H algo de bom no reino da Dinamarca, que deveria servir de inspirao para os brasileiros

Planejamento urbanstico em Copenhague: a vida real de um sonho feliz de cidade

Copenhague poderia ser chamada de “um sonho feliz de cidade”

Joo Gabriel de Lima
Estado

No se trata de bem material. O Brasil nunca ser a Dinamarca, at porque os dois pases no poderiam ser mais diferentes. A Dinamarca rica. O Brasil patina h dcadas na tal armadilha da renda mdia. O Brasil um pas continental. A rea da Dinamarca menor que a da Paraba. O Brasil ginga ao som de Anitta e Pablo Vittar. A Dinamarca segue o baticum tecnolgico de When Saints Go Machine e Kasper Bjorke.

Enquanto nossos melhores crebros buscam abrigo fora do Brasil, a Dinamarca os atrai. O urbanista carioca Maurcio Duarte tem 39 anos e vive em Copenhague h sete, trabalhando nos melhores escritrios de arquitetura da cidade.

PAPEL CATALISADOR – Maurcio Duarte d uma pista sobre o tal bem imaterial que a Dinamarca tem de sobra. L, o governo desempenha um papel que Maurcio chama de catalisador. De um lado, ouve a populao e, a partir do que ouve, desenha polticas pblicas. De outro, costura parcerias com a iniciativa privada.

Os investimentos trazem mais empresas, que geram empregos, que atraem talentos. Os recursos alimentam o estado de bem-estar social, que garante a todos o mnimo para uma vida digna. Ano aps ano, a Dinamarca sobe ao pdio nos rankings internacionais de felicidade.

um pas onde possvel planejar a longo prazo. O bairro-modelo de Nordhavn, em Copenhague, vem sendo erguido aos poucos. A previso de que fique pronto em 20 anos. Os contratos entre empresas, e entre empresas e governos, so sucintos, s vezes no tm mais de uma pgina. A Justia funciona e o poder pblico costuma honrar seus compromissos, diz Maurcio.

BASTA CONFIANA – A palavra-chave o bem imaterial que nos falta e sobra na Dinamarca confiana. Da populao no governo, dos investidores na capacidade do poder pblico em garantir contratos.

Em entrevista a Jos Fucs, do Estado, o cientista poltico Antnio Lavareda mostra como tal confiana se perdeu no Brasil. Falta transparncia aos governos, como no caso do oramento secreto. Sobram governantes que se dizem outsiders e criminalizam a poltica e, por tabela, a democracia como se no fizessem parte dela.

Estamos distantes da Dinamarca, mas poderamos nos aproximar um pouco se nossos candidatos assumissem um compromisso no ano eleitoral: fazer uma campanha de alto nvel, que permitisse recuperar a confiana na poltica e no Pas. Confiana traz investimento, empregos, bem-estar e, como mostram os dinamarqueses, o maior dos bens imateriais: a felicidade.

4 thoughts on “H algo de bom no reino da Dinamarca, que deveria servir de inspirao para os brasileiros

  1. Pois . A mesma Dinamarca cujo governo e instituies financiam ONGs picaretas aqui no Brasil para nos manter no atraso.

    Mas como a nossa imprensa vendida para essa gente, at normal que essa mesma imprensa brasileira, que de brasileira no tem nada, continue idolatrando de forma demonaca os nossos algozes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.