Janot rebate Senado e diz que apartamento de Gleisi não é um “bunker”

Charge do Alpino, reprodução do Yahoo

Gabriel Mascarenhas
Folha

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, rebateu os argumentos da Mesa Diretora do Senado, que havia questionado a busca e apreensão realizada no apartamento funcional em que moram o ex-ministro Paulo Bernardo e a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR). Bernardo foi preso no último dia 23, durante a Operação Custo Brasil, em que também foi cumprido um mandado de busca na residência do casal em Brasília, um dos imóveis funcionais que pertencem ao Senado.

Após a ação, a Mesa Diretora recorreu ao STF (Supremo Tribunal Federal) e argumentou que Gleisi não era alvo daquela investigação e, ainda que fosse, as forças policiais não poderiam ter entrado no apartamento sem autorização da corte suprema, já que a senadora possui foro privilegiado.

NÃO É BUNKER – Em seu parecer, protocolado no STF nesta quinta-feira (7), Janot afirma que, ao contrário dos parlamentares, os endereços do Legislativo não possuem foro privilegiado.

“Não poderia servir o local […] como um verdadeiro bunker imune a ações de busca autorizadas pelo juiz natural […] Sendo a diligência alusiva tão somente a Paulo Bernardo, é totalmente descabido invocar a imunidade parlamentar ou prerrogativas das Casas Parlamentares”, escreveu o procurador-geral.

Paulo Bernardo foi o principal alvo da Operação Custo Brasil, um desdobramento da Lava Jato, autorizada pela Justiça Federal de São Paulo. No STF, tramita um inquérito para investigar a suposta participação de Gleisi no esquema de corrupção da Petrobras.

CASO CONEXO? –Na manifestação, o Senado alega que a petista é investigada no Supremo num caso conexo ao de seu marido e, portanto, a ação deveria ter sido autorizada pelo STF e não pela Justiça paulista.

Acrescenta que, em se tratando se um apartamento da Casa, as buscas não poderiam ter sido realizadas pela Polícia Federal, mas apenas pela Polícia Legislativa.

Janot também rebate a tese, lembrando que o STF já proferiu decisões em sentido contrário. Ele também apontou a eventual falta de legitimidade da Mesa Diretora para se manifestar nesse caso, já que o questionamento beneficiaria, ainda que indiretamente, o ex-ministro, que não é parlamentar.

NÃO HÁ VÍNCULO – “Paulo Bernardo não detém qualquer vínculo funcional com a Casa legislativa ora reclamante”, resumiu Janot.

Por decisão do ministro do STF José Dias Toffoli, Bernardo foi solto seis dias após a operação. Para o magistrado, “não há elementos no processo que justifiquem a manutenção da prisão preventiva, como uma possível fuga para o exterior ou o risco de interferência nas investigações”.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
A petição do Senado está nas mãos de Dias Toffoli, que pode anular as provas porventura obtidas ou não. Suas decisões são imprevisíveis e muito criativas, conforme já está comprovado. E Paulo Bernardo – deve-se lembrar – é seu amigo pessoal há anos. Vamos aguardar. (C.N.)

9 thoughts on “Janot rebate Senado e diz que apartamento de Gleisi não é um “bunker”

  1. Conforme se dizia antigamente:
    “De cabeça de juiz e bunda de neném, ninguém sabe o que vem.”

    É impossível tentar adivinhar o teor de uma sentença judicial. Particularmente quando esta vem de um “juiz petralha”.

    • ““De cabeça de juiz e bunda de neném, ninguém sabe o que vem.” Depende, ser for certos magistrados da alta corte brasileira sabemos sim : Vem merda.

  2. Como amigo, de Paulo Bernardo, e TOFFOLI MORALMENTE NÃO ESTÁ IMPEDIDO DE JULGAR, o Presidente e demais membros, ficam calados, mas…o Presidente Ricardo, quer proibir seu boneco ir a rua em 31/07.O protesto pacifico da CIDADANIA, contra a imoralidade dos podres poderes, presidente Ricardo, porque mas não defende a honra da suprema..
    Toffoli, e o decano, enxovalham o plenário descaradamente, , e seus componentes não protestam, como acreditar no STF, que virou a justiça em injustiça, soltando ladrões e assassinos!???
    A porta do tribunal Divino, será aberta, para JUSTIÇA ser feita, a dos homens, no Brasil, dos tribunais superiores, não merecem credito do POVO, roubado em seus DIREITOS DE UMA VIDA DIGNA.
    QUE DEUS NOS AJUDE.

  3. O nobre ministro Toffoli, definitivamente um adepto das decisões “criativas”, não será um co-promotor ou apoiador da contabilidade criativa dos governos petistas? A forma de atuação é a mesma. Assim, pode-se depreender que a origem é da mesma fonte.
    O criminoso pode tudo: escolhe a hora, a vítima, os meios, a forma, os ajustes, tudinho. Já os agentes da lei precisam respeitar tudo, todo o tempo, até mesmo as manhas e traquinagens dos bandidos.
    É como nas multas nas estradas: o radar tem de ser identificado, localizado e lembrado. Se ficar escondido e sem indicação de sua existência será tido como “armadilha”. Interessante. Multar infrator “as escuras” é ilegal. Pratica o crime será se for pego.
    Viva a impunidade, a irresponsabilidade e a trapaça. Se não for pega, existe mas não tem responsável.

  4. O agregado do PT no STF José Dias fica com a doutrina lulopetista aos Código Penal, Código de Processo Penal e Constituição Federal da República.

    Assim como seu homônimo de Dom Casmurro, do velho Machado, também optava pela homeopatia à alopatia.

    Saem a amantíssima Dona Glória, Bentinho e Capitu. Entram o disciplinadíssimo PT, Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann.

    O velhíssimo José Dias confessou mais tarde seu charlatanismo, mas já tinha caído nas graças de Dona Glória e tinha utilidade para o juvenil casalzinho. Pôde continuar agregado.

    O novíssimo José Dias poderá confessar também suas trapaças. Quem sabe possa contar com a benevolência da República.

    Pobríssima República.

    ENREDO DE TERCEIRA MÃO

    http://mundovelhomundonovo.blogspot.com.br/2016/06/enredo-de-terceira-mao.html

  5. Como o Toffoli vai se tronar o relator do processo que julgará as contas da CHAPA Dilma/ Temer, ele agora virou a Geni dos temerianos, para justificar que o Soninho Todo Puro é uma ilha cercada por ladrões….

  6. Pois é…..O Toffoli “ESTÁ NA BUSCA DE SERVIR À Srª JUSTIÇA, AINDA É NOVO NA IDADE, VAI TER LONGO TEMPO, PARA SERVIR AO BRASIL COM HONRA E GLORIA, SE ESPELHANDO NO SIGNIFICADO DE NOSSA BANDEIRA VERDE E AMARELA, COM SEU AZUL ESTRELADO E O LEMA “ORDEM E PROGRESSO””

    E teve Inocente que acreditou……
    kkkkkkkkkkkkk
    INOCEEEENTEEEE, TADINHO……KKKKKKK

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *