Justiça nega pedido de desbloqueio de bens do espólio de Marisa Letícia

Advogado de Lula, Cristiano Zanin, informou que vai recorrer

Deu no G1

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) negou, nesta quarta-feira, dia 24, o desbloqueio de bens do espólio da ex-primeira dama Marisa Letícia, esposa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O advogado de Lula, Cristiano Zanin, informou ao G1 que vai recorrer. O bloqueio patrimonial foi ordenado pela Justiça Federal do Paraná, no âmbito da Operação Lava Jato.

A ex-primeira dama morreu em fevereiro de 2017. Em julho, a 13ª Vara Federal de Curitiba concedeu o pedido do Ministério Público Federal (MPF) e determinou o sequestro judicial de bens do casal, de mais de R$ 13,7 milhões. Entre os bens bloqueados estão apartamentos e terreno localizados em São Bernardo do Campo (SP), veículos, planos de previdência privada e dinheiro depositado em conta bancária.

GARANTIAS – A medida, segundo a Justiça, tem por objetivo garantir o pagamento da pena pecuniária e da reparação dos danos dos crimes de corrupção e lavagem dinheiro pelos quais o ex-presidente foi condenado na ação do triplex do Guarujá (SP), em 2018, e pelo qual ficou preso de abril daquele ano até novembro de 2019.

Além disso, a Justiça cita suspeitas de ilicitude na obtenção dos bens, devido à possibilidade de relação com palestras realizadas por Lula, que estavam sob investigação. “Ocorre que a Polícia Federal, recentemente, relatou o inquérito, após quatro anos, e concluiu que não foi identificada qualquer ilegalidade nas palestras do ex-presidente, tal como sempre demonstramos”, diz Cristiano Zanin.

DESBLOQUEIO – A defesa pediu o desbloqueio em primeira instância, o que foi negado. Apelou, então, ao TRF-4. No ano passado, o tribunal negou pedidos de desbloqueio em setembro e em novembro.

“Vamos recorrer após a publicação do acórdão, para que essa decisão seja revertida, com a liberação do patrimônio do espólio da Dona Marisa, diante da ausência de qualquer razão jurídica para que ele permaneça bloqueado”, afirma Zanin. A decisão foi unânime. O acórdão, com a íntegra dos votos do julgamento, ainda não foi publicado.

6 thoughts on “Justiça nega pedido de desbloqueio de bens do espólio de Marisa Letícia

  1. Caso Lula, jaz! Dr. Zanin agora está nadando em dinheiro: ele foi escalado para cuidar da partilha dos herdeiros do saudoso proprietário da Caloi.
    Será se nasceu com Faro pra grana? Dá-lhe garoto!

  2. E pandandos que em 2016, petistas doaram 500 mil para Lula, que diza não poder pagar sua defesa.
    Enquanto isso, desde 2009, ele tinha 9 milhões em aplicações.

    Este é o nosso Brasil!

    • Doaram e doariam novamente se preciso (!)
      Advocacia criminal não se paga no final. E a (In)Justiça não liberar nem parte para pagamento de honorários é uma covardia.

      Agora já se viu. Tem Procurador e (ex-)Juiz que chegaram a ganhar mais de R$30 mil por palestra e tem quem ache absurdo um ex-presidente amado e respeitado internacionalmente (ao contrário de outro) não poder ganha 30(x) mais em palestra… Inveja é fogo(!)

      O curioso que seria o único (suposto) caso de corrupção cujos bens apreendidos do (suposto) chefe da quadrilha ficasse com ninharia… Vocês viram executivos e diretores de estatais com cifras com dezenas de dois dígitos e até três dígitos e o Lula, todo patrimônio da vida, 13 milhões – compatível com 8 anos de mandato e suas palestras.

      • Tão amado neste Brasil varonil que só anda de avião fretado. Queres esconder do luladrão vá para o aeroporto.
        Palestras que nunca foram filmadas ou divulgadas com antecedência para que a imprensa pudesse comprovar o evento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *