Janot vai abrir novo inquérito contra Temer, desta vez sobre o Porto de Santos

Resultado de imagem para rocha loures ao telefone

Loures foi grampeado ao falar com Temer

Bernardo Mello Franco e Camila Mattoso
Folha

A Procuradoria-Geral da República deve pedir a abertura de um novo inquérito com base em diálogo do deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) com o presidente Michel Temer. A suspeita é de tráfico de influência para beneficiar a Rodrimar, empresa que opera no porto de Santos e foi alvo de buscas da Polícia Federal na semana passada. Os procuradores acreditam que já reuniram indícios para investigar Loures. Eles examinam papéis apreendidos na sede da empresa para decidir se é o caso de incluir o presidente no inquérito.

Temer foi gravado quando dava informações ao aliado sobre um decreto que ele assinaria seis dias depois. A medida beneficiaria concessionárias de portos, que tiveram suas concessões renovadas por 35 anos, sem licitação.

PAI DA CRIANÇA – Após a conversa, Loures repassou as informações a um interessado no decreto: Ricardo Conrado Mesquita, diretor da Rodrimar. O executivo festejou a notícia e disse que o deputado afastado seria “o pai da criança”.

A conversa interceptada pela PF ocorreu em 4 de maio, quando Loures ligou para o Planalto e foi atendido por Temer. O telefone do deputado afastado estava grampeado com autorização judicial.

O presidente avisou a Loures que o decreto dos portos seria assinado na quarta-feira seguinte. Também contou que as concessões de 35 anos teriam o prazo dobrado, chegando a 70 anos de duração. “Aquela coisa dos 70 anos lá para todo mundo parece que está acertando aquilo lá”, disse Temer.

“VALORIZADO” – Minutos depois de falar com o presidente, Loures ligou para o diretor da Rodrimar e repassou as informações. O executivo comemorou a notícia: “É isso aí, você é o pai da criança, entendeu?”.

Loures continuou: “A ideia é que se o governo for tomar uma decisão, nessa ou naquela direção…”. “Tinha que ser valorizado. Valorizado, não é?”, disse o executivo.

A Rodrimar já foi citada em inquérito sobre Temer no STF (Supremo Tribunal Federal). O presidente foi investigado sob suspeita de participar de um esquema de cobrança de propina de concessionárias do porto de Santos. Uma planilha entregue à PF atribuía o pagamento de R$ 1,28 milhão em propinas, sendo metade para uma pessoa identificada como “MT”. A polícia entendeu que as iniciais se referiam a Temer.

INQUÉRITO ANTERIOR – Em maio de 2011, o ministro Marco Aurélio Mello determinou que o então vice-presidente fosse excluído do inquérito. Ele atendeu a pedido da Procuradoria-Geral da República, que disse não ter encontrado provas suficientes contra o peemedebista.

A defesa do Loures não quis comentar o caso. A Presidência negou que Temer tenha cometido irregularidade e afirmou que o decreto dos portos foi debatido em grupo de trabalho. “Os prazos e terminais beneficiados foram debatidos nas várias reuniões realizadas pelo grupo”, afirmou, em nota.

“As reuniões eram públicas e as dezenas de participantes sabiam do conteúdo. Portanto, as informações eram públicas”, concluiu.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
A notícia de envolvimento de Temer com medidas relacionadas ao Porto de Santos não traz nenhuma novidade. O comentarista Antonio Santos Aquino há anos tem escrito a respeito aqui na “Tribuna da Internet”, sempre ironizando o fato de Temer continuar impune. Mas tudo tem a sua hora. E a decisão do procurador Janot mostra que a hora de Temer está chegando, antes tarde do que nunca. (C.N.)

8 thoughts on “Janot vai abrir novo inquérito contra Temer, desta vez sobre o Porto de Santos

    • Meioquilodemortadela, tu és ridículo. Sabe quando o CNJ vai tomar alguma medida contra o Moro pelo grampo no Lulla? Nunca, porque o grampo estava autorizado. O Lulla é um bandido sendo investigado e que continua sendo grampeado com autorização. Só um idiota pensaria ao contrário.

  1. NR, diz tudo, nossos politiqueiros, movidos pelo roubo do cofre, sacrificando o povo trabalhador, merecem cadeia perpetua, por infelicitar 229 milhões, olha o desemprego de quase 15 milhões, e ainda se colocam como anjos inocentes, quando a bem da verdade, são anjos das trevas infernais.
    A porta do túmulo se abrirá a todos nós, e só levaremos 3 coisas: o Bem, o Mal e o Bem que deixamos de fazer, a Luz ou o Ranger de dentes, é fruto nosso:A cada um segundo suas obras” Jesus a 2 mil anos.

  2. A política brasileira tem que passar por um expurgo radical e o povo tem que ter competência para separar o joio do trigo eliminando da vida pública a figura do político profissional e seus satélites. É só vermos os nomes dos políticos campeões em falcatruas para constatarmos que são os profissionais de sempre e que se mantêm na política graças aos votos impulsionados com o dinheiro da corrupção.

  3. A cúpula de nossa Republiqueta de Bananas Podres afirmou que o decreto dos portos foi debatido em grupo de trabalho.

    Qual grupo ?

    Grupo de “grupo” como diria o Barão de Itararé ?

  4. Caro Alex … em http://www.ihu.unisinos.br/512731-como-se-faz-um-bispo temos a conclusão: “… Ao terminar o livro, fica a impressão da seriedade que a Igreja atribui à seleção dos bispos. Pode errar. Mas pesquisa, informa-se, busca acertar. O leitor se vê quase submergido por tanta informação, dados, citações de conversas, referências de livros. Texto rico, disperso pela natureza própria do jornalismo. Não assume nenhum tom acadêmico ou doutrinal, mas deixa-nos perguntas profundas sobre o futuro da Igreja no referente à nomeação de seus pastores. No decorrer da leitura, muita beleza aparece na vida de tantos e tantos bispos. Boa viagem pelas paragens eclesiásticas do Brasil e do mundo!”

    E há Juízes concursados e outros escolhidos e aprovados!!!

  5. “Aquela coisa dos 70 anos lá para todo mundo parece que está acertando aquilo lá”, disse Temer.”
    ==
    Qualquer chefe de estado deveria ser afastado do cargo por ter construído uma sentença vulgar como essa. E o mais triste é que viemos de dois governos cujos líderes se assemelham intelectualmente a orangotangos. O Ignorante de Garanhuns chegou a dizer ao Moro que cabia a ele as decisões estratégicas!!! A Virgem Tresloucada, por sua vez, chegou ao ponto de querer armazenar vento. Desculpem o meu francês, estamos fundidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *