Industrializar é preciso, num país como o Brasil

Flávio José Bortolotto

Um país, para ter alto padrão de vida, precisa se industrializar. Ter as suas marcas. Com exceção da velha Inglaterra, que inaugurou a Revolução Industrial e se transformou na “Fábrica do Mundo”, os outros países, para se industrializarem, tiveram que fazer uso do protecionismo. Estados Unidos, Alemanha, França, Japão etc, para não falar da URSS, que se fechou totalmente.

Todos esses países fizeram e fazem renhido uso do protecionismo. Nós também devemos fazer o mesmo, sob pena de – aí, sim – o Brasil se transformar em um país de fazendeiros exportadores, que seguramente gera uma economia pior do que um país de fazendeiros autossuficientes.

Numa economia de fazendeiros exportadores, uma minoria de cerca de 5% fica super-rica, enquanto 95% permanecem pobres, já que, quanto mais baixo for o salário, menor o preço de produção agrícola. Já numa economia de fazendeiros autossuficientes há interesse do salário ser mais alto, para se ter mais mercado, já que não exporta.

Por tudo isso, industrializar é preciso. Acorda, Brasil!

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *