Guedes diz que reforma tributria est “absolutamente pronta” e s demanda acordo poltico

Segundo Guedes, o governo vai retomar a agenda de reformas

Marcello Corra
O Globo

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que a proposta de reforma tributria do governo est “absolutamente pronta” e deve ser encaminhada nos prximos dias ao Congresso. Ele afirmou ainda que espera que projetos de atrao de investimentos sejam aprovados em at 90 dias.

“(O programa) j est pronto. Est absolutamente pronto para ser disparado e agora ns temos que justamente fazer os acordos polticos para ver como que vamos fazer”, disse o ministro em transmisso ao vivo com empresrios, ao se referir ao modelo de reforma tributria preparado pela equipe econmica.

AGENDA DE REFORMAS - Segundo Guedes, o governo vai retomar a agenda de reformas, mas priorizar projetos para incentivar a gerao de investimentos, emprego e renda. O ministro afirmou que o chamado novo pacto federativo, que previa a descentralizao de recursos com estados e municpios, se tornou menos prioritrio.

O ministro se referiu a projetos como o Novo Mercado de Gs e uma nova regulamentao para a navegao por cabotagem, aps a aprovao do marco legal do saneamento no Congresso. “Tudo isso (conjunto de projetos para atrair investimentos) pode ser aprovado em 60 a 90 dias. E isso significa destravar os investimentos. Daqui a dois, trs meses, se j mudamos o marco regulatrio agora, os investimentos j esto sendo disparados”, afirma.

CARTEIRA VERDE-AMARELA – Guedes afirmou ainda que a agenda ps-pandemia incluir um pilar social, aps o governo cadastrar 38 milhes de invisveis que no estavam em programas de benefcio. O ministro espera ainda criar a Carteira Verde-Amarela, para reduzir custos de contratao e incentivar a formalizao.

“Ele (trabalhador) basicamente era um invisvel. Ns agora vamos dignificar esse trabalho. Uma pessoa que pode ganhar R$ 500, R$ 600, R$ 700 trabalhando, em vez de recorrer a R$ 200 do Bolsa Famlia. Deixa ele continuar livre, mas agora com apoio de microcrdito, com imposto de renda negativo, com programas de aperfeioamento. Temos que dar a mo e dignificar o trabalho deles, em vez de ignor-los”, afirmou o ministro.

7 thoughts on “Guedes diz que reforma tributria est “absolutamente pronta” e s demanda acordo poltico

  1. A reforma da Previdncia foi benfica para os militares

    “Brasil gasta 17 vezes mais com militar na reserva do que com aposentado pelo INSS” https://t.co/IegKcMHVW1

    Quem sair beneficiado na reforma Tributria (?)
    Alguma dvida de quem esse tchutchuco dos banqueiros ir beneficiar (?)

  2. Sr, Newton

    Reforma Tributria ou Reforma Bancria.???

    A propsito, que fim levou aquela fraude bilionria que o dignissmo Ministro dos Banqueiros fez com os fundos de penso…??

  3. Mas, uma Reforma Tributria num Pas com Carga Tributria de +- 36% do PIB, que tem enorme Deficit Fiscal Nominal, aquele que leva em conta tambm o custo do carregamento da Dvida Pblica, e no se tem ainda “o acordo Poltico” entre +- 28 Partidos Polticos no Congresso, sendo o Governo francamente Minoritrio, “ complicado”. Ento est faltando quase tudo para o “Concordo” dos que vo ter que pagar mais Impostos. No coisa fcil.

    Existe Gente capacitada no Congresso e 2 Reformas Tributrias esto em estudo, do Dep Fed BALEIA ROSSI, MDB, e Dep Fed LUIZ CARLOS HAULY, PSDB, que visam simplificar e tornar mais justa a Arrecadao de Impostos. Envolvem interesses da Unio, 27 Estados e 5.600 Municpios, tempo de transio de no mnimo 10 Anos, etc. Mas temos que fazer.

    Essa proposta do Min. Fazenda Dr. PAULO GUEDES, que no detalhada no artigo acima, uma simplificao e visa reduzir os Impostos das Empresas e aumentar os Impostos sobre a Renda de Capital , principalmente Distribuio de Dividendos atualmente Isentos, e corte de 20% dos Encargos da Folha de Pagamentos das Empresas compensada pela criao de uma nova CPMF com outro Nome e mais alguns “penduricalhos” na Renda. No mexe nos Impostos sobre o Consumo que vem funcionando a contento.

    complicado tambm porque o Congresso no tem simpatia pelo CPMF e o Presid. BOLSONARO Contra. Mas acho que no escaparemos no futuro de algum Imposto tipo CPMF com nome de Digital, etc.

    J que o Artigo de O Globo no opina, daremos nossa Opinio:
    Est correta a ideia do Min. GUEDES de no mexer muito nos Impostos de Consumo, talvez s uma Sin Tax nas bebidas alcolicas, cigarros, etc, mas isso induz muito mais Contrabando, mas principalmente reduzir o Imposto nas Empresas e aumentar sobre o de Renda do Capital. Talvez fosse melhor reduzir 10% os encargos da Folha de Pagamentos das Empresas e ciar uma CPMF de bem pequena alquota por 4 Anos, at sairmos do Atoleiro.

    • E os bancos?
      O impacto dos impostos sobre grandes empresas ridculo… tem, sim, que contribuir mais!
      Noutra parte, as micro e pequenas precisam de alvio.
      J a populao, criar uma faixa nova para rendimentos acima dos 20 mil seria bom, mas principalmente criar um imposto sobre fortunas.
      Alm disso, urgente a elevao do percentual limite de imposto sobre heranas a cargo dos estados, atualmente 8%… seguindo modelos de pases como Alemanha, Frana, Espanha, Canad, Japo, EUA, etc que taxam de 20% a 60% as heranas.
      – procure no Terrao Econmico que tem um artigo sobre isso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.