Geraldo Alckmin e ACM Neto são os vencedores desta eleição, e o perdedor é Lula

Resultado de imagem para lula derrotado CHARGES

Charge do Sponholz (sponholz.arq.br)

Carlos Newton

Toda eleição é sempre interessante e intrigante. Desta vez, as urnas marcaram a derrocada do PT em praticamente todo o país, com exceção apenas do Acre, que é inexpressivo em número de eleitores e há décadas está sob controle dos irmãos Jorge e Tião Viana, que passaram parte da juventude em Brasília, onde a família morava quando o pai deles, Wildy Viana, era deputado federal pela Arena, depois PDS e, por fim, PFL, vejam como as coisas podem mudar na política. Hoje, o velho Wildy é petista de carteirinha.

Lula jamais permitiu que o PT criasse novos líderes que pudessem ameaçar sua hegemonia sobre o partido. Para evitar que isso acontecesse, ele criou “postes” eleitorais como Dilma Rousseff e Fernando Haddad, e até conseguiu elegê-los, represando as lideranças mais antigas e efetivas do partido. O resultado aí está. O PT não tem mais lideres e já perdeu a força política que tinha no Rio Grande do Sul e no ABC paulista.

O criador do PT quer ser candidato em 2018 e ainda sonha em renascimento do partido, mas é apenas uma ilusão à toa, como diria o genial compositor Johnny Alf. Se Lula não estiver atrás das grades na época das próximas eleições, deve acender uma vela a todos os santos.

ALCKMIN FORTALECIDO – Ao contrário de Lula, o governador paulista Geraldo Alckmin sai amplamente vitorioso nesta eleição. Em busca da nova candidatura à presidente em 2018, ele mostrou que também sabe plantar postes, enfrentou a resistência de todos os caciques do PSDB, lançou sozinho o empresário João Dória Jr. na disputa. Com a política no sangue. filho do deputado João Dória (PDC-BA), que também era jornalista e publicitário, cassado e exilado na ditadura, o poste de Alckmin não decepcionou.

Com a surpreendente performance de Dória Jr. em sua estreia nas urnas, Alckmin se credencia para tentar novamente a Presidência da República, ao demonstrar que picolé de chuchu pode não ter gosto, mas rende votos. Sem dúvida, Alckmin conseguiu perturbar o sono e o sonho de Aécio Neves e José Serra, que são os dois outros presidenciáveis do tucanato.

O REI DA BAHIA – Quem também saiu vitorioso foi o prefeito Antonio Carlos Magalhães Neto. Ao contrário do que muitos pensam, ACM Neto não é filho do falecido deputado federal Luis Eduardo Magalhães. Seu pai é Antonio Carlos Magalhães Filho, que era suplente do velho ACM, chegou a assumir o mandato de senador, mas sempre foi figura Totalmente apagada na política.

Mas o filho ACM Neto é uma revelação. Entrou na política diretamente como deputado federal, elegendo-se em 2002 como mais votado do PFL baiano, na aba do avô, é claro, que então dominava a política baiana. Desde o início do mandato, ACM Neto foi logo mostrando serviço. Desinibido, competente e seguro, imediatamente virou vice-líder do PFL, atuando com destaque no plenário e nas comissões. Em 2006 e 2010, reelegeu-se para a Câmara, em 2012 venceu a eleição para prefeito de Salvador e agora repetiu a dose, com impressionante margem de votos.

Com certeza, ACM Neto será governador da Bahia em 2018 e depois poderá tentar a Presidência da República. É um líder em ascensão.

###
PS –
Em Minas Gerais e no Rio de Janeiro, o fracasso do PT é impressionante. O grande vitorioso é Marcelo Freixo, do PSOL, que pode atropelar por fora no segundo turno e derrotar o outro Marcelo, o Crivella do PRB. Sem dúvida, Freixo é outro jovem líder em ascensão. (C.N.)

26 thoughts on “Geraldo Alckmin e ACM Neto são os vencedores desta eleição, e o perdedor é Lula

  1. Caro CN … o senhor se esqueceu do PMDB … fracassou perdendo a capital RJ … fracassou com Marta em SP … aguardemos o resultado pelo resto do Brasil … … … terá o eleitorado punido o PMDB??? sds.

  2. E o poder de fogo do PSDB em cima do Temer vai aumentar.
    Fiquei impressionado com a Marielle França, que sem nenhum recurso, moradora da Maré, chegou em 5.º lugar como vereadora. O PSOL tem o que o PT perdeu, a militância, agora mesmo está tendo uma festa na Lapa com mais de 10.000 pessoas.

  3. Será que os eleitores do Pedro Paulo e do Bolsonaro votarão no Freixo?
    Acho difícil, hein?!?
    Vale pela torcida.
    Se esse cidadão ganhar o Rio vira uma praça de guerra definitivamente.

    N’ oantagonista.com : Marcelo Freixo conseguiu 28% dos votos em 2012; hoje, teve pouco mais de 18%.

    Muito bem, Freixo.

    • Então ou não se vota ou se vota no Crivella?
      Acho que religião e política não deveriam se misturar.
      Mas diz-se que a igreja católica faz o mesmo.

      Em quem acreditar? Isso é guerra de informação, pobre povo.

  4. Há tempos digo que lula destruiu não apenas o pete, mas a esquerda. Imaginem só, em SC temos 295 municípios. O pt ganhou em 11(onze) deles!. Nenhum tem mais de 5 mil eleitores. Ele queria destruir o DEM e agora seu partido virou nanico, atrás do próprio DEM. É mole ou quer mais?

  5. Freixo teve menos que na eleição passada. E o mesmo não é essa coca toda. Ele teve sorte que Crivela desperta ódios das comunicações do RJ. Mas o melhor foi o filhote do Bolsonaro que ficou colado entre os PSOL e PMDB. O PMDB levou uma lavada muito fraco o seu candidato. No final deu o previsível dentro da mediocridade dos candidatos.

  6. Show de democracia foi o que vimos hoje.
    Votar é sempre muito bom.
    E todo candidato tem sempre algo novo a dar.
    Se não der, cai na outra eleição.
    É do jogo democrático, faz bem pra todo mundo.
    Eu estava de ressaca, de tanto ver TV, curiosa.

    Parabéns ao Suplicy, o vereador mais votado.
    Merece. Que humildade…
    E São Paulo é a cara do Dória.

  7. Novamente os institutos de pesquisa junto com a mídia manipulam as eleições. O Bolsonaro, apesar de não apoiar suas idéias, foi prejudicado pois até a véspera o colocavam com menos de 8%, na quinta ou sexta posição. E conseguiu 14% com mais de 400 mil votos (Freixo teve mais de 500 na mesma faixa de votação). Urna jabuticaba e datafalha&cia são alguns dos cancros do processo eleitoral.

    • interessante que o mesmo saiu de 100 mil para 400 mil votos, e Freixo caiu nessa eleição. Somente acho que o Crivela teve o melhor para ganhar talvez no segundo turno sobre o Freixo. Basta ver os vereadores teve poucos de esquerda.

  8. Os resultados por partidos até agora (O Antagonista)

    Brasil 02.10.16 20:47

    Até o momento, os resultados dos principais partidos são os seguintes:

    PMDB: caiu de 1.015 para 986 prefeituras;

    PSDB: foi de 686 para 767 prefeituras;

    PSD: foi de 495 para 501 prefeituras;

    PP: caiu de 474 para 460 prefeituras.

  9. Que nojo. Ou será uma homônima mesmo? Mas por que só agora, em novembro, dezembro de 2015?

    Não sabem do que estou falando? Apareceu uma Ofelia como eu, recebedora de Bolsa Família em Dourados, MS, no valor de R$35 por mês.

    Valha-me Deus!

    Se for maldade, que Deus devolva por mim a essa pessoa. E devolva bem pago.

  10. Alguém se aventura em votar no Robin Wood dos Black -Blocks? Aquele mesmo que apoiou milicianos na política, apesar de passar toda a vida política brincando de denunciá – los? Aquele mesmo que acha lindo e estimula o uso das drogas? Ah, sem esquecer do Assessor , braço direito, CONDENADO por espancar mulheres (não é só o PP não)? Por outro lado temos um pastor que apoiou Dilma…

  11. Flávio Bolsonaro : Quarto lugar, desbancando DE LONGE os hipócritas e arrogantes Jandira e Molon! Nem a grana da lava – jato conseguiu alavancar o ranking da comunista “alma-honesta”. Carlos Bolsonaro : PRIMEIRO lugar disparado na votação dos vereadores. A esquerdalha pira… kkkkkkkk

  12. O Bolsonaro vai planejar uma nova Operação Beco Sem Saída, para ver se aumenta os votos ? O do partido da família que casou 3 vezes e tem 2 filhos regra 3 ? O Malafaia precisa batiza-lo novamente no Rio Jordão…

  13. Carlos Newton está supercerto. Suas previsões políticas são acertadíssimas. O PT chegou ao fim. Só espero que o último a sair apague a luz. Lula não passa de um canalha e Dilma, obviamente, é uma imbecil.
    Mas o Brasil, como a fênix, surgirá das cinzas. Caso contrário, será dominado por outro país. O eleitor não está mais interessado em votar. Pra que? Para colocar outros criminosos no governo?

  14. Se Freixo e aliados insistirem em falar no ‘golpe’ vão cair do cavalo e não destronam Crivella. O que, aliás, me parece bem difícil. É tanta igreja…

    Hora de falar de propostas, esquecer o discurso que não empolga ninguém. É o que o povo espera dele, PROPOSTAS para um Rio de Janeiro realmente novo. Se é que existe essa possibilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *