Jornal alemão compara política brasileira a “House of Cards”

A revista americana Americas Quarterly também fez a comparação

Deu no site DW

Por que alguém se interessa pela série americana se existem as notícias da política brasileira, questiona o semanário “Die Zeit”. “Nessa história cheia de aventuras só falta mesmo uma moral”, afirma. Reportagem publicada esta semana pelo jornal alemão Die Zeit compara a atual crise política brasileira com as intrigas da série americana House of Cards, onde o inescrupuloso político Frank Underwood faz de tudo para acumular e manter poder, chegando até a presidência dos EUA.

“Por estes dias, é difícil entender por que ainda há pessoas que se interessam por House of Cards. Elas não acompanham as notícias da política brasileira?”, pergunta o correspondente do jornal no Rio de Janeiro, Thomas Fischermann.

“Há um promotor que quer meter na cadeia um ex-presidente, cuja metade de sua equipe já está atrás das grades. Um presidente da Câmara que teria colocado milhões em propinas em contas na Suíça, mas que, mesmo assim, continua no cargo e, com acusações de corrupção, quer afastar outros políticos do poder. E há protestos nas ruas, nos quais pessoas pedem o retorno da ditadura militar. Elas dizem: num sistema político falido como esse, qual a diferença?”, diz a reportagem.

Mais interessante

Em seguida, Fischermann lembra que, recentemente, a revista americana Americas Quarterly comparou a crise política brasileira com a popular série do serviço de streaming Netflix – e concluiu que a política brasileira é bem mais interessante. Desde então, mais coisas aconteceram, escreve o jornalista. Segundo ele, os acontecimentos “cheios de aventuras” dos últimos dias são fora do normal até mesmo para os padrões brasileiros.

A reportagem afirma que a oposição tenta, desde a eleição de outubro de 2014, derrubar Dilma e tentou incriminá-la no escândalo da Petrobras. “Só que, para decepção deles, Dilma não tinha nada que ver com isso”, escreve o correspondente.

“Nem mesmo as determinadas equipes de promotores nem a imprensa investigativa (frequentemente ligada à oposição, pois financiada por oligarcas) conseguiu comprovar algo de concreto. E isso não se deu por falta de afinco”, afirma.

IMPEACHMENT

Em seguida é relatado o andamento do processo de impeachment, o “bloqueio total do parlamento pela oposição” e as recentes ações da Justiça contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A reportagem lembra até a polêmica nas redes sociais por causa da equivocada referência a “Marx e Hegel” no pedido de prisão preventiva de Lula.

Para o autor, a única coisa que falta nessa história da política brasileira é uma moral. “Claro que se pode afirmar categoricamente – como fazem alguns manifestantes por esses dias – que todos os políticos suspeitos de corrupção deveriam ser varridos para fora. Mas aí não sobraria quase ninguém em Brasília. A única possível exceção seria justamente Dilma Rousseff.”

21 thoughts on “Jornal alemão compara política brasileira a “House of Cards”

  1. Esta semana esteve na minha casa, um parente que mora na Alemanha, próximo a fronteira com a Polônia.
    Numa cidade que tinha aproximadamente 20 mil habitantes, o governo alemão jogou lá, mais de 4 mil
    “refugiados”, gente de varias partes do mundo.
    A situação esta caótica, diz. Os alemães agora estão conhecendo o que é uma favela, maior ainda é o choque cultural e principalmente religioso, são todos muçulmano.
    Já esta inclusive pensando em voltar para o Brasil.

    • Prezado Janjão,
      Com todo o respeito, a alusão que o nobre leitor da TI faz a “favela” soa preconceituosa.
      Penso que, salvo melhor juízo, provavelmente em torno de 99% dos moradores dessas comunidades carentes para não falarmos em “favela”, são pessoas de bem e certamente são trabalhadores, pois precisam sustentar as suas famílias e lá só estão porque não têm condições financeiras de morarem ao nível dos logradouros públicos.
      A única relevância acerca da matéria sobre a esculhambação em que se encontra essa nação devastada por essa corja de sindicalistas desonestos e vulgares criminosos, é a alusão que se faz de que a única possível exceção à regra seria justamente Dilma Rousseff, o que, induvidosamente é a CONSAGRAÇÃO DO ABSURDO, haja vista a divulgação do áudio da gravação autorizada judicialmente do apedeuta Lula interceptada em diálogo com a sua criatura que desnudou a república brasileira.

      • Prezado Belém, . . . tocaste no ponto que entendo como o mais “nevrálgico” dessa pantomima que continuamos assistindo sobre a “propaganda midiática maciça” da FALSA HONESTIDADE dessa guerrilheira, quando aborda em seu comentário . . . “é a alusão que se faz de que a única possível exceção à regra seria justamente Dilma Rousseff, o que, induvidosamente é a CONSAGRAÇÃO DO ABSURDO, haja vista a divulgação do áudio da gravação autorizada . . .”

        Gostaria de RELEMBRAR a TODOS os que reincidentemente por aqui postam comentários favoráveis à “idoneidade” e “moralidade”, em defesa dessa indefensável tresloucada (aparentemente APENAS por ter “pertencido ao “seu” PDT), que, além de guerrilheira, pesa sobre suas costas e é responsável direta ou indireta pela morte do soldado Mário Kozel Filho na madrugada de 26/6/1968 quando um grupo de ‘seu aparelho’ da VPR atacou o Quartel General do II Exército, sem contar o roubo ao cofre do então governador Adhemar de Barros, . . . e sua INFINITA participação em todos os atos criminosos dessa QUADRILHA que está no governo nos últimos 13 anos, onde, só para citar dois, temos a compra da refinaria de Pasadena e as eleições fraudadas e financiadas pela corrupção em 2014!

        Façam o favor de refrescar a memória, pois “ninguém merece” perder tempo lendo “amenidades e hipocrisias” despropositadas e sem o menor fundamento!

        http://www.averdadesufocada.com/index.php/memrias-reveladas-especial-87/2066-2906-memrias-reveladas-memrias-censuradas

      • A “tendência natural de se fazer côro” e “repetir inconsequentemente” tudo que a mídia a serviço da Plutocracia publica, é uma das formas de CONTROLE MENTAL usada para INDUZIR a população a acreditar como sendo ‘a única verdade sobre determinado assunto’!

        Usando de metodologia subliminar ou apologistica, UNIDIRECIONADAMENTE como SEMPRE FAZEM, por serem normalmente os únicos a abordarem e divulgarem opiniões sobre determinados temas, conseguem formatar, implantar e perpetuar os “entendimentos” sob a ÓTICA que INTERESSA FIXAR na opinião pública para garantir a PRESERVAÇÃO de “seu” TERRITÓRIO!

        É de FUNDAMENTAL IMPORTÂNCIA que seja mantido alto nível crítico sobre todo tipo de informação recebida, para tentar evitar ao máximo sermos imperceptivelmente ‘conduzidos’ em nossa lógica e entendimento dos fatos!

        A matéria desse post, aparentemente ‘inofensiva e light’ carrega INTENSA propaganda subliminar quanto à “INOCÊNCIA” dessa criminosa que continuamos aturando no Palácio do Planalto, com um único propósito de perpetua-la por lá até que a Plutocracia (proprietária desses periódicos) garanta mais tantos ‘aquinhoamentos’ quanto os que foram acertados seriam transferidos por sua eleição ao cargo. Eventualmente, quiçá, levar a nação à uma sangrenta guerra civil, . . . não se iludam!

  2. Acredite se quiser: me informaram ainda há pouco que o Ano Astrológico começa hoje, mais precisamente, começou 01:30 h da madrugada, com a chegada do Outono. Será regido pelo Sol, o Astro Rei. Simbolicamente vida nova no pedaço com reflexos na Política e demais áreas. Logo … Feliz Ano Novo para todos (as). Feliz Outono !

  3. Senhor Belem, esse seu espírito humanista, realmente nos contagia e renovamos a esperança nos seres humanos.

    CONFESSO QUE EMBORA ADMIRE TAL COMPORTAMENTO, MUITAS VEZES ME PEGO AGINDO DE MANEIRA DIGAMOS ASSIM, NADA CONVINCENTE.

    Bom dia……

    • Prezado David,
      Considerando a situação em que se encontra o país, induvidosamente gerando uma POLARIZAÇÃO entre aqueles que são (MINORIA) a favor desse (des)governo de criminosos vulgares e daqueles que são (MAIORIA) contra esse (des)governo do crime organizado, INFELIZMENTE o ÓDIO está grassando no seio da sociedade brasileira, sobretudo nas chamadas REDES SOCIAIS e isto é MUITO PERIGOSO.
      Certamente não apreciaria saber ou ver que irmãos brasileiros pudessem vir a ceifar as vidas uns dos outros por causa de uma MINORIA NEFASTA que se apoderou do Estado brasileiro e que sequestrou a nossa ESPERANÇA de vivermos com DIGNIDADE em uma verdadeira república federativa.
      Todos os dias peço ao PAI CELESTIAL E MISERICORDIOSO que nos ILUMINE e, sobretudo nos CONDUZA ao melhor caminho para que tenhamos de volta a nossa amada pátria Brasil.

  4. FAVELA=Conjunto de barracos e cortiços, é o que diz o dicionário, nenhuma referência a que vive neste locais.
    A palavra existe na língua portuguesa, portanto não é nenhum palavrão e também não caracteriza nenhum preconceito.
    Não ha no meu comentário qualquer palavra depreciativa a quem more nestas comunidades, que não são
    totalmente habitadas por pobres.
    Certas comunidades do Rio de Janeiro e São Paulo, são economicamente muito mais fortes que muitos municípios brasileiros.

    • A origem da palavra favela é lá da Guerra dos Canudos, nessa região tem uma planta chamada favela. Quando a Guerra dos Canudos terminou, o Exército não pagou o que devia aos cabos e soldados que moravam no Rio, como eles não tinham recursos foram morar em barracos num morro. O Exército sempre alegava que estava ‘tomando providências’ sobre o pagamento, vindo daí o nome do Morro da Providência e também o termo favela devido a supramencionada planta.

    • Como o Sr, havia dito… Nas favelas do Rio a enorme maioria de seus moradores são pessoas trabalhadoras e honestas, basta ver que a enorme maioria dos trabalhadores da área de serviços de Copacabana , Ipanema, etc residem em favelas… Eu mesmo fiz durante um bom tempo trabalhos voluntários no CIEP Nação Mangueirense e posso atestar, até que o ” Chiquinho da Mangueira ” acabou com esse trabalho….

  5. Assisto esta série, espetacular e muito bem feita, a ponto de o ator que faz o papel de presidente dos Estados Unidos Kevin Specey, 57, ter ganho o prêmio máximo da TV!

    Como sua esposa, a belíssima Robin Wryght, 50, que dá um charme especial à trama palaciana.

    Mas, discordo com a comparação que faz o jornal alemão entre a ficção (Netflix) e a realidade (Lula e Dilma).

    A começar com a classe do suposto casal americano com a categoria dos nossos verdadeiros presidentes, uma distância imensurável.

    Enquanto os primeiros têm charme, presença, elegância, os nossos são a escória da sociedade, desonestos, mal educados, pensam que o Brasil é deles, mentirosos, corruptos e imorais! Portanto, a realidade brasileira supera a ficção americana, então comprometida a comparação.

    No entanto, dificulta sobremaneira qualquer alusão que se queira fazer com a administração de Dilma/Lula, exatamente os níveis de perniciosidade, nocividade e letalidade que a dupla imprime ao país e faz sofrer o povo!

    Matreiros, querendo driblar as leis, enganar a Nação, iludir a Justiça, Lula e Dilma representam a falta de integridade absoluta, legitimamente um casal de criminosos comuns, que dirige o Brasil conforme o caráter e a personalidade de cada um, logicamente de maneira deturpada e abjeta.

    As conversas mostradas ao público entre Lula e várias pessoas são exemplos clássicos de mente doentia, inescrupulosa, amoral. Lula nivela qualquer situação que lhe desagrade à base de palavras de baixo calão, expressões xulas, demonstrando que refinamento jamais foi o seu caso, ao contrário, o ex-presidente usa de um vocabulário de cadeia, quem sabe se acostumando e treinando como será o seu futuro.

    Quanto à presidente, se não é tão deprimente quanto ao seu criador, imagina que a sua gestão lhe permite usar de táticas e estratégias quando assaltava bancos no passado, quando era uma fugitiva da justiça, que alega décadas depois que … lutava pela “democracia”.

    Democracia, surpreendentemente, que na sua imaginação é a mesma da década de sessenta, que não pode estar divorciada do roubo, do assalto, da exploração, razão pela qual as suas gestões têm sido caracterizadas pelos episódios na Petrobrás, por tentar enganar a Justiça, e por proteger bandidos!

    Dilma não mudou a sua personalidade e caráter de infringir as leis anos atrás e, agora, faz o mesmo. A presidente continua pensando que os fins justificam os meios, neste caso, a permanência no poder, que vale os esforços e métodos os mais deletérios aos objetivos planejados.

    Não existe no mundo um casal como Lula e Dilma, que poderia se consagrar como mandatários brasileiros de um novo tempo, de eras modernas, mas preferiu usar sistemas desonestos, maléficos, sub-reptícios, que não poderia contrastar com o caráter e a personalidade individuais da dupla, um par de bandidos, uma dupla desprezível!

  6. Abraços a todos, foi um prazer ler o que os senhores escreveram. Ninguém é tão sábio que nunca tenha o que
    ainda aprender, nem tão inculto, que nada tenha o que ensinar.
    A nossa luta é contra a destruição da nossa pátria.

    • Tamberlini, . . . principalmente “termos sem o Brasão da República”, como o Alex sagazmente detectou! Kkkkkkkk! Pelo visto ‘faz parte das práticas criminosas’ adotadas como rotina nessa quadrilha!

      O que ainda faltará por descobrir é de arrepiar os cabelos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *