Inacreditável. Bento XVI culpa Deus pelo fracasso e pela renúncia. Os bancos enganam o governo. Não reduzem juros e aumentam as taxas. FHC é ingrato com o país.

Helio Fernandes

Pela primeira vez na História, Deus é negado e contestado pela própria Igreja Católica. E mais espantoso e tenebroso: o autor dessa negação imediata e surpreendente, é Bento XVI, a esta altura, não mais o Papa e sim o Papa Emérito. Falou para 150 mil pessoas na Praça de São Pedro, não emocionou ninguém, apenas surpreendeu.

Muitos nem ouviram, estavam ali pelo espetáculo, não pela santidade. Outros não acreditaram quando o ainda Papa Bento XVI proclamou: “Passei tempos difíceis, naveguei em águas agitadas, e o Senhor parecia estar dormitando”.

O Papa confessou que realmente não tem “linha direta” com Deus, por isso não foi atendido nas horas difíceis, ou melhor, abandonado. Mas quem sabe o Cardeal Ratzinger não olhou atentamente para o Senhor? Talvez Ele não estivesse “adormecido”, e sim atento demais e preocupado com a imprudência e a incompetência do Papa?

Agora, já Papa Emérito, Ratzinger volta a falar bobagem. Textual: “Vou obedecer o novo Papa”. Ora, como pode desobedecer se não terá nem voz nem voto? Se Deus existe, o resto não tem nenhuma importância. Se Deus não existe, então tudo é possível e permissível.

BERLUSCONI, IMORALÍSSIMO E
CORRUPTÍSSIMO, AMEAÇA COM MAIS
CRIMES: ITÁLIA, EUROPA, O MUNDO

Ficou 14 meses fora da política, voltou. Tumultua, complica e assombra a política, a economia e as finanças. Por que votam nele? Por que responde a 8 processos por roubalheira e sadismo, e não é condenado em nenhum deles? Não é condenado nem absolvido, conquista um terço dos votos?

A Itália é ingovernável, outro terço dos votos foi para a esquerda “amalucada”. E um palhaço que já foi estrela de televisão, e há 5 anos é recusado por todas elas, obteve 23 por cento dos votos dos cidadãos. Como explicar isso?

Os “analistas-especialistas” dizem: “Será necessária nova eleição”. Para que submeter o povo a essa nova trabalheira, se o resultado será o mesmo? Impressionante a arrogância de Berlusconi, a inconsciência desse palhaço, que nem pode ser candidato, foi condenado por 3 assassinatos? O mais grave e insolúvel: a crise não fica na Itália, ameaça o mundo?

HENRIQUE EDUARDO ALVES
CONTINUA ENGANANDO O ELEITOR

Declaração suntuosa dele: “Reuni o colégio de líderes, coloquei em votação, em 48 horas acabamos com o 14º e o 15º salários”. Como exigir que o novo presidente da Câmara fale a verdade? Não acabou nada, apenas reduziu esses salários à metade. Ou seja, diminuiu a despesas em 50 por cento.

Henrique Alves, que adora dizer, “estou há 42 anos na Câmara , implicitamente está confessando: recebeu 84 salários indevidos e irregulares. E ainda se elege presidente da Câmara. Que República.

O “SOCIALISTA” EDUARDO CAMPOS,
HOSTILIZADO DENTRO DE SEU PARTIDO

O governador de Pernambuco é um estouvado. Será essa a palavra certa? De qualquer maneira, é a mais sociável para o socialista. Está sempre se contradizendo e provando que não tem o fundamental para ser presidente.

Todos sabem o que fez para promover a própria mãe de deputada para ministra vitalícia do Tribunal de Contas. Imaginem ele no Planalto, com todo o Poder.

Se lançou a presidente sozinho, afirmou: “Meu partido me apoia em tudo”. Como vários candidatos seguiram na sua esteira, voltou atrás: “É muito cedo para 2014”. Agora, Ciro e Cid Gomes se atiram contra ele, Eduardo Campos “chora pelos cantos”, não sabe o que fazer.

Que tal pensar no país, deixar as coisas correrem naturalmente? Mas está em pânico, sabe que não tem cacife para brigar com os irmãos Gomes, principalmente o Ciro.

ESTÃO ENGANANDO O CIDADÃO:
BANCOS PRIVADOS NÃO BAIXARAM JUROS

Existe uma definição feita pelo órgão que fiscaliza a publicidade: “É proibida a propaganda enganosa”. Só que não vale para bancos, são poderosos demais. O governo determinou a redução dos juros, eles demoraram, mas fingiram a redução.

Propaganda enganosa, ou melhor, mentira e das grandes, e ninguém fiscaliza. Deixaram os juros como estavam, aumentaram o que chamam de taxas. Cobram até por cada talão de cheque usado pelo cliente. Este deposita o dinheiro no banco, e para utilizá-lo, tem que usar o cheque. Só que paga, não sabe quanto, por isso. Fora todo o resto.

###

PS – FHC continua exercendo sua verdadeira convicção: coadjuvante. Foi suplente de senador em plena ditadura, 1970. Com o impeachment de Collor e a posse de Itamar, foi candidato da máquina, se elegeu.

PS2 – Deslumbrado com o Poder, patrocinado pela Fundação Ford, comprou a reeleição, ficou mais 4 anos. Não tendo idade para mais nada, chama Dona Dilma de “ingrata”.

PS3 – A presidente pode ser chamada de tudo, nada por FHC. E se existe uma palavra que não pode ser utilizada para identificá-la, é essa usada pelo homem do retrocesso de 80 anos em 8. Ingrato é ele, e com o país.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *