Gurgel dispensa número 2 da Procuradoria após confronto de ideias

Débora Zampier Agência Brasil

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, dispensou hoje (11) a subprocuradora Deborah Duprat do cargo de vice-procuradora-geral. A informação foi confirmada no início desta noite pela assessoria da Procuradoria-Geral da República (PGR), que não justificou o ato. Não há previsão de substituto para o cargo.

Na semana passada, enquanto estava em representação oficial na Espanha, Gurgel foi confrontado duas vezes por sua vice. A divergência de opiniões oficiais no Ministério Público é possível porque os procuradores não são obrigados a seguir a posição de seus superiores hierárquicos. Deborah Duprat concorre em lista tríplice à chefia da Procuradoria-Geral da República, que ficará vaga em agosto.

O primeiro embate de ideias ocorreu durante julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF), quando Deborah discordou do parecer de Gurgel contra o projeto de lei que limita a criação de partidos. “Se fossem duas partes em conflito entre si, eu me conservaria calada, mas acredito que esse é um importante e perigoso precedente. Eu sei que o doutor Gurgel esteve bastante preocupado a respeito disso, mas me preocupa a preservação do espaço democrático de discussão”, disse Deborah.

No dia seguinte, ela se manifestou favoravelmente à proposta que criou mais quatro tribunais federais no país. Gurgel ainda não havia emitido opinião sobre o caso, pois alertava que a questão poderia ser judicializada e não descartava que a iniciativa poderia partir do próprio Ministério Público.

Com a dispensa, Deborah volta a exercer apenas o cargo de subprocuradora-geral. Atualmente, o quadro de subprocuradores-gerais tem  61 integrantes.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

4 thoughts on “Gurgel dispensa número 2 da Procuradoria após confronto de ideias

  1. É uma comunista enrustida! está a serviço da nadalheira e dos delinquentes da gang do PT ,é uma das que “comem por fora”. O Gurgel está mais do que certo, mostrou com essa exoneração que Ele não está para brincadeira e vai mandar chumbo grosso em quem desafiar o que é LEGAL ee Constitucional.
    Parabens Dr. Gurgel

  2. Dona Deborah vive em que país? Ou será que ela tem pretensões junto aos petralhas? Fez bem procurador, essa quadrilha instalada no congresso e no executivo quer se manter no poder a qualquer custo! Precisamos de sangue novo para oxigenar a política brasileira! Dona Deborah passe amanhã!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *