Governo britnico diz que situao em Gaza intolervel e exige cessar-fogo incondicional

Da Agncia Lusa

O ministro britnico dos Negcios Estrangeiros, Philip Hammond, exigiu hoje (3) um cessar-fogo incondicional para resolver a situao na Faixa de Gaza, que classificou de “intolervel”.

Hammond, que substituiu William Hague na pasta dos Negcios Estrangeiros no ms passado, afirmou hoje ao jornal Sunday Telegraph que a matana tem de parar, depois de ter se mostrado gravemente preocupado com o nmero de vtimas civis da operao militar de Israel na Faixa de Gaza.

O pblico britnico tem um forte sentimento de que a situao da populao civil em Gaza intolervel e exige uma resposta e ns concordamos com ele, disse o ministro, e acrescentou: H um vasto leque da opinio pblica britnica que se sente profundamente perturbado com o que est vendo nas suas telas de televiso “.

Ex-ministro da Defesa do Reino Unido at assumir Negcios Estrangeiros, Hammond reconheceu as preocupaes tanto do Hamas quanto de Israel, mas insistiu que elas no podem prejudicar um cessar-fogo humanitrio. Temos que parar a matana, disse o ministro.

MAIS UMA ESCOLA…

Numa declarao divulgada mais tarde, Hammond disse que tinha falado por telefone com o ministro israelense dos Negcios Estrangeiros, Avigdor Lieberman, com quem comentou o bombardeio de uma escola das Naes Unidas, onde estavam refugiados palestinos, e que causou a morte de dez pessoas.

Estou chocado com relatos de mais mortes de civis nas imediaes de uma escola gerida pela ONU, em Rafah, que acolhia palestinos deslocados pelo conflito em Gaza, esta manh, disse Hammond. Os fatos ainda no esto esclarecidos, mas trgico que haja mais perdas de vida em local usado como abrigo, lamentou.

O ministro aplaudiu sinais de que as foras israelenses podem deixar a Faixa de Gaza, depois de uma campanha militar israelense, iniciada em 08 de julho, que j fez mais de 1.700 mortes.

 

13 thoughts on “Governo britnico diz que situao em Gaza intolervel e exige cessar-fogo incondicional

  1. A presidente Dilma considera um massacre contra os palestinos praticado por Israel nos conflitos atuais.
    Com mais de trezentas crianas assassinadas, o nmero de palestinos mortos ultrapassa 1.700, contra 66 israelenses.
    Um judeu por trinta rabes, praticamente.
    Concordo com a presidente do Brasil.
    A proporo da fora empregada brutal, inexplicvel e injustificvel, uma verdadeira chacina acontece no Oriente Mdio sem que as superpotncias deem um basta a tamanho descalabro e descaso pela vida humana, conforme o comportamento de Israel nesta sua loucura injustificvel conta a populao palestina.
    As manifestaes de apoio morte dos palestinos que aconteceram no Rio, convocados pela Federao Israelita, com cartazes pedindo por dilogo e paz so demonstraes de cinismo e hipocrisia, pois os BRASILEIROS judeus esto muito bem seguros e tranquilos no Brasil, sem a preocupao de que bombas e balas de canho lhes caiam nas cabeas, pois os foguetes do Hamas so interceptados pelo escudo de proteo israelense, que impede que eles sejam detonados em solo judeu.
    Caso Israel no tivesse como se defender desses ataques estaria com razo total para agir como vem fazendo com os palestinos, diante da ameaa constante de a sua populao ser morta a qualquer momento por um grupo sabidamente terrorista, o Hamas.
    Mas a questo no esta, que Israel alega como motivo principal para a matana que vem praticando, o problema se refere chacina, ao massacre, ao holocausto do povo palestino: mulheres, crianas, idosos, jovens, combatentes … a populao presa em Gaza e sem poder se refugiar em outros pases, constituindo-se numa caa cruel, desumana e bestial contra seres humanos por tanques e canhes de grosso calibre!
    Apoiar Israel nesses atos de sadismo explcito menosprezar o ser humano, classific-lo como absolutamente descartvel se no for judeu, admitir o preconceito contra um povo que os judeus consideram inferior, ento o seu aniquilamento.
    Dilma tem razo, independente de a sua poltica externa ter se mostrado atrapalhada, confusa e equivocada. Nesta terra onde rabes e judeus vivem em paz no podemos aceitar que fora de nosso territrio Israel se transforme em uma nao cruel, violenta, intolerante, e pratique tiro ao alvo contra indefesos cidados palestinos alegando punio pelos ataques INFRUTFEROS do Hamas, diante da sua defesa conta os foguetes que lhe so lanados, medida salutar como proteo ao povo judeu, indiscutivelmente.
    Concordo que o Brasil deveria romper relaes com Israel imediatamente, e pedir para que mais pases nos acompanhem nessa deciso de protesto veemente contra esse massacre dirio que a imprensa publica, mesmo CENSURANDO as imagens mais aterradoras, minimizando o impacto que causariam na comunidade internacional!

    • Voce mesmo diz que a politica de Dilma atrapalhada, confusa e equivocada. E continua sendo nas suas atitudes, como a do fim de semana que passou quando foi prestigiar a inauguraao do TEMPLO do notrio Edir Macedo que est cada vez mais rabino judeu e menos pastor cristo. Como diria o MACACO DO HUMORISTICO PLANETA DOS HOMENS, NO PRECISA EXPLICAR EU S QUERIA ENTENDER!!! Tudo isso ao mesmo tempo que condena infrutuferamente os judeus do governo israelense.

      • Willy,
        E a campanha poltica em curso?
        Simplesmente ela aplaina qualquer aresta em busca de votos, comprovando a contradio dos candidatos e o clebre lema:
        “Faz o que digo, mas no o que fao”.

  2. Caro CN … PAZ!!! SHALOM!!! SAALAM!!! !!! !!!

    O Templo de Jerusalm foi destrudo por Tito Flvio Sabino Vespasiano (Tito), futuro imperador; quando imperava Tito Flvio Sabino Vespasiano (Vespasiano).

    Conforme wikipedia … Pontifex maximus: Lista incompleta …
    63 a.C. – Jlio Csar
    44 a.C. – Lpido
    12 a.C. – Augusto
    12 a.C. a 376 d.C. – Imperadores romanos
    A partir do sculo XV, o ttulo de pontifex maximus passou a ser aplicado para os papas19 (ver restantes papas).

    Tito e Vespasiano eram Pontifex Maximus da Religio Romana … enquanto So Joo Paulo II, Bento XVI e Francisco so … “PAPA FRANCISCO I … @PAPAFRANClSCOI … Cardinal Bergoglio – Franciscum I – Pontifex Maximus … Citt del Vaticano … vatican.va” como est no twitter em castelhano … … … Pontifex Maximus da Religio da Igreja Catlica Apostlica ROMANA.

    Trs Papas j rezaram no Muro de Jerusalm … so trs testemunhas da validade do Templo … … … se o Templo vlido; ento seu Sacerdcio tambm o !!! !!! !!! ESTO TERMINANDO OS TEMPOS DOS GENTIOS!!! !!! !!!

  3. Caro Bendl … estava meditando sobre o chamado discurso escatolgico de Jesus, quando um Padre Doutor me pediu para no mais enviar e-mail para a lista de anos … a, renunciei e passei a meditar no bom tribunadainternet … estou aguardando o senhor Flavio Jos Bortolotto acusar ter aceitado meus agradecimentos por ter me incentivado a continuar a compartilhar as meditaes … … … preciso descansar de VERDADE!!! !!! !!!

    Eis as passagens bblicas:
    Mateus … 14. Este Evangelho do Reino ser pregado pelo mundo inteiro para servir de testemunho a todas as naes, e ento chegar o fim. 15. Quando virdes estabelecida no lugar santo a abominao da desolao que foi predita pelo profeta Daniel (9,27) – o leitor entenda bem – 16. ento os habitantes da Judia fujam para as montanhas. (Mt 24)
    Marcos … Mc 13,14 – Quando virdes a abominao da desolao no lugar onde no deve estar o leitor entenda , ento os que estiverem na Judia fujam para os montes;
    Lucas … “20. Quando virdes que Jerusalm foi sitiada por exrcitos, ento sabereis que est prxima a sua runa. 21. Os que ento se acharem na Judia fujam para os montes; os que estiverem dentro da cidade retirem-se; os que estiverem nos campos no entrem na cidade. 22. Porque estes sero dias de castigo, para que se cumpra tudo o que est escrito. 23. Ai das mulheres que, naqueles dias, estiverem grvidas ou amamentando, pois haver grande angstia na terra e grande ira contra o povo. 24. Cairo ao fio de espada e sero levados cativos para todas as naes, e Jerusalm ser pisada pelos pagos, at se completarem os tempos das naes pags. 25. Haver sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra a aflio e a angstia apoderar-se-o das naes pelo bramido do mar e das ondas. 26. Os homens definharo de medo, na expectativa dos males que devem sobrevir a toda a terra. As prprias foras dos cus sero abaladas. 27. Ento vero o Filho do Homem vir sobre uma nuvem com grande glria e majestade. 28. Quando comearem a acontecer estas coisas, reanimai-vos e levantai as vossas cabeas; porque se aproxima a vossa libertao. 29. Acrescentou ainda esta comparao: Olhai para a figueira e para as demais rvores. 30. Quando elas lanam os brotos, vs julgais que est perto o vero. 31. Assim tambm, quando virdes que vo sucedendo estas coisas, sabereis que est perto o Reino de Deus. 32. Em verdade vos declaro: no passar esta gerao sem que tudo isto se cumpra. 33. Passaro o cu e a terra, mas as minhas palavras no passaro. (Lc 21)

    Destaco … “e Jerusalm ser pisada pelos pagos, at se completarem os tempos das naes pags.”

    No posso esclarecer melhor por causa da ordem do Padre. Abrao Amigo.

      • Caro Liono,

        Veja s: Enquanto esta Tribuna “te acalma os nervos”, os do Carlos Newton andam “a flor da pele” de tanta indignao com os polticos dessa brasilzo.
        Ainda bem que o prezado Bentl dividir o fardo com ele…

        Que tenham foras!

  4. Ningum tem meios e fora para parar Israel,pois o mundo capitalista e o dinheiro do mundo est com eles,o resto conversa pra boi dormir.

  5. Essa guerra na faixa de Gaza pede meditao por parte dos comentaristas quando de suas opinies, na medida em que a presidente, e ministros do Brasil, tomam partido em assunto de tanta carga dramtica, com tantos civis mortos na guerra entre palestinos e judeus que, na verdade, se odeiam, e s querem mais matar, uns aos outros, indiferentes aos apelos de paz vindos do mundo todo, e ignorando solenemente os esforos da Organizao das Naes Unidas, seus representantes e at mesmo suas instalaes em Gaza, tornadas em abrigos pela populao civil, mas infiltradas de rebeldes e terroristas – que transformam todo aquele povo em escudo humano – continuando a trocar morteiros e misseis contra Israel, tal como j vimos acontecer em outras guerras e batalhas entre povos e etnias no Oriente Mdio, que chegam ao absurdo de usar seres humanos, fanatizados, em bombas suicidas que se detonam em nibus, mercados e outros locais de grande concentrao de civis…
    No caso de Gaza, os judeus revidam, mandam seus misseis para cima de escolas e hospitais, depois de chuvas de avisos lanados por avies, prevenindo os moradores de Gaza e, portanto, sabendo que so alvos de Israel. Coisa de loucos.
    No existem mocinhos nessa guerra, para o azar dos civis de Gaza, porquanto os judeus cuidam dos seus, com abrigos e uma tal de cpula de ferro sobre Israel, que neutraliza boa parte dos foguetes que so lanados pelos vizinhos, de Gaza.
    No fundo e no raso, tudo politica e interesses de se perpetuar no poder… isso vale para os palestinos, e o povo de Israel. Envolve, tambm, muita grana para a compra de armas por ambos os lados. S os foguetes israelenses usados para a tal cpula de ferro, custam cerca de 50 mil dlares, cada … j o armamento dos palestinos, leia-se Hamas e Hezbollah, vem da Siria, e utilizam um emaranhado de tuneis que os judeus bombardeiam dia e noite.
    A imagem que fica valendo para o mundo a tragdia ; so os filmes e fotos, na maioria de crianas palestinas atingidas pelo fogo israelense em cima de alvos anunciados… Imagens e nmeros de mortos que j chegam a 1.700 mortes. Realmente chocantes, mostrando a que ponto chega a mente degenerada do ser humano (?)…
    Quando comentei acima, em relao ao governo brasileiro, de Dona Dilma tomar partido nessa guerra, entendemos que ficou parecendo querer usar politicamente o lado doloroso que para todos ns, cidados, penalizados com os palestinos vtimas dessa guerra…
    Essas mesmas autoridades,no entanto, se esquecem do relatrio do Mapa da Violncia 2013, no Brasil ,mostrando que, em 2012,foram 60.108 assassinatos, o equivalente a 137 assassinatos/dia ; o Relatrio diz ainda ter o Brasil umas das dez maiores taxas de homicdio do mundo e 137% maior que a mdia de 50 mortes por dia no conflito Israel-Palestina.
    Na verdade, so detalhes, estatsticas. que deveriam merecer do governo e do pesar de Dona Dilma, a mesmo interesse demonstrado por Gaza, e encontrar, no mbito domstico, providncias e caminhos para solucionar a violncia no pas,,,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.