem recebem paga para representá-lo. Essa relação de mandante-mandatário, outorgante-outorgado, preponente-preposto e tantas outras denominações, são do Direito Privado mas, por lógica e analogia, também é aplicável ao Direito Público, ao Direito Eleitoral.
    Não pode o mandatário, representante do povo, desfrutar de privilégios que o povo representado não tem. Mais ainda quando é norma pétrea da Constituição Federal que todos são iguais perante a lei. Taí uma boa causa(inédita) para ser levada aos tribunais, podendo ser tomado como paradigma o “Caso Genoíno”, à falta de tantos outros semelhantes já ocorridos. E que sempre ocorrem. E ocorrerão. Em suma: se Genoíno,como parlamentar-mandatário do povo, quando precisou, preteriu o SUS para ser tratado no Sírio-Libanês,à custa do dinheiro do povo, então, que todos nós, povo-eleitor-mandante, tenhamos o mesmíssimo direito.E se não tanto, que Genoíno devolva de seu bolso aos cofres do Tesouro Nacional tudo quanto com ele foi gasto com o tratamento pago com o dinheiro do povo.
    JORGE BÉJA

  3. Para mudar todo esse descalabro na política nacional, somente com mudança radical e
    drástica, fora isso, com os personagens da política atual que temos, essa vergonha nacional,
    só mudará quando nascer dente na galinha.

  4. Esse asno que deveria receber o título de “O COVARDÃO DO ARAGAUIA” por ter dedurado todos os “CUMPANHEIROS” sem tomar uns tapas bem dado na orelha, segundo o Cel LÍCIO que o prendeu durante a guerrilha, deveria ter ido para o inferno lá no hospital.

  5. …SE os brasileiros, so querem viver onde tem muito boas condiçoes, shoppings, bons restauranates, lugares muito chics para passearem com seus carroes, muito bons colegios para seus filhos estudarem, BONS CLUBES de festas e recreaçao e etc. Por que deixar os rinçoes sem nenhuma assistencia??? que venham cubanos, …eses, …neses, …rianos, russos e mais quem puder e quizer. Nao pode é deixar o povo morrer à mingua, como vem acontecendo desde 1500. Precisamos lembrar, que o corparativismo das entidades que representam a classe comercial medica é muito forte e tenta passar para os desavisados que isso é muito ruim. Claro a demanda nos grandes centros vai diminuir. O texto a seguir esclarece alguns… Desobriu-se ate, que tem medico que chega ao hospital, bate o ponto e vai embora. Nao vi nenhuma entidade, associaçao, levantar-se a defender o povo neste caso… http://gilsonsampaio.blogspot.com.br/2013/08/elaine-tavares-precisamos-dos-cubanos.html

  6. Se realmente a conta for paga com dinheiro público tratar-se-á de uma ABERRAÇÃO. Sugiro uma Lei de iniciativa popular. Nela, quem quiser os cômodos de se candidatar e ser eleito, também deverá suportar os pequenos incômodos de: I- Se submeter ao atendimento em hospitais públicos quando necessitar de socorro ou intervenção médica; II- Ir para o trabalho via transporte público; III- Matricular seus filhos em escolas públicas.

  7. Não acredito que essa causa prospere na prática e por uma simples razão. A alta burocracia de um país tremendamente injusto no plano social e econômico, como é o nosso, nunca aceitaria fazer o trabalho eficiente de manutenção dessa ordem estabelecida sem tais privilégios. Além de impraticável na nossa ordem econômica, o Dr. Beja sabe bem, como brilhante advogado que é, que a norma constitucional por ele citada é DECLARATIVA, portanto, maleável e elástica, como assinalou no passado Hermes Lima e Benjamin de Oliveira Filho em seus respectivos livros de Introdução à Ciência do Direito.

  8. O povão que recebe os bolsas disto ou daquilos devem estar muito satisfeitos com a melhora do senhor genuíno que de genuino não tem nada. Eles é que deveriam ficar com a conta do hospital. Povo ignorante e sem preparo vota nestes canalhas que só usam os melhores hospitais do País para se tratar enquanto eles, que ganham miigalhas do governo se contentam em morrer nas filas dos hospitais e postos de sáude público que existem pelo País afora.

  9. O governo, passou atestado de falência do SUS, importando escravos de cuba com certificados de médicos, isto em pleno século XXI.
    Há muito, o SUS, é a porta da “morte ou aleijume”, do “Zé e Maria Bagaço”, a chamada grande Mídia, não nos deixa mentir.
    Essa última leva, no Sírio, Genoino, Sarney,os “idiotas Zés e Marias” pagam e vão continuar a pagar a conta através dos impostos escorchante, cujos retorno na saúde(SUS), é o Direito de morrer ou ficar aleijado!!
    Srª Presidente, essa atitude de seu governo, não vai resolver o problema da saúde, muito pelo contrario, vai piorar,os “exames de laboratório”, como ficam.
    É lamentável que o Brasil, abençoe à ESCRAVIDÃO explicita.
    Os Conselhos de Medicina, Associações Médicas, recorram à Justiça, para “barrar” esse “engodo do governo”.
    Rui, você atualíssimo, e De Gaulle, você continua certo.
    Pergunta: O Ministério Público Federal, onde está!?!?, não é a “CASA DA LEI”, para que Ela seja cumprida, o POVO DERRUBOU A PEC 37, vamos HONRAR esse POVO SOFREDOR E ENGANADO!!!

Deixe uma resposta para vianna Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *