Julgamento do mensalão será retomado em 14 de agosto, informa Barbosa

Débora Zampier

Agência Brasil

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, encaminhou ofício hoje (31) aos demais ministros da Corte informando que o julgamento da Ação Penal 470, o processo do mensalão, será retomado no dia 14 de agosto, a partir das 14h. A expectativa é que a Corte leve pelo menos um mês para analisar os 26 recursos apresentados pelos réus, os chamados embargos de declaração.

A atitude de avisar os ministros com pelo menos dez dias de antecedência foi acertada em reunião administrativa feita no dia 22 de maio. Embora o julgamento dos recursos não admita nova manifestação do Ministério Público ou dos advogados, o aviso também permitirá que eles se preparem com antecedência.

Ainda não foi definido se a Corte manterá a figura do revisor, posto ocupado pelo ministro Ricardo Lewandowski, durante o julgamento principal. A Corte também terá que discutir a metodologia de julgamento, definindo se julgará os embargos declaratórios todos de uma vez ou individualmente.

Os embargos declaratórios pretendem esclarecer pontos omissos ou contraditórios no acórdão, documento oficial que resume e consolida as decisões do julgamento. A maioria dos réus pede redução da pena ou absolvição, além da substituição de Barbosa na relatoria do processo e anulação do acórdão.

No semestre passado, Barbosa disse que a análise dos embargos infringentes ocorreria depois dos embargos declaratórios. Esse tipo de recurso permite novo julgamento quando há pelo menos quatro votos pela absolvição.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

3 thoughts on “Julgamento do mensalão será retomado em 14 de agosto, informa Barbosa

  1. “Escorraçado, amordaçado e acovardado, deixou o poder como imperativo de legítima vontade popular o senhor João Belchior Marques Goulart, infame líder dos comuno-carreiristas-negocistas-sindicalistas. Um dos maiores gatunos que a história brasileira já registrou, o senhor João Goulart passa outra vez à história, agora também como um dos grandes covardes que ela já conheceu.”

    Tribuna da Imprensa – Rio de Janeiro – 2 de abril de 1964

    Deve ser por isso que aqui não se fala dos mau feitos do Joaquim Barbosa nem das falcatruas do PSDB! A Tribuna defendeu e continua lado a lado com a direita desse pais.

  2. N~zo conhecer a origem do patrimonio do Presidente João Goulart denuncia falta de conhecimento e leitura ou ainda estar sobre as venenosas afirmativas do Carlos Lacerda de triste memoria.Falando em mensalão quando o primeiro,
    criado em |Minas Gerais, com mãos do PSDB, vai ser apurado?

  3. E o pior de tudo é que o corte do orçamento da defesa vem logo depois da bisbilhotagem em nossas comunicações , protestam ,fizeram cara feia ,mas vergonhozamente ,num país com tantos ministérios (leiam de vagar) “IMPRESTÁVEIS”, CORTA-SE NÃO GASTOS, MAS INVESTIMENTOS DE UMA ÁREA TÃO IMPORTANTE ,(e ainda existe essa aberração de comissão da verdade )quer uma sugestão senhora presidenta ,”pra” economizar o dinheiro que eu pago de impostos ? demita os auxiliares que sugeriram cortar verba da defesa do meu país.

Deixe uma resposta para JOSE . DA SILVA FILHO Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *