Há quem queira que todos “fiquem em casa”, enquanto sai para jogar futebol ou ir à praia

A pandemia acabou? Praias voltam a ficar lotadas no Rio e no litoral de SP | Exame

A pandemia acabou? As praias já voltaram a ficar lotadas…

Luís Ernesto Lacombe
Gazeta do Povo

A verdade absoluta está acima da capacidade de percepção humana, mas isso não nos dá o direito de usar critérios tortos, de não ter critérios justos, de usar um duplo padrão, nossas preferências e nossos interesses para decidir o que é certo e o que é errado, o real e o imaginário. Verdades não se criam. Deduções e interpretações são sempre questionáveis. O mundo é feito de opiniões diversas, prova e contraprova, argumento e contra-argumento, tese e antítese. O autoritarismo, as ideias impostas, a censura de qualquer espécie, a questionamentos e indagações, a censura a qualquer pessoa, isso ninguém deveria aceitar.

O duplo padrão e a falta de critérios são uma praga mundial e permeiam tudo o que estamos vivendo. Vale clamar pelo “autoritarismo necessário” e acusar os outros de fascistas. Vale citar a “ciência, ciência, ciência” ou dizer que “não devemos ser tão cientistas”.

LIBERDADE VIP – Vale defender todas as vidas, mas desejar a morte, o suicídio de alguns. Vale exigir que todos se tranquem e sair para jogar futebol, sinuca, para pegar uma praia. Vale não usar máscaras, mas exigir que os outros usem, aglomerar e condenar aglomerações. Vale dizer, sem ter como provar, que salvou milhares de vidas. Vale trancar tudo e partir para uma “liberdade vip”.

O duplo padrão e a falta de critérios são uma praga mundial e permeiam tudo o que estamos vivendo. Os hipócritas, demagogos, oportunistas e egoístas, tentando sinalizar virtudes, também são dados a condenar pesadamente o protesto de uma juíza num shopping e ignorar os absurdos que o STF faz quase todos os dias.

Querem restringir de todas as maneiras a liberdade de expressão, interditar o debate, impor um pensamento único. Querem decidir o que se pode e o que não se pode falar, controlar o comportamento humano, impor o “politicamente correto”, exatamente como fazem as grandes empresas de tecnologia.

EXEMPLO DE TRUMP – Banir Donald Trump das redes sociais é um absurdo. Não estou aqui defendendo a invasão ao Capitólio americano, que deve ser repudiada, mas é pura interpretação dizer que o presidente dos Estados Unidos “incitou seus apoiadores à insurreição”.

E o que fez a deputada democrata Maxine Waters? Na rua, microfone na mão, pediu que integrantes do governo Trump fossem perseguidos em restaurantes, lojas, aeroportos…

Kamala Harris, vice-presidente eleita, fecha os olhos para a violência dos “antifas” e do movimento Black Lives Matter. Ela quer libertar integrantes desses grupos, presos no ano passado.

####
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Interessante artigo enviado por Mário Assis Causanilhas, sempre atento aos direitos civis. O autor é o jornalista Luís Ernesto Lacombe, que faz uma defesa irretocável da liberdade de expressão, um dos principais direitos humanos. Mais do que ninguém, Lacombe sabe o que está falando, pois foi demitido da Band por defender teses do presidente Bolsonaro. Como dizia Carlos Imperial, sem liberdade para defender, atacar não tem a menor validade. (C.N.)  

6 thoughts on “Há quem queira que todos “fiquem em casa”, enquanto sai para jogar futebol ou ir à praia

  1. Gosto do Lacombe…mas, ” mas é pura interpretação dizer que o presidente dos Estados Unidos não “incitou seus apoiadores à insurreição”.”

    As provas são robustas, áudio e testemunhas no evento golpista.

    Bem…deixemos o Senado americano falar, né? Se o ex-presidente for banido da vida pública para sempre (na verdade nunca teve!), o twiter – empresa privada – fez o que devia ser feito por quem só faz dizer asneiras e espalhar mentiras.

    Não será interpretação. Só isto.

  2. Pura bobagem. A questão é que, como nos EUA e na maioria dos países, a população, a populaçâo é idiota e incentivada nisso por “líderes” fascistas, a mesmo comunistas.
    A coisa é uma só: ninguém tem a menor noção do que seja um vírus, só acreditam e temem o que podem ver (uma cobra, um tigre etc.). muito menos, pela ignorância ou para estar do lado do poder ganhando fortunas, identificam os idiotas, que são muitos em todo o mundo, no poder. Simples assim.
    Tenho 45 anos de jornalismo e já aprendi a ser cético com esse tipo de gente. A maioria…

  3. Desculpem erros de digitação no comentário anterior. É que a raiva dos idiotas que defendem facínoras oficiais, repito, incluindo aí muita gente de esquerda, e a situação precária de onde estou postando, me enganaram.

  4. Bom dia , leitores (as):

    Senhores Luís Ernesto Lacombe ( Gazeta do Povo ) , Carlos Newton , Marcelo Copelli e J.Béja , o governador do Estado do Amazonas esta priorizando a vacinação de políticos e amigos , em detrimentos aos profissionais de saúde local , além de não mover uma palha p/resolver o problema salarial dos mesmos , que estão sem receber seus salários há mais de 90 dias .
    Família Lins, dona do Hospital superfaturado da Nilton Lins e parente do Deputado Berlamino Lins é vacinada antes dos profissionais de saúde e do grupo de risco e tem médico e enfermeiro com mais de 60 anos na linha de frente. Foram dar na mão do Wilson… #VERGONHA

  5. Nessa pandemia surgiu a sinistra figura do “dedo duro sanitário”, uma espécie de Pavlik Morozov a serviço da KGB fiquemcasista.

    Toda ditadura tem seus puxa sacos que expressam sua adesão dedurando e perseguindo os que pensam diferente. São eles que mantêm a tirania.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *