Jornais crescem e faturam 3 vezes mais que a Internet

Pedro do Coutto

A Folha de So Paulo publicou em sua edio de 28 de julho, Caderno de Economia, que no primeiro semestre deste ano a venda de jornais cresceu 2% em relao ao mesmo perodo de 2009 atingindo a mdia diria de 4 milhes e 225 mil exemplares. A populao aumentou 1,2%. O faturamento alcanou R$ 1,3 bilho, crescimento comparativo da ordem de 7,8%. A fonte da informao o presidente-executivo do IVC, Instituto Verificador de Circulao, Pedro Martins Silva. No mesmo espao de tempo, a internet faturou 414 milhes em publicidade, um tero do produto publicitrio dos jornais. Como ningum joga dinheiro fora, muito menos em empresas anunciantes, deduz-se que se enganaram aqueles eu achavam (ou acham) que a web poderia ocupar o lugar da imprensa. Nada disso.

Como digo sempre, se vale Freud, vale Marx. E me lembro do belo ttulo do psiclogo e pensador alemo Erich Fromm: Meu Encontro com Freud e Marx, dcada de 1950. Humor parte, o fato que os meios de comunicao complementam-se entre si, adicionam-se, um no substitui o outro. Os jornais no acabaram com os livros. O rdio no acabou com os jornais. O cinema acrescentou-se ao rdio. A televiso no anulou nem o rdio, tampouco o cinema. A internet surgiu para se acrescentar a todos eles. timo isso. Ganha a informao, ganha a opinio, ganha a cultura universal.

O faturamento publicitrio, identificado pelo Projeto Inter Meios, reflete o grau de circulao e audincia. Por isso, dos cerca de R$ 11,8 bilhes comercializados em publicidade nos seis primeiros meses do ano, R$ 6,3 bilhes foram capturados pelos canais de TV, incluindo abertos e os por assinatura. Confrontando-se o resultado com perodos anteriores em que o volume publicitrio esteve estacionado na escala de $ 10 bilhes a cada 12 meses, algo em torno de quase R$ 18 bilhes, em 2010 vai ultrapassar esta barreira, devendo fechar o exerccio com cerca de R$ 22 a 23 bilhes. J focalizamos o faturamento dos jornais, da televiso, da internet. Falta o das emissoras de rdio: R$ 420 milhes de reais de janeiro a junho. Um pouco mais que o da Internet ultrapassa o rdio, pois este aumentou 18,5% de um ano para outro, enquanto a internet avanou 34%.

Uma tendncia. Mas que no se afirma por si. Pois preciso saber se o movimento comercial da web est ou no no seu teto. Isso porque difcil a rede de computadores conectada superar a barreira de 30% dos domiclios brasileiros , ou seja 9 milhes de residncias, pela questo inultrapassvel do poder aquisitivo. O pas possui 58 milhes de domiclios, segundo o IBGE, portanto 58 milhes de famlias. S 30% tm plano ou seguro de sade, algo absolutamente indispensvel. O computador vem logo depois do plano de sade. Quanto custa uma internao hospitalar? Impossvel os assalariados poderem arcar com a despesa. essencial.

As agncias de publicidade, os bancos, o comrcio, os governos devem ler com ateno a matria publicada pela Folha de So Paulo. Vo encontrar uma sntese da realidade que envolve a comunicao brasileira e observar bem o mercado de informao e opinio que se descortina. Eu falei em opinio. Neste aspecto, a imprensa escrita domina totalmente o panorama. Uma questo de espao. Se algum na tela da TV se reservar a comentrios far com que telespectadores e ouvintes mudem de canal ou de estao. Ou ento que desliguem os aparelhos. Opinio detalhada algo prprio de linguagem escrita. No da falada.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.