Juiz Moro desmente o senador Requião sobre o projeto de Abuso de Autoridade

Resultado de imagem para sergio moro

Moro estranhou a declaração de Requião

José Carlos Werneck

O jornal “O Estado de São Paulo” divulgou um comunicado do juiz Sérgio Moro dizendo que “é inverídica” a afirmação de que foi consultado e concordou com a redação do parecer do projeto que altera a Lei de Abuso de Autoridade. Entre outras coisas, o magistrado destaca: “Consta no parecer do senador Requião sobre o projeto da lei de abuso de autoridade a afirmação de que eu, juiz Sérgio Moro, teria sido consultado e concordado com a redação por ele proposta para o parágrafo segundo do artigo 1 do substitutivo. Isso, porém, não é verdadeiro, estando o senador absolutamente equivocado, pois não fui consultado e não concordo com a redação proposta”.

“Ninguém defende abuso de autoridade, mas a redação proposta no substitutivo do senador não contém salvaguardas suficientes para prevenir a criminalização da interpretação da lei e intimida a atuação independente dos juízes”, salientou Sérgio Moro.

 

7 thoughts on “Juiz Moro desmente o senador Requião sobre o projeto de Abuso de Autoridade

  1. TEIMAR EM CONTINUAR MANOBRANDO em prol do velho continuísmo da mesmice do partidarismo-eleitoral, do golpismo-ditatorial, e seus tentáculo$, velhaco$, que só convém aos me$mo$, ou seja, do $istema político podre, da plutocracia com jeitão de cleptocracia e ares fétidos de bandidocracia, e da república 171 dos me$mo$, dos quais, no Brasil, somos todos vítimas e reféns há 127 anos, é continuar gastando velas temporais boas com defuntos ruins, ou seja, é dar mais sobrevida ao velho que já morreu e que não deixa o novo de verdade entrar em cena, na boa e na moral, estabelecer-se e descortinar novos horizontes capazes de sanear e oxigenar o ambiente político-econômico-social, empolgar a população, motivar a tropa e ressuscitar a esperança . Por outro lado, prender Lula, um dos morubixabas do velho que já morreu, apenas porque, entre os continuísta da mesmice, é o cara que ainda consegue agradar simultaneamente setores da esquerda, do centro, da direita, e, sobretudo, do capital velhaco e do establishment bandido, no colo dos quais, tb sentou gostosamente, a exemplo de FHC e todos os seus antecessores, inclusive a famigerada ditadura militar armada até os dentes, globo e cia, sem antes prender Sarney, Collor, FHC, Temer e camarilha, é algo como dizer ao mundo que no Brasil existem dois judiciários, aparelhados: um para ferrar os adversários da ora e outro para julgar os amigos, valendo, no caso, realçar o fato que Lula não pode ser nomeado ministro de Dilma, face à acusação adversária de possível obstrução da lava jato, feita pelos olhos de lince de plantão que, infelizmente, converteram-se em avestruzes, vistas grossas e ouvidos moucos em relação à ocupação total do poder supremo, via golpe, por Temer e a imensa boiada bandida do me$mo atolados até o pescoço no esquema Odebrecht e acossados pela lava jato, que buscam frustrá-la diuturnamente, como, aliás, confessado por Juca, o Caju da Odebrecht, e demais mafiosos que dominam o país grampeados pelo próprio comparsa, Sérgio Machado. Realmente, tem algo de muito podre no ar, fedendo à beça, e não é no reino da Dinamarca não, é aqui mesmo, no Brasil, debaixo das nossas narinas, contra os quais urge reagirmos, antes que o $istema político, podre, mafioso, com prazo de validade vencido há muito tempo, nos leve ao suicídio coletivo, via asfixia financeira, como, aliás, já está acontecendo. Chega dos me$mo$. Fora todo$. Democracia Direta Já, como propõe a RPL-PNBC-DD-ME, a Revolução Redentora, o novo caminho para o novo Brasil de verdade. Basta de mistificação, dissimulação, camaleões, sofistas e bravateiros, basta de 171. E de nada adianta a globo, o STF e a Lava Jato acenarem para o novo de verdade que precisa entrar em cena e se estabelecer, mas escondê-lo da opinião pública, e, na pratica, continuarem pactuados com o continuísmo da mesmice do $istema político podre, fazendo tabelinha com o velho que já morreu. http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/291478/Nassif-O-assalto-ao-poder-e-os-Macuna%C3%ADmas-do-Supremo.htm

  2. Requião é um pilantra de primeira linha. Quem é paranaense sabe o quanto ele prejudicou o desenvolvimento do Paraná, quando foi seu governador.

    Tinha tanta inveja do governador anterior (Jaime Lerner) que fez de tudo para destruir tudo de bom que Jaime fez ao Paraná.

    Era tão arrogante que debochava do Lerner até em entrevistas televisionadas, quando o chamava pejorativamente de “Djêime”!

    Fez um péssimo governo conferindo anos de atraso ao Estado do Paraná.

    Era tão contraditório nas suas atitudes que era apelidado de “Maria Louca”, no Paraná, até por aliados, nos bastidores!

    Brigava até com o Lula, presidente na época. E de vez em quando fugia para seu apartamento em Paris.

    Isso mesmo, esse Requião, que tenta passar a imagem de político simplório e defensor do povo, mantém apartamento em Paris!

    Ora, pois…

    • Juca, mas foram os paranaenses que elegeram o Requião para o Senado e também a Narizinho. Isto mostra que o povo continua sendo o maior culpado por toda esta corja de bandidos que domina o país.

  3. Roberto Requião, no meu entender está liquidado politicamente, depois de defender o governo irresponsável da presidente Dilma e agora, neste momento impróprio, em que a Lava Jato está enquadrando os corruptos, passando o país a limpo, vem o Requião em defesa dos corruptos, defender o projeto de abuso de autoridade, que no fundo é dar argumento de defesa aos corruptos e intimidar a Polícia Federal, o MP e os juízes.
    .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *