Hiroshima… Santiago… Abu Grhaib… 11 de Setembro de 2011

Pedro Ricardo Maximino

A América realmente se afundou depois desses terríveis atentados, mas se atolou também em dívidas exorbitantes, tanto do governo quanto da sociedade, movidos a golpes bem orquestrados e de tolas vítimas. Se afundou moralmente no mafioso governo Bush, e o estupro de prisioneiros amarrados e amordaçados revela bem o seu cruel e imundo espírito dominante.

Guerras injustificáveis como a criação de um novo Vietnã no Iraque, local em que as supostas armas que justificariam a desmoralização da ONU pela invasão unilateral jamais foram encontradas.

Um povo perdido, recontando os votos, desde a fraude eleitoral de 2000, que elege radicais que exibem a teimosia que paralisa um país e demonstra a exaustão da confiança e das soluções políticas. País que culpa Obama como se fosse o único culpado por toda a imprudente especulação e por todos os golpes dos quais ele é só uma parte e pelos quais os principais causadores estão certos de que voltarão ao poder supremo como se fossem remédio ao mal para o qual tão somente e tão estupidamente (espertamente para si próprios) deram causa.

A América de hoje é quase irreconhecível, salvo para quem conhece profundamente a longa história de terror, estupidez e aparências do grande modelo e disseminador de sua influência econômica e cultural nas últimas voltas da história (quase sempre mentida e contada por quem detém o poder e a domina).

 

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *