Gente fina é outra coisa. Luiz Estevão dá festa para 2 mil convidados no Lago Sul

José Alberto Vantuil

Segundo reportagem de Diego Amorim, publicada no “Correio Braziliense”, Luiz Estevão promoveu um evento que mobilizou o fim-de-semana de Brasília. Condenado pela Justiça Federal e com parte dos bens bloqueados, o senador cassado ofereceu, na noite da última sexta-feira, a festa milionária, para cerca de 2,2 mil convidados, em sua mansão, para celebrar os dezeseis anos da filha Luiza. Um DJ de renome internacional foi contratado ao custo estimado de US$ 300 mil.

Luiz Estevão e a mulher, Cleucy, desfrutaram da animação que tomou conta da pista de dança montada na casa da família: Veuve Clicquot à vontade (Carlos Moura/CB/D.A Press)

A decoração da megaestrutura construída no jardim da residência, localizada na QI 5 do Lago Sul, teve direito a cores fortes, iluminação em LED e muito brilho . Os convidados foram recebidos por manobristas, nos dois lados da rua.

A comemoração teve dois buffets – um deles com 70 garçons.  Nas bandejas, copos e taças, champanhe Veuve Clicquot, vodca Grey Goose e uísque Black Label. Nos banheiros, medicamentos para ressaca (Engov e sal de frutas).

DJ SUECO

O DJ sueco Avicii, de 23 anos, abrilhantou o evento. Avicii é o número três do mundo na lista de 2012 da revista britânica DJ Magazine, especializada em música eletrônica, e o 10º mais bem pago no mundo em 2011, segundo a revista Forbes. O cachê dele é estimado em US$ 300 mil.

Sobre a condenação a quatro anos e oito meses de prisão, ocorrida no início do mês por sonegação fiscal, o ex-senador diz esperar revisão. Afirma que os débitos alvos da ação foram parcelados e vêm sendo pagos. Admite que desde o episódio que levou à cassação de seu mandato, no Senado em 2000, respondeu a 41 processos judiciais. Destes, 36 já foram arquivados e cinco ainda estão em andamento.

Em 2012, Luiz Estevão fez acordo com a Advocacia-Geral da União para pagar R$ 468 milhões por desvios na obra do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo, escândalo que envolveu o juiz Nicolau dos Santos Neto. Estevão foi o primeiro senador cassado da história do País após a redemocratização.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *