Grupo brasileiro oferece ao TSE menor preço por urnas eletrônicas

Resultado de imagem para urna eletronica charge

Charge do Mariano (Chage Online)

Fernanda Vivas e Rosanne D’Agostino
G1

A Comissão de Licitação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recebeu, nesta sexta-feira, dia 28, as propostas das duas empresas que concorrem para fornecer novas urnas eletrônicas. Os equipamentos devem ser usados nas eleições municipais deste ano.

A empresa Smartmatic, que compõe o consórcio SMTT, ofereceu duas propostas: uma por R$ 1,57 bilhão e outra por R$ 1,72 bilhão. Já a Positivo apresentou uma primeira proposta de R$ 899,4 milhões e uma segunda por R$ 799,9 milhões.

ESTIMATIVA – A estimativa inicial do TSE era de R$ 696,5 milhões para o novo lote de urnas eletrônicas, mas esse valor considerava uma cotação do dólar de R$ 3,85. Nesta quinta-feira, a moeda fechou o dia a R$ 4,47.

Agora, caberá à Comissão Permanente de Licitação do tribunal avaliar os valores apresentados. As empresas também terão, a partir desta sexta, prazo de cinco dias para apresentarem recursos. Depois disso, é aberto prazo para que ministros da Corte Eleitoral avaliem as propostas. O primeiro turno das eleições 2020 está marcado para 4 de outubro, e o segundo, para 25 de outubro.

LICITAÇÃOO edital da licitação para novas urnas eletrônicas foi publicado em julho do ano passado e, segundo o TSE, deve resultar na compra de aproximadamente 100 mil urnas – o documento prevê um máximo de 180 mil dispositivos. Além desses equipamentos, cerca de 470 mil urnas já estão disponíveis para as eleições 2020.

As novas urnas devem substituir os modelos 2006 e 2008, que somam 83 mil equipamentos e já ultrapassaram o tempo previsto de uso de dez anos. Outro motivo da compra é o aumento do eleitorado para as próximas eleições – o que deve acrescentar cerca de 20 mil seções eleitorais ao pleito.

Segundo o TSE, a urna eletrônica modelo 2020 terá um novo design para permitir que o eleitor tenha funcionalidades de ergonomia. A tela e o teclado serão “integrados” em uma única visão, o que deve agilizar a votação.

3 thoughts on “Grupo brasileiro oferece ao TSE menor preço por urnas eletrônicas

  1. A Positivo é uma empresa super capacitada e não é ligado à grupos externos que já fraudaram eleições em outros países.
    Deve sim ser a vencedora do certame pelo preço mais baixo e maior credibilidade juntos ao povo brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *