Juízes e procuradores reagem contra projeto que dificulta combate à corrupção

Charge do Paixão, reprodução da Gazeta do Povo

Frederico Vasconcelos
Folha

Juízes federais e estaduais, procuradores da república, promotores públicos, procuradores de justiça, delegados da Polícia Federal e estaduais e servidores públicos realizam ato, nesta quinta-feira (28), em Curitiba, contra o projeto de lei do senador Renan Calheiros que altera a Lei de Abuso de Autoridade (PLS 280/2016) para dificultar operações de combate à corrupção, como a Lava Jato e a Zelotes.

Organizada pela Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) , pela Associação Paranaense dos Juízes Federais (Apajufe), pela Associação Paranaense do Ministério Público (APMP) e pela Associação dos Magistrados do Paraná (Amapar), com o apoio de diversas outras entidades, a manifestação terá início às 15 horas, na sede da Justiça Federal, na Avenida Anita Garibaldi, 888, no Bairro Ahú, em Curitiba/PR.

Para a Ajufe, vários dispositivos do projeto de lei do Senado Federal abrem a possibilidade de punição ao juiz pelo simples fato de interpretar a lei – o que atinge diretamente a independência e criminaliza a atividade judicial.

INTIMIDAÇÃO – No entendimento da Ajufe, o projeto de Renan (PLS 280/2016) tem o objetivo de intimidar juízes, desembargadores e ministros, além de outras autoridades, dificultando a aplicação da lei penal, sobretudo em casos de corrupção que envolvam criminosos poderosos, políticos, empresários e ocupantes de cargos públicos.

“Sem um Judiciário independente os juízes não podem fazer seu trabalho e ficarão à mercê de poderosos, verdadeiros alvos dessas operações”, afirma o presidente da Ajufe, Roberto Veloso.

APOIO TOTAL – A mobilização conta com o apoio da Associação dos Magistrados do Brasil (AMB), da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), da Associação Nacional dos Auditores de Controle Externo dos Tribunais de Conta do Brasil (ANTC), da Associação dos Magistrados do Trabalho da 9ª Região (Amatra IX) e da Associação Nacional do Ministério Público Militar (ANMPM).

9 thoughts on “Juízes e procuradores reagem contra projeto que dificulta combate à corrupção

  1. Os juízes e procuradores sabem que contam conosco. Faremos bonecos, iremos às ruas, gritaremos nas redes. Acabou o tempo em que esses bandidos oficiais faziam o que queriam.Derrubaremos um a um.

  2. Típico projeto para atender interesses particulares. A sociedade brasileira não vai permitir que os políticos aprovem um projeto que interessa apenas aos que estão em dívida com a justiça.

  3. O STF, SUSPENDEU O CUNHA, PORQUE NÃO SUSPENDE O RENAM COM MAIS DE 10 PROCESSOS SOB SEU MARTELO?? EU SEI PORQUE E VOCÊ SABE ZÉ E MARIA POVINHO, CLARO QUE SABE, MAS…O ELEITOR ALAGOANO É CONIVENTE, mesmo sabendo da renuncia para não ser cassado, por sustentar amante como nossa grana!! O velho ditado, cada povo tem o governo que merece, este resultado é ligado ao VOTO OBRIGATÓRIO, FAZEDOR DO CURRAL ELEITORAL.
    QUE O SUPREMO DEIXE DE ESTUPRAR E VILIPENDIAR A sRª JUSTIÇA, E CUMPRA SEU DEVER DE FAZER JUSTIÇA.
    O POVO SOFREDOR, ACORDOU DO BERÇO ESPLÊNDIDO, E APARECEU UM JOVEM JUIZ COM A EQUIPE MPF E PF, dR. SERGIO MORO, EXEMPLO DE DIGNIDADE E CONSCIÊNCIA, FAZENDO JUSTIÇA, DEIXANDO A VELHARIA DE JUÍZES NO PASSO DE CAGADO, PONDO NA CADEIA OS LADRÕES DE ALTO COTURNO PÚBLICOS E PRIVADOS DO COFRE PÚBLICO.
    DEUS, NOS AJUDE, 48 MILHÕES NA RUA DA AMARGURA, RESULTADO DE 12 MILHÕES DE DESEMPREGADOS, MISERICÓRDIA PAI CELESTIAL PARA ESSE POVO SOFRIDO.

    • Caro Theo,

      O senhor sabe disso porque o senhor usa jornal para ler e a internet para ver notícias…
      E eleição não se ganha pela qualidade dos votos, mas, sim, pela quantidade!

      Os eleitores brasileiros, a maioria absoluta, usa o jornal para se limpar e a internet (os poucos que a tem) para ver mulher pelada, entre uma garrafa de cerveja e/ou uma dose de pinga e outra!!!

      A realidade e o conhecimento dos brasileiros não são estes que vemos, diariamente, neste espaço, onde todos são instruídos e bem alimentados (mesmo que apresentem pontos de vista diferentes), mas aqueles fornecidos como se fossem o desejável pela novela das oito.

      -Quantos anos o senhor estudou?
      -Quantos anos a parcela menos favorecida do país estudou?

      A maior parte da população não passa de CEGA, SURDA e MUDA, bois de arado arrastados pelo nariz em relação à situação política atual do país. E não existe nada que diga que isso irá mudar, já que nos últimos trinta anos trataram de destruir a educação.

      Abraços.

  4. rjeu.sou.totalmente.afavou dojudiciario.oispolitico nao.pode passar.pocima dojudiciario.,se.esse renan calheiro.estiver.errado.cadeia.nele.tambem.ne.prater.molesa.nao.ojudiciario.pode.contar.apopulacao.eu voto.mil.vese nojudiciario mais nao.voto nesses.polico.gilmar.mendes do stf.falou.na tv.gue.essalei de renan deabuso. autoridade.ele apoia.elefalando.isso.ele.tar.enfraguecendo.ele mesmo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *