Governo da Síria atribui aos terroristas o uso de armas químicas contra civis

Resultado de imagem para armas químicas na síria

Depósito dos terroristas foi atacado esta semana

 Deu no site Mancha Verde

O governo da Síria negou, categoricamente, o uso de gases tóxicos contra Khan Shaikhoun ou qualquer outro vilarejo ou cidade da Síria. Declaração do Ministério das Relações Exteriores e Expatriados assinala que “os grupos terroristas armados em atividade na região de Khan Shaikoun, as partes ocidentais que utilizam estes grupos como instrumentos e a mídia que trabalha a seu serviço espalharam aos quatro ventos as notícias sobre o ataque com gás tóxico contra a cidade de Khan Shaikhoun, localizada na província de Idleb. E como sempre ocorre, estas partes fizeram falsas acusações, como o fizeram nos últimos quatro anos, contra as Forças Armadas da República Árabe da Síria”.

O comunicado reafirma que o Exército Árabe Sírio não possui quaisquer tipos de armas químicas, não fez uso delas no passado, não pretende usá-las no futuro e sequer busca obtê-las. E assinala que já foi provado que o Exército Árabe Sírio não fez uso deste tipo de armas nem nas priores batalhas travadas contra os grupos terroristas armados.

COMPROMISSOS – O governo sírio afirma que cumpriu com todos os seus compromissos assumidos perante o Tratado para a Proibição de Armas Químicas, desde a sua adesão no ano de 2013. A Síria esclarece que os grupos terroristas armados e seus patrocinadores foram os responsáveis por promover tais ataques e outros, com o objetivo de acusar, posteriormente, o Estado sírio pela autoria, mesmo tendo em vista que a República Árabe da Síria forneceu à Organização para a Proibição de Armas Químicas, ao Conselho de Segurança e à alguns países amigos informações detalhadas e precisas, durante os últimos anos e, especificamente, através das notas apresentadas pela Síria, nas últimas semanas, sobre a ação de grupos terroristas armados para a entrada de materiais tóxicos na Síria, incluindo a província de Idleb, através dos países vizinhos, especialmente a Turquia, para que estes produtos fossem usados posteriormente.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG –
Sabe-se que as tropas que usam armas químicas são justamente as que atuam para derrubar o governo sírio. Tudo indica que o atentado em Khan Sahikon foi uma represália ao ataque da Força Aérea da Síria, esta semana, que destruiu justamente um depósito de armas químicas dos terroristas na província de Idleb. (C.N.)

4 thoughts on “Governo da Síria atribui aos terroristas o uso de armas químicas contra civis

  1. -Com certeza, Jornalista.

    A mídia está fazendo o jogo dos “ocidentais”. Não tem motivos para o Assad usar armas químicas, já que está vencendo a guerra!!!

  2. “Os Estados Unidos lançaram pelo menos 50 mísseis de cruzeiro na noite desta quinta-feira em um aeródromo sírio próximo à cidade de Homs. O ataque seria uma resposta de Trump às denúncias de uso de armas químicas proibidas pelo governo sírio, responsável pela morte de 100 pessoas na terça-feira.”

    https://br.sputniknews.com/americas/201704068085766-eua-misseis-cruzeiro-siria/

    Bem…
    Quem sabe isso não resolva de uma vez por todas o problema da dívida pública brasileira… por falta de credores!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *