Hoje, 64 anos depois, os brasileiros devem lembrar a luta gloriosa de Getúlio Vargas

Resultado de imagem para getulio vargas

Getúlio personificou o Trabalhismo

Antonio Santos Aquino

Nesta sexta-feira, dia 24 de agosto, faz 64 anos do suicídio do presidente Getúlio Vargas. É conveniente que lembremos, pelo menos, um pequeno trecho de sua carta-testamento. Nesta mensagem ao povo brasileiro, o grande líder revela a luta do Trabalhismo brasileiro, do sentimento político do nosso povo, que inclui a defesa dos interesses nacionais e dos direitos sociais, que estão cada vez mais ameaçados pela onda neoliberalista.

###
NÃO QUEREM QUE O
POVO SEJA INDEPENDENTE
Getúlio Vargas

“Mais uma vez, as forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e novamente se desencadeiam sobre mim. Não me acusam, insultam, não me combatem, caluniam e não me dão o direito de defesa. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação, para que eu não continue a defender, como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes. Sigo o destino que me é imposto. Depois de decênios de domínio e exploração dos grupos econômicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revolução e venci. Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberdade social. Tive de renunciar. Voltei nos braços do povo. A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. A lei de lucros extraordinários foi detida no Congresso. Contra a justiça de revisão do salário mínimo se desencadearam os ódios. Quis criar a liberdade nacional na potencialização de nossas riquezas através da Petrobrás e, mal começa esta a funcionar, a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculizada até o desespero. Não querem que o trabalhador seja livre. Não querem que o povo seja independente. Lutei contra a espoliação do Brasil. Tenho lutado mês a mês, dia a dia, hora a hora resistindo a uma pressão constante, incessante, tudo suportando em silêncio, tudo esquecendo, renunciando a mim mesmo para defender o povo que se queda desamparado. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora vos ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na história.

35 thoughts on “Hoje, 64 anos depois, os brasileiros devem lembrar a luta gloriosa de Getúlio Vargas

  1. O PT já venceu a disputa de 2018, qualquer que seja o resultado.

    Jogaram fora a lei, e Lula já venceu a eleição

    Setores do Ministério Público Federal e do Judiciário resolveram proteger o eleitor de si mesmo.

    A sentença de Sergio Moro que condenou Lula entrará para os tais anais, como exemplo do que um juiz não deve fazer.

    https://goo.gl/tmRdD4

  2. Muito blá,blá, blá escorado em
    muito sentimentalismo e muita falsa-moral.

    A verdade é que Vargas se deixou levar pelo canto da sereia socialista ( corrente social-fascista de Mussolini, Peron e PRI do México), em que o estado assume a responsabilidade total sobre a vida do cidadão e com isso esse estado se fortaleceu e se agigantou além do que devia a hoje vemos o que isto significa, em termos de impostos absurdos, leis trabalhistas absurdas, regulações absurdas quanto à criação de empresas, etc,etc,etc e o povo a mercê dos criminosos que sempre o ocupam para seu deleite pessoal.

    Nos primeiros momentos dessa forma de governo, a coisa até dá uma melhoradinha , no segundo, o estado incha com os apaniguados dos governantes e no terceiro resulta hoje no que é o Brasil, México e Argentina.
    E por aí vai.
    Já temos mais de 500 anos e cada vez estamos pior, enquanto uma Austrália, com a metade da idade do Brasil, é um dos melhores países do mundo.

    • Felizmente sempre tive perspicácia bastante para distinguir a pessoa importante da medíocre. Por isso nunca li nem leio biografias de brasileiros. Talvez lesse sobre a vida de Machado de Assis e de um Monteiro Lobato. O resto é resto.
      Ah, e o Juscelino que construiu Brasília, poderia inquirir um ignorante incauto. Eu diria que foi a pior ideia de que já tive notícia – Brasília sucks, Brasília é feia arquitetonicamente, e distante de tudo!
      Quantos aos nossos governantes, diria que foram medíocres para não baixar o nível e chamá-los de bostas – sem exceçcão! Ultimamente tivemos um que não passaria no teste de coveiro e uma que dificilmente passaria num teste psicológico – ambos corruptos. O Temer, coitado, dá pena: é feio, sem charme, bobo e acusado de corrupção.

  3. Perguntado o que achava de seus colaboradores Getúlio respondeu: a metade é totalmente incapaz a outra metade é capaz de tudo.

    Lula , verdade seja dita, demitia todos os incapazes.

  4. Getúlio Vargas o grande Duce brasileiro adorado pela esquerda. A gente vê que a relação de amor e ódio entre o fascismo e o comunismo vem de longe.

    Esse ditador é o grande pai desse país desfuncional que temos hoje, ele criou essa monstro paquidérmico paternalista, o mesmo monstro que foi engordado pelos militares e por todos os governos populistas que vieram depois.

    O Brasil só se livrara se sua mentalidade arcaica no dia que tiver coragem de colocar o nosso duce tupiniquim no lugar ideal a ele reservado, ao lado de todos os outros caudilhos populistas da America Latina.

  5. Curiosamente nenhum dos comentaristas acusou GV de corrupto. Parece que o velho tinha – dentre milhares de defeitos – uma qualidade que nem deveria ser citada para a função pública.
    E hoje se procura esta mesma qualidade nos políticos, como se fosse algo invulgar. Ora, é obrigação!

  6. Quando ouço onda neoliberalista me dá arrepios. Então, ter responsabilidade fiscal para que o país tenha suas contas equilibradas é o pior para o país. Que falta faz para estes coitados um pouco de conhecimento de economia.

  7. Aquino,
    Muito boa a sua iniciativa de homenagear o Dr.Getúlio Vargas, o único verdadeiro estadista que o Brasil teve até hoje.
    Getúlio nivelava os brasileiros por cima. Aumentava os salários dos trabalhadores e lhes dava dignidade, fazendo que todos pudessem viver melhor.
    Parabéns pela bela lembrança, num País sem memória!
    Grande abraço,
    Werneck

  8. Parabéns, prof. Antonio, pelo artigo. Getúlio saiu da vida e entrou na História com uma tragédia. Claro que fez muita coisa que não agradou aos empresários, como a criação da Petrobrás – com a campanha “O Petróleo é nosso”. Aumentou 100% o salário mínimo. Fico nestas duas.
    Criou a Companhia Siderúrgica Nacional – CSN porque siderúrgicas que existiam não atendiam a demanda e o Brasil importava muito produtos siderúrgicos. Trabalhei na CSN quando morei no Rio.
    Diziam que ele era pai dos pobres e mãe dos ricos e a oposição crescia contra ele liderada pelo jornalista Carlos Lacerda. Queriam a renúncia dele! Entretanto, ele disse “só morto sairei do Catete” e cumpriu sua palavra matando-se no dia 24 de agosto de 1954.Reconheço o que fez de positivo, mas eu não era getulista. Minha mãe, sim. Afinal ele era o pai dos pobres e lá fui eu com ela fazer parte daquela fila que passava diante do caixão na Rua do Catete. Espero que respeitem a memória de minha mãe; Era um direito dela!
    O anjo negro -Gregório Fortunato – sempre ouvia “é preciso acabar com esse homem” que era o Carlos Lacerda. Ele entendia como acabar, era matar de uma vez e organizou tudo. Getúlio nunca foi mandante de nada. Tampouco foi corrupto.

  9. A histórica precariedade do ensino de humanidades no Brasil, sobretudo da própria História, vem produzindo um dano imensurável, social e político, e resulta nesse pântano em que estamos atolados hoje. A Reforma do Ensino promovida pelo regime militar, em 1971, teve um papel preponderante nisso, e essa eu sofri na carne.

    Sem uma noção mínima da perspectiva histórica não é possível mesmo compreender o verdadeiro significado do papel que Vargas teve para o país.

    Percebe-se um ódio a Getúlio por uma associação primária e superficial a Lula: “líder popular”, “defensor dos pobres”, “perseguido pelas elites”, etc., etc. Fazendo o jogo e um discurso que só interessa e é alimentado pelos próprios seguidores do dito cujo.

    Quando num futuro não muito distante os nossos descendentes estiverem aprendendo nas aulas de História que houve um golpe de estado em 2016, que um certo líder metalúrgico, ex-presidente, foi perseguido e preso por ser aclamado pelo povo para voltar ao poder, e ousarem contestar, serão olhados com desdém, como velhos decrépitos.

    E a História se repetirá, na segunda vez como farsa, como sabiamente advertia o grande filósofo prussiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *