Jair Bolsonaro entrou num beco sem saída, de onde tão cedo não conseguirá escapar

bolsonaro-charge-600x472 - Blog de Rocha

Charge do Aroeira (Portal O Dia)

Merval Pereira
O Globo

A carta de recuo dos ataques feitos ao STF, nas manifestações do fim de semana, divulgada pelo presidente Bolsonaro e escrita pelo ex-presidente Michel Temer é apenas uma estratégia, que acredito vá dar errado; ele não mudou da água para o vinho de uma hora para outra.

Não acho que tenha capacidade de continuar nessa senda de acordos, mediação e distensão entre os poderes. A vida toda ele viveu de embates e de tensão, não vai mudar agora. Mas essa carta foi seu último passo. Se retratou por escrito, e se tiver uma recaída, não tem mais para onde ir.

FIM DO CAMINHO – Entrou num beco sem saída, porque, se voltar a atacar o STF, ou ameaçar golpe, chegará ao fim do caminho, que é o impeachment ou o TSE barrar sua reeleição. Ao mesmo tempo, se continuar moderado, como diz na carta, perde grande parte de seu eleitorado, pelo menos o que estava nas ruas no sete de setembro.

Por isso, no dia seguinte à carta ele mesmo voltou a criticar a urna eletrônica, e fez uma piadinha grossa com o ministro Luis Roberto Barroso, coisa de cafajeste.

Não há como manter acordo com uma pessoa assim. Bolsonaro está numa situação difícil. O país não vai mudar, o mercado voltou apenas para recuperar perdas. Nenhum investidor vai acreditar que valha a pena investir aqui.

SEM INTERLOCUTORES – A rendição do presidente foi tão vergonhosa, tão humilhante, que ele não conseguirá ser um interlocutor válido. Deveria se retirar completamente, ficar quieto no governo, deixar o Congresso trabalhar até acabar o mandato.

Ou, para recuperar o prestígio, terá que radicalizar ainda mais. Porém, não chegará a lugar algum.

7 thoughts on “Jair Bolsonaro entrou num beco sem saída, de onde tão cedo não conseguirá escapar

  1. Se Merval levar o aval da metade dos que foram no sete de setembro, Bolsonaro suicida com uma picaretada na nuca.
    Morto o defunto não vai merecer nem o minuto de silêncio por parte da mídia amestrada. Nelson Rodrigues atestava que no maraca se vaiava até minuto de silêncio.
    Se me deixasse levar por opiniões de jornalistas eu já estaria na fila pra ver o cadáver embalsamado do Bolsonaro, o que tem de profetas do apocalipse envenenando a alma do leitores não está no gibi. Malvinas Cruelas, aquelas, Urubulinos, pragas de urubu e aprendizes de coveiros se contam em mais caveiras que as catacumbas de Roma.
    Para exercer o direito ao contraditório me atenho aos atos e fatos, não vou entrar nas quimeras do que desejam para escreverem artigos que são mera especulação do que vai acontecer.
    Esse Merval aí, não escreve artigos, ele joga blasfema e praga. Só isso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *