Helio Fernandes tem razão: contratação de médicos escravizados por Cuba é inaceitável

Carlos Newton

Quem primeiro chamou atenção para a gravidade do assunto foi Helio Fernandes, aqui no Blog da Tribuna da Imprensa. E usou as palavras certas, com o rigor necessário. Realmente, o que está acontecendo com os médicos cubanos é apenas “escravização”.

A presidente Dilma Rousseff está cometendo um erro que vai lhe custar muito caro. E não adianta o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, vir a público “explicar” que os médicos cubanos estarão trabalhando segundo as leis trabalhistas cubanas, porque isso é uma loucura maior ainda, que revela a falta de preparo do governo.

Como é que uma lei cubana pode vigorar no Brasil? E os outros médicos (espanhóis, portugueses, italianos, argentinos e até russos), também ficarão subordinados ás leis trabalhistas dos respectivos países? Isso é uma piada petista, sem a menor graça.

A “escravização” dos médicos é o último ato de desespero do regime cubano, que começou enchendo de esperanças a humanidade, depois foi sendo desvirtuado a tal ponto que se transformou numa espécie de caricatura do regime original. Idealistas como Camilo Cinfuegos e Ernesto Guevara devem estar se revirando nos túmulos.

Quem ainda resistia e tentava manter uma certa simpatia pelos “revolucionários” cubanos agora certamente também vai jogar a toalha e dizer: “Basta!”. A família Castro perdeu definitivamente o senso de ridículo. Devia manter um pouco de dignidade e devolver Cuba aos cubanos.

Sou socialista e morrerei socialista. Mas chamar de socialismo o que acontece em Cuba é um bocado de exagero.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

13 thoughts on “Helio Fernandes tem razão: contratação de médicos escravizados por Cuba é inaceitável

  1. Excelente artigo, Carlos Newton!

    O Governo Dilma perdeu completamente o juízo, a responsabilidade, o bom senso, a vergonha, o respeito às nossas leis trabalhistas e ao nosso povo, de um modo amplo.

  2. Prezado Newton,
    Simplesmente transcrevo o meu comentário feito sobre o texto de Hélio quanto a esta escândalo patrocinado pelo Brasil e Cuba a respeito dos médicos que estão vindo para “salvar” o SUS!

    “Caro Hélio Fernandes,
    Em pequenos detalhes se percebem imensas contradições em se tratando dos defensores e admiradores de Fidel Castro e sua política de manutenção no poder da ilha caribenha.
    A notícia dando conta de os valores que serão pagos aos médicos cubanos serão enviados diretamente a Cuba, em acordo internacional, e não aos profissionais que virão para cá, denota claramente o descaso nosso e deles pelo ser humano!
    O enalteciomento falso e demagógico, ilusório e mistificador, de o socialismo ser o sistema que menos injustiças sociais cometeria, cai por terra em forte impacto com esta forma de se manipular um cidadão e profissional, que se transforma em reles mercadoria e joguete nas mãos de líderes cruéis e insanos, incompetentes e despersonalizados.
    Onde está o PT que não berra contra esta exploração odiosa?
    Onde estão os próceres petistas que não criticam mais esta medida absurda da sua presidente que não consegue avaliar as consequências deste “acordo” que desconsidera o imigrante que virá para uma terra estranha, de idioma diferente, de usos e costumes próprios, e sem ganhar um tostão, pois o seu salário será embolsado pelos ditadores cubanos?
    Não será por acaso, Hélio, uma maneira de compensar os cursos de guerrilhas que foram feitos em Cuba, na década de sessenta, quando do regime militar brasileiro e, derrotados à época mas, agora, no poder, encontraram uma forma de pagar tais “aprendizados” às custas de inocentes?
    A gestão petista, desde Lula, tem sido pródiga em benefícios a Fidel, em empréstimos, vendas de equipamentos, construções, exportação de alimentos, culminando com a “importação” de médicos cubanos e mais dinheiro dado aos irmãos Castro não seriam demonstrações indiscutíveis de atenções especiais e peculiares a tais diatdores?
    A nossa presidente não estaria sujeita a sanções internacionais e até mesmo brasileiras por ter feito este “negócio” com seres humanos, e beirando a escravidão pelos salários que não receberão, a não ser o país de onde vieram?
    Considero este ato do governo brasileiro verdadeiramente vergonhoso, escandaloso, deprimente, que nos rebaixa perante o concerto das nações, e que nos impede criticar qualquer outro país que rejeita os direitos humanos diante desta nossa contradição explícita de se propagar o “social”, enquanto que o ser humano é desprezado em nome de ideologias e interesses escusos!
    Obrigado pela atenção, e eu ficaria honrado se lesse algum comentário teu a respeito das questões que menciono sobre esta situação vexatória que nos encontramos.”
    Um forte e cordial abraço, Newton.

  3. Li a Medida Provisória nº 621, de 8 de Julho de 2013 (que permite essa enxurrada de médicos estrangeiros aportando no Brasil) e a cada artigo fico estarrecido. Por enquanto, cito apenas um deles: o artigo 12, que dispensa a tradução do diploma de medicina para o português, seja em inglês, russo, sueco, etc…E a lei brasileira que somente admite, para servir de prova seja onde for, seja para o que for, documento escrito em idioma estrangeiro, somente quando traduzido por tradutor juramentado?
    JORGE BÉJA

  4. NÃO DEVEMOS NOS METER NA POLÍTICA INTERNAS DE OUTROS PAÍSES,NÃO SOMOS NÓS OS ESCRAVIZADORES.NÃO DEVEMOS COMUNGAR COM ESSES MÉDICOS QUE NÃO QUEREM IR AO INTERIOR DO BRASIL E NEM QUEREM QUE OUTROS MÉDICOS TRABALHEM ISSO SIM É QUE UM DESRESPEITO PARA COM POPULAÇÃO.O RESTO É ACUSAR A PRESIDENTE DISSO E DAQUILO O FATO QUE ELA ESTÁ TENTANDO.

  5. Newton,
    Socialismo é uma coisa,…a Suécia é mais socialista que Cuba,…e lá tem casa real. Cuba é uma ditadura, predadora, de dois irmãos facistóides.
    Já esta provado e comprovado.
    Tá na hora de parar de chamar Cuba de regime socialista. É ditadura mesmo. Comprovada!
    Socializaram lá a miséria do povo. Os manos Castro vivem nababescamente e a tripa forra.
    SDS
    Vitor

  6. Caríssimo Calos Newton,
    Não querem trabalhar no interior. Um direito de cada profissional ou de cada cidadão tem. Ninguém está obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei. Agora impedir quem deseja trabalhar é o maior dos absurdos.
    Todo país tem direito de receber a parte do LEÃO, acredito que seja este o caso de cuba. Não sou político mas vejo a situação atual como óbvio.
    o. Mas acredito que não sou comunista. Pelo menos nunca pertenci a partido algum.

  7. Essa iniciativa do governo Dilma, denominada “Mais Médicos Para o Brasil”, está oficializada por meio de Medida Provisória (MP 621, de 8.7.2013). O que é provisório não é definitivo. Segundo a Constituição Federal, Medida Provisória tem força de lei apenas por 60 dias. E se o Congresso Nacional não a trasformar em lei naquele prazo, perde a sua eficácia de força de lei. A contagem do prazo inicia-se com sua publicação no Diário Oficial. No caso da MP 621, sua publicação se deu no dia 8 de Julho passado e o Congresso Nacional (Câmara dos Deputados e Senado Federal) terá até o dia 8 de Setembro para aprová-la, transformando-a em lei, ou não, caso em que perde sua eficácia de lei. E sem lei autorizativa, a entrada, permanência e exercício da medicina desses estrangeiros torna-se ilegal. Como vai ser difícil colocar esta MP em pauta no Congresso em tão curto espaço de tempo, surgem as perguntas: se o Congresso não votar, ou votar e não aprovar esta Medida Provisória, como ficará a situação dos médicos estrangeiros que já chegaram ao Brasil ou que chegarão até aquela data? Voltarão para seus países? E se até lá eles já receberam salário, devolverão?
    Outra questão: o governo brasileiro não está contratando com médicos cubanos, mas com o governo de Cuba. Ou melhor, usando a mão-de-obra humana como pretexto para repassar dinheiro do povo brasileiro para o governo cubano. E para que a República Federativa do Brasil celebre convênio, acordo, contrato ou outro pacto qualquer, mais ainda que implique gasto financeiro, com outro país,a competência constitucional é exclusiva do Congresso Nacional e foge do âmbito do presidene da república. Como esse tema ainda vai dar muito o que falar, voltaremos a comentar em outra ocasião que o eminente e culto jornalista Carlos Newton abordar novamente o assunto com seus bem elaborados artigos.
    JORGE BÉJA

  8. Socialismo nem no céu. Segundo as principais religiões, até na eternidade há diferentes quadrantes para cada um, segundo as suas obras. Fora das religiões, aí é que piorou. Pode mais quem tem o soldado bem soldado a seu lado. Socialismo é uma teoria que, talvez, se aplique às abelhas, formigas ou marimbondos. Jamais aos seres humanos, entidade muito complexa e com diferenças importantes de um para outro ser. Queremos escancarar as portas de Cuba e filmar tudo o que está lá. Aquilo lá é socialismo sim, exatamente como quis o Che Quervara. É preciso mostrar Cuba. É preciso mostrar a forma de vida e de relacionamento social que existe na Coréia do Norte. É preciso desmascarar esses sistemas, que já duraram muito tempo.

  9. Graças a deus que, ninguém é contra a vinda de estrangeiros para trabalhar na assistência médica no país,são contra principalmente aos salários que são pagos ao governo cubano diretamente.Esse problema dos salários podem ser resolvidos,o que não pode ser resolvido é a nossa população ,principalmente do norte e do nordeste morrerem, por falta de assistência médica.Chega,pelo amor de deus de nepotismo.Por pior que sejam ,os médicos estrangeiros não devem ser piores de alguns, que participam deste nosso SUS.Infelizmente,queremos fazer desta vinda um fato ideológico,quando deveríamos isto sim,vermos isso como uma uma política de salvação de vidas,o resto é balela para boi dormir…;………

  10. Senhores,
    Tenho falado algumas verdades contra aqueles que me atormentam sem razão. Por intuito de perseguição. Mas eles vão receber o que merecem. São infratores. Mas eles têm uma arma: Chamar de comunista. Por isto citei esta palavra acima.

  11. Ué….cadê o STF ? que NOS diga se a CF- DE 1988 permite ou não essa trapalhada
    trabalhista ? Agora…que é uma loucura isso não nos deixa a esconder.

    Imaginem a cena insólita em um hospital ou posto médico nos cantões distantes, onde
    não há nem professores para ensinar os jovens e adultos o idioma português, quanto mais
    o ensino de Espanhol, Russo, etc.. Mas, vamos a cena :

    Um médico (estrangeiro …em seu idioma ) tentando “conversar” com um paciente
    em uma sala consultório ( lembrem-se da privacidade entre paciente e médico ? ),
    para saber quais os problemas deste paciente, e após isso, ESSE, vai ter que “explicar”
    sua visão sobre a doença ou o mal estar que este paciente esteja sofrendo… como
    ESTE brasileiro , destes rincões distantes vai compreender o que este “médico” lhe
    DISSE ?

    RESPOSTA : ha…ha…ha…ha…ha…ha..ha……CONFUSÃO GERAL .

    Sem comentários.

    E a questão de REVALIDAR os diplomas ? o que diz a lei sobre este tema ?

    de novo : sem comentários.

    YAWHE SEJA LOUVADO….

    Carlos de Jesus – Salvador – Bahia

  12. A contratação de médicos cubanos tem cheiro de desvio de dinheiro. Quem vai fiscalizar os 40 milhões de reais que serão pagos a Cuba todos os meses ? Do jeito que o dinheiro vai, pode voltar em maleta, sem um mínimo de controle, e daqui para paraísos fiscais. Daí essa gula por essa modalidade de contrato. Não sabia que em Cuba até as pessoas são propriedades do Estado ou Governo. Quem vai engolir o argumento do governo petista que afirma serem voluntários os médicos cubanos?A contratação de médicos cubanos tem cheiro de desvio de dinheiro. Quem vai fiscalizar os 40 milhões de reais que serão pagos a Cuba todos os meses ? Do jeito que o dinheiro vai, pode voltar em maleta, sem um mínimo de controle, e daqui para paraísos fiscais. Daí essa gula por essa modalidade de contrato. Não sabia que em Cuba até as pessoas são propriedades do Estado ou Governo. Quem vai engolir o argumento do governo petista que afirma serem voluntários os médicos cubanos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *