Jornalistas do UOL foram agredidos em Brasília por militantes petistas

Resultado de imagem para UOL foram agredidos

O rosto do agressor  está oculto, por se tratar de menor de idade

Deu na Folha

O portal de notícias UOL, empresa do Grupo Folha, divulgou uma nota de repúdio na qual afirma que dois jornalistas foram agredidos ao acompanhar uma manifestação em Brasília, na Esplanada dos Ministérios.

“Os repórteres do UOL Leandro Prazeres e Kleyton Amorim foram vítimas de violência verbal e física enquanto cobriam as manifestações de 7 de Setembro em Brasília nesta quarta-feira. Foram atacados covardemente durante o exercício de suas atividades profissionais”, diz a empresa.

“Qualquer violência contra jornalistas é uma agressão contra a Constituição e contra a liberdade de expressão. O episódio desta quarta-feira é lamentável, mas não fará o UOL esmorecer na sua luta pelo livre direito de informar.”

DURANTE ENTREVISTA – De acordo com matéria publicada no portal, o repórter Leandro Prazeres e o cinegrafista Kleyton Amorim gravavam entrevista com uma manifestante que defendia a intervenção militar no Brasil quando foram atacados por membros de um outro grupo, que protestava contra o governo de Michel Temer no mesmo local.

Um dos militantes tentou impedir a entrevista. Prazeres foi empurrado e teve uma garrafa de água arremessada contra o rosto. Amorim foi agredido com chutes por outro manifestante, que tentou tomar a câmera do profissional, mas não conseguiu.

Ainda de acordo com o UOL, um dos agressores, identificado como Francisco Assis Batista, 49, produtor rural, foi levado para a delegacia. Quem atacou o cinegrafista foi o sobrinho dele, menor de idade.

Em depoimento à polícia, o agricultor negou as agressões.

9 thoughts on “Jornalistas do UOL foram agredidos em Brasília por militantes petistas

  1. Veja só onde estamos. E a. Mídia está protegendo esses meliantes. A desgraça do protetor e o seu protegido. Mas se fosse a PM executando seu trabalho estaria estampado no UOL como opressor. Isso não é menor de idade e sim semente.

  2. Um verdadeiro inferno,o que esse sujeito transformou o país.Não tem perdão senhores militares,que estiveram com o chefe da orcrim, muitas vezes em suas mãos, e não acabaram de uma vez por todas com esse pústula.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *