Graças a Deus, Miro Teixeira abandona a vida pública

Helio Fernandes

É a conclusão irrefutável e irrevogável, se ele confirmar a candidatura ao governo do Estado do Rio. Não tem uma chance em um milhão de se eleger. Já tentou o governo do Estado e a prefeitura, várias vezes, perdeu sempre.

Na ditadura, de 1970 a 1982, foi o “segundo” do “governador” Chagas Freiras. Nessa época, escrevi na Tribuna impressa: “O Miro, de avental branco, fica na ante-sala do “governador”, colocando os decretos que ainda não haviam sido assinados”.

###
PS – Mario Leme e Luiz Álvaro, não defendi a violência, não tentei nem poderia justificar o que eles fazem. Apenas relacionei e identifiquei-os como personagens. A partir daí vocês estão com a razão.

PS2 – Não sei quem disse que “eles não são anarquistas, e sim fascistas”. Nada a ver. Anarquismo é uma forma tão radical de fazer ou sentir a política, que de tão insensata e irreal empurra todos eles para essa realidade da depredação inútil. Vivem ou terminam, portanto, na violência.

PS3 – Já o fascismo começa pela violência, insiste na violência, às vezes chegam ao poder, acabam por perdê-lo, por causa da cultura da repressão. Não têm objetivo, mesmo vitoriosos. Os anarquistas sabem (e acabam por não querer) que jamais poderão governar.

PS4 – Os fascistas se denominavam assim, depois de tomarem o poder, pelas formas as mais diferentes. Hitler fundou o Partido Nacional Socialista, prometia e garantia “o Reich dos mil anos”. Acabou como se sabe.

PS5 – Mussolini também se dizia socialista. Tinha um jornal, “Il Popolo di Roma”, defensor dessa ideia. Fracasso completo, acabou pendurado num varal de secar roupa.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

6 thoughts on “Graças a Deus, Miro Teixeira abandona a vida pública

  1. Caro Hélio Fernandes, O Miro do tempo do Chagas Freitas era um Miro, hoje é outro. Todos têm
    o direito de mudar. De l964 para cá, muitos mudaram, alguns para melhor,, outros para pior
    é o caso do Lula que antes de ser Presidente, era um Lula, hoje é outro totalmente diferente.
    Os que se diziam de esquerda e comunistas, a maioria está no governo, são elitistas e
    entreguista. As pessoas mudam, se para melhor ou pior, é uma questão de caráter.

  2. O Escorpião e o Sapo

    O Escorpião e o Sapo é uma fábula sobre um escorpião que pede a um sapo que o leve através de um rio. O sapo tem medo de ser picado durante a viagem, mas o escorpião argumenta que se picar o sapo, o sapo iria afundar e o escorpião iria se afogar. O sapo concorda e começa a carregar o escorpião, mas no meio do caminho, o escorpião, de fato, ferroa o sapo, condenando ambos. Quando perguntado por que, o escorpião responde que esta é a sua natureza.

    A natureza do Miro Teixeira continua a mesma e Lula nunca mudou sua natureza, eles continuam os mesmos.

  3. Prezado Sr. Hélio Fernandes:
    Como o Sr. sabe muito bem, os limites entre os sistemas totalitários são difusos, sem nitidez.
    O fascismo teve o seu manual ideológico, A Doutrina do Fascismo, publicado em 1932 pelo ditador italiano e por seu puxa saco de plantão, Giovanni Gentili.
    A violência era vista por eles como um instrumento legitimo de afirmação ou defesa de uma ideia. Seus participantes organizavam-se em esquadrões de assalto, em bandos de arruaceiros , destacados para atacar seus inimigos políticos, formando as squadristti.
    As frases seguintes ilustram as ideias gerais do fascismo:
    1) Um homem se torna um homem apenas em virtude de sua contribuição à família, à sociedade e à nação.
    2) Como um anti-individualista, acredito numa concepção de vida que destaca a importância do estado e aceita o indivíduo apenas quando seus interesses coincidem com os do estado.
    3) O estado deve abranger tudo: fora dele valores espirituais ou humanos têm pouco valor.
    4) O estado deve ser não apenas um criador de leis e instituições, mas um educador e provedor de vida espiritual. Deve ter como objetivo reformular não apenas a vida mas o seu conteúdo – o homem, sua personalidade, sua fé.
    5) O estado deve educar os cidadãos à civilidade, torná-los conscientes de sua missão social, exortá-los à união; deve harmonizar interesses divergentes, transmitir às futuras gerações as conquistas da mente e da ciência, da arte, da lei e da solidariedade humana.
    O anarquismo, que teve como maiores representantes Bakunin, Kropotkin, também é eivado de exaltações a violência, e adotou o conceito de “Propaganda pelo Ato”, ou Attentát, impregnado de violência.
    Não sei definir claramente o grupo Black Blocs, Sr. Hélio Fernandes, só sei que os seus membros não merecem nenhum respeito.
    Saudações, Sr. Hélio.

  4. Enquanto isso, a trambicagem continua a todo o vapor…

    Manobra permite superávit da balança comercial

    E a “contabilidade criativa” do governo federal está cada vez mais criativa.

    Da folha.com

    Graças a “exportação” de uma plataforma de extração de petróleo no valor de US$ 1,9 bilhão na semana passada, pela primeira vez no ano a balança comercial brasileira passou a apresentar saldo positivo, embora de apenas US$ 246 milhões.

    A venda da plataforma, no entanto, foi mais uma operação contábil do que uma exportação de fato. Nesse caso, a plataforma exportada é depois alugada por empresa instalada no Brasil para ser usada aqui no país. Essa transação, feita dentro do regime aduaneiro Repetro, é legal e gera descontos tributários.

    A Petrobras, por exemplo, fez operação semelhante em junho. A plataforma foi comprada de fornecedores nacionais por subsidiária da estatal no exterior e depois alugada pela própria empresa para ser usada no Brasil.

    A assessoria do Ministério do Desenvolvimento e Comércio Exterior (Mdic) não informou qual empresa fez a operação dessa vez.

    Texto completo em
    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/10/1352993-balanca-comercial-fica-positiva-pela-1-vez-no-ano-apos-exportacao-de-plataforma.shtml

  5. Acredito que todo o Brasil gostaria que o Jornalista Helio Fernandes pudesse explicar, o que até agora ninguém explicou:

    1)Porque todas as manifestações de ruas conduzidas pela turma de preto estão sempre acompanhadas de gigantesca baderna, vandalismos, quebra-quebras, assaltos, incêndios de ônibus e veículos?

    2)Tendo em conta que a baderna prossegue, praticamente livre e impune, aparentemente, por conta exclusiva do medo e receio da Polícia Militar, governador, prefeito, políticos e grande mídia?

    3)Porque o desaparecimento do até então desconhecido pedreiro Amarildo, tornou o mais famoso de todos, isoladamente, o mais importante desaparecimento de há varias décadas, maior de que de outros milhares, sem esquecer, dos desaparecidos pela sangrenta ditadura militar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *