Governo Pimentel passa a ser fonte de investigações contra tucanos em Minas

Denunciado por corrupção no STJ, Pimentel contra-ataca o PSDB

José Marques
Folha

Após mais de um ano sob acusações e com o governador denunciado sob suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro, a gestão do governador mineiro Fernando Pimentel (PT) intensificou a divulgação de documentos que comprometem os governos anteriores, do PSDB. Pimentel sempre foi visto como uma figura moderada em relação aos tucanos, mas aliados e opositores veem a revelação de relatórios da CGE (Controladoria-Geral do Estado), que expõem problemas dos antecessores, como um sinal de revide ao desgaste causado pela Operação Acrônimo, da Polícia Federal.

Um desses relatórios, que serviu de subsídio para a prisão do ex-presidente tucano Narcio Rodrigues, conhecido por ser próximo ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), estava pronto desde o ano passado, mas foi divulgado dias antes de a Procuradoria-Geral da República apresentar denúncia contra o governador.

Um ano antes, Pimentel e Narcio chegaram a discutir a possibilidade de torná-lo “assessor especial” de uma fundação do governo – a mesma onde foram encontrados desvios de dinheiro.

“REPUBLICANO” – “O Pimentel chegou à conclusão de que não adianta ser republicano com esse pessoal dos tucanos”, afirma o líder do governo na Assembleia Legislativa de Minas, deputado Durval Ângelo.

O relatório sobre a fundação foi divulgado pela Folha. Mais de um mês depois, foi revelado relatório da CGE que busca irregularidades nas escolas técnicas Uaitecs, programa idealizado pela gestão Narcio Rodrigues na Secretaria de Ciência e Tecnologia do governo Antonio Anastasia (2010-2014).

No último mês, houve ainda a revelação de um documento que aponta suspeita de prejuízo de R$ 18 milhões ao Estado por uma empresa de familiares do senador Zezé Perrella (PTB).

Tanto Rodrigues quanto Perrella negam as acusações. A Controladoria, em nota, também nega que haja uma politização do órgão.

TUCANOS – No último dia 20, um juiz determinou que a CGE retirasse de seu site a reprodução de uma entrevista feita pela Agência PT com o atual e o ex-controlador, cujo subtítulo criticava os tucanos.

A decisão foi comemorada pelo PSDB, que acusa o governo de usar a máquina de forma partidária. “O Pimentel faz como nunca uma tentativa de criminalização do PSDB, mas não somos o PT, que defende o [ex-tesoureiro João] Vaccari, o [ex-ministro José] Dirceu”, diz o deputado federal Domingos Sávio, presidente do partido em Minas.

Já o pré-candidato tucano a prefeito de Belo Horizonte, João Leite, diz que “as denúncias contra ele [Pimentel] são muito mais graves [que as de Narcio Rodrigues]”.

Ao menos em público, o partido pretende manter uma posição de que esperará as conclusões da Justiça para se manifestar sobre a permanência de Rodrigues em seus quadros. Ele é réu sob acusação de fraude em licitação, organização criminosa, peculato, lavagem de dinheiro e atrapalhar investigação criminal.

3 thoughts on “Governo Pimentel passa a ser fonte de investigações contra tucanos em Minas

  1. A GUERRA ENTRE SUJO$, NÃO LAVADO$ E ENCARDIDO$, POR PODER, DINHEIRO, VANTAGENS E PRIVILÉGIOS, SEM LIMITE$, NÃO ME PARECE EXATAMENTE AQUILO QUE PELOS MENOS 70% DA POPULAÇÃO DO BRASIL ESTÁ QUERENDO DESDE JUNHO DE 2013. PELO CONTRÁRIO, A PARTIR DOS RUGIDOS DAS RUAS, DESDE DE JUNHOS DE 2013, “SEM PARTIDOS, SEM PARTIDOS, VOCÊS NÃO NOS REPRESENTAM”, QUE AINDA ECOAM BRASIL AFORA, RESTOU PATENTE QUE O QUE PELO MENOS 70% DA POPULAÇÃO DO BRASIL ESTÁ QUERENDO É, ISTO SIM, DEMOCRACIA DIRETA JÁ. E A VOZ DO POVO É A VOZ DE DEUS. PORTANTO, CHEGA DOS ME$MO$. QUE SE VAYAN TODO$, SUJO$, NÃO LAVADO$ E ENCARDIDO$, TIPO$ TEMERário$. http://www.brasil247.com/pt/colunistas/gleisihoffmann/241944/Pauta-do-Congresso-golpe-e-retirada-de-direitos.htm

  2. A revelação de José Marques, da Folha neste artigo revela que “Já o pré-candidato tucano a prefeito de Belo Horizonte, João Leite, diz que “as denúncias contra ele [Pimentel] são muito mais graves [que as de Narcio Rodrigues]”.

    Isto é, embora o PT perca de lavada, em Minas o PT e o PSDB estão brigando um com o outro para apontar quem é mais ladrão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *