Janot ainda tenta justificar a suspensão da delação premiada da OAS

Resultado de imagem para rodrigo janot

Janot lança nota oficial para tentar explicar o inexplicável

Deu na Folha

O Ministério Público justificou nesta segunda-feira (29) a suspensão da delação da empreiteira OAS, investigada na Operação Lava Jato, e argumentou em nota que a divulgação do teor do que seria delatado é uma “tentativa de forçar os investigadores a aceitar a colaboração mediante pressão externa”. No texto, a Procuradoria a cita delação premiada de Léo Pinheiro, da OAS, revelado pela revista “Veja” e confirmado pela Folha.

A negociação entre Pinheiro e as autoridades foi suspensa pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, após vazamento à imprensa de informação que mencionava o ministro do Supremo Dias Toffoli.

A nota reitera informação do Ministério Público, segundo a qual não houve menção a Toffoli. “Em mais de seis meses de negociações, jamais foi entregue ao Ministério Público o relato do fato que foi veiculado na imprensa há uma semana, ou qualquer prova em relação a ele”, diz o texto sem citar o ministro do STF.

TRÍPLEX DE LULA – De acordo com as informações prestadas por Pinheiro a investigadores, o valor de um tríplex em Guarujá (SP) destinado ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seria abatido de propinas que a OAS tinha de pagar ao PT por obras na Petrobras. O empreiteiro também citou na delação a presidente Dilma Rousseff, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB).

“Num contexto em que a pretensa colaboração não é convincente o bastante, a criação do relato fora do contexto das negociações revela uma tentativa de forçar os investigadores a aceitar a colaboração mediante pressão externa”, afirma a nota.

Segundo o texto do Ministério Público, a relevância das informações prestadas é avaliada com base em diversos critérios e a decisão de suspender as negociações foram tomadas em conjunto por mais de vinte membros do Ministério Público “sem qualquer histórico de vínculo político partidário”.

3 thoughts on “Janot ainda tenta justificar a suspensão da delação premiada da OAS

  1. O escondedor geral da república faz o bem entende, sem de dar à sociedade qualquer explicação minimamente plausível de porquê o fez; por sua vez, o presidente do senado diz em alto e bom som, em transmissão ao vivo pela tv, que interferiu em decisão do stf(minúsculo mesmo) para favorecer um dos seus, e fica tudo por isso mesmo? Com certeza, cada povo tem o governo que merece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *