Janot resolveu detonar o governo Dilma ou estou delirando?

Carlos Newton

As notícias dos jornais e sites ainda estão meio confusas. Primeiro, anunciaram que o procurador-geral Rodrigo Janot tinha pedido ao Supremo que investigasse irregularidades na campanha de 2006 do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e nas campanhas de 2010 e 2014 da presidente Dilma Rousseff, uma decisão espantosa para quem até a semana passada estava se transformando num novo engavetador-geral da República, blindando de forma descarada a presidente Dilma Rousseff, no melhor estilo de Geraldo Brindeiro.

Noticiou-se que a surpreendente solicitação de Janot foi baseada na delação premiada do empreiteiro Ricardo Pessoa, dono da UTC e um dos investigados da Operação Lava Jato. O empresário revelou ter feito doações ilegais às campanhas petistas desde 2006, na reeleição de Lula, seguindo até a nova eleição de Dilma, no ano passado.

MAIS UMA BOMBA

A poeira ainda nem tinha baixado e no dia seguinte lá vem a mídia divulgando outra bomba, ao anunciar que Janot pediu também ao Supremo que investigue o tesoureiro da campanha da presidente Dilma Rousseff à reeleição, Edinho Silva, atual ministro da Comunicação Social, além de Aloizio Mercadante, chefe da Casa Civil, e o senador Aloyzio Nunes Ferreira (PSDB-SP), por irregularidades no patrocínio às campanhas eleitorais deles.

O empresário, ao contar como fez repasses de propinas para as campanhas de Dilma Rousseff, disse que na última foi pressionado por Edinho Silva. Também deixou mal o senador Aloysio Nunes Ferreirra, ao relatar ter doado R$ 300 mil de forma oficial e R$ 200 mil em dinheiro vivo, sem declaração. No caso de Mercadante, Pessoa disse ter doou propinas de R$ 500 mil em 2010, quando ele era candidato ao governo de São Paulo.

JANOT SERIA BIPOLAR?

O que está acontecendo? Que país é esse? O procuradoR-geral Rodrigo Janot quer nos levar à loucura? Como é que se pode exercer a função de jornalista político numa situação dessas?

O mais difícil é entender os critérios de Janot. No caso de Mercadante, por exemplo, as doações foram registradas oficialmente como contribuições à campanha, o candidato pode alegar desconhecer se tratar de propinas, a dúvida é razoável porque Mercadante nunca foi da patota de Lula.

Outra dúvida: se Janot mandou investigar Edinho, chefe da segunda campanha de Dilma, por que o procurador esqueceu Antonio Palocci, que chefiou a primeira campanha dela, e também Ricardo Berzoini, que chefiou a campanha de Lula à reeleição?

Será que Janot é bipolar e ninguém até agora ninguém percebeu? Ou está apenas dando um confuso grito de independência, livrando-se da submissão a Dilma, para comemorar o Sete de Setembro?

11 thoughts on “Janot resolveu detonar o governo Dilma ou estou delirando?

  1. Acredito que Lula já tomou sua decisão e a Dilma vai ser sacrificada e Jaques Wagner fortalecido. Tem muita coisa se mexendo nos porões. E vem chumbo grosso.

Deixe um comentário para Tarciso Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *