Lancha de Cabral é avaliada em R$ 5 milhões e ele já vendeu o helicóptero

Reprodução

Cabral comprou este helicóptero com o dinheiro roubado

Guilherme Amado
O Globo

O ex-governador Sérgio Cabral não passou a andar de carro depois que perdeu a mordomia, que lhe era tão cara, dos helicópteros do governo do Rio. A Calicute descobriu que Sérgio Cabral é o verdadeiro dono de uma lancha, batizada de Manhattan Rio, avaliada em R$ 5 milhões, guardada na marina do Condomínio Portobello, em Mangaratiba, e registrada em nome da MPG Participações, empresa do operador Paulo Fernando Magalhães Pinto, também alvo hoje.

Há mais. O mesmo relatório policial mostra que Cabral pode ter sido o verdadeiro dono do helicóptero prefixo PPMOE, registrado também em nome da MPG, e vendido há dois meses, em 2 de setembro, para uma empresa sediada em Delaware, nos Estados Unidos. A investigação suspeita de que a venda tenha sido para evitar que o helicóptero fosse alvo de bloqueio judicial que se avizinhava.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
E devemos sempre lembrar que o mesmo Paulo Fernando Magalhães Pinto, amigo de todas as horas, costumava esconder outras trapaças de Cabral e colocou em seu nome a caminhonete de luxo presenteada pelo empreiteiro Fernando Cavendish e depois devolveu o anel que Cabral fez com ele comprasse em Mônaco para presentear a então primeira-dama Adriana Ancelmo. E agora está faltando prender Sergio Cortes, o secretário de Saúde que enriqueceu rapidamente e comprou em dinheiro vivo um apartamento triplex na Lagoa, com cinco vagas na garage. (C.N.)

19 thoughts on “Lancha de Cabral é avaliada em R$ 5 milhões e ele já vendeu o helicóptero

  1. No Direito a pena deve servir de exemplo para a sociedade para que se desestimule a repetição do delito. Portanto cabral não deveria ter nenhuma delação premiada aceita. Deve cumprir todos os dias de prisão que sua pena impor. Seus delitos ainda causam na sociedade sequelas nítidas, visíveis diariamente e que durarão anos. Vê-lo com tornozeleira no Leblon após esconder todo o fruto de sua rapinagem não será exemplar para o país.
    Sonho meu.

  2. Sérgio Cabral filho exorbitou. Sequer fez questão de não exibir sinais de riqueza como os malandros de filme. O sentimento de impunidade era antigo, líquido e certo.

    Impressiona vê-lo no vídeo que comemora o aniversário da mulher, todo animado. E também andando de bicicleta nos tempos do guardanapo na cabeça. Penso no pai dele, que estudou em escola aqui perto. Deve doer muito.

    Cabral teve muita, muita, muita sorte. E depois muito, muito, muito… Mudei pra muita ‘falta de sorte’.
    Lá no passado, ainda na época de O Alquimista, Paulo Coelho me disse para não pronunciar a outra palavra.

    Obedeci ao Paulo e ainda obedeço.

    Não entendi até agora quem aparelhou a PF. Foi a Dilma? O PT? Quem foi que fez esse ‘estrago’ todo na política?

    Moro, sozinho? Hum, hum.

    A gente não deve ter pena, lamentar prisões assim. Mas eu lamento. Há toda uma família ali que deve estar sofrendo demais.
    O próprio Sérgio Cabral Filho parece que não cresceu. Quando o jornalista Helio Fernandes escrevia Serginho Cabralzinho Filhinho, acho que era por conta desse estilo um tanto infantil de ser.

    Não vou jogar pedra. Ele está no chão.

      • Não vai ficar, você sabe, Carlos. Quando começar a entregação (se bem que eu acho que não há mais ninguém que esteja na ‘bandeja pra ser comido’, como dizia o velho diálogo), ele escapa.

        • Seu pai, pelo que corre na boca do povo,passou a perna no pessoal do Pasquim,está no DNA.
          Este site tem defensor de bandido.
          Que seja fuzi…..o verme cabralalau! Milhões de pessoas passando necessidades, e tem gente que ainda defende,vergonhoso e nojento!

          • Como é que é? O Cabral pai? Desconhecia.
            E não há defensor de bandido aqui. Apenas realismo, Vir… ops…

            E você precisa decidir. Ou maritaca ou barata. As duas coisas mesmo, é?

            Tô ferrada.
            E não sou de chutar ninguém no chão.
            Primeiro peço pra ficar de pé. Esmago a barata e calo a maritaca.

            Já viu meus fortes punhos? En garde!

            Bons sonhos. A chuva ajuda a embalar o berço.

          • Sim o pai,aquele mesmo,de nariz levantado,fumando charuto cubano e bebendo um 12 anos.
            A sra.deve ser amiga ou parente, para defender um criminoso dessa espécie,e também se acha,vai se achando…um dia a casa cai.Lamenta né sei….o nome disso é vas…..

  3. Newton, não exclua a possibilidade de Aécio Neves que tem uma prima casada com Cabral estar envolvido direta ou indiretamente “nessa festa de ratos”. Em um vídeo que está na mão de Janot, uma pessoa diz que Aécio estava preocupado com Cabral.

  4. Há toda uma família dos que estão morrendo nos corredores dos hospitais… dos familiares dos policiais… dos, deixa prá lá. Da muita pena do mulequinho, do cabralzinho filhinho, do capiauzinho do peziinho, é de cortar o coração do pé, é muito planto.

  5. Eu disse, num passado não muito distante nesta Tribuna, que Cabral era o “mui amigo” de Lula. O “bajulador-mor” do ex-presidente…

    Pois é, hoje acordamos com a notícia da prisão de Cabral. Aliás, uma prisão imensamente fundamentada!

    Não por acaso, Lula deve ter ficado ainda mais apavorado, porque a sua hora está chegando. Sua prisão não virá a cavalo, mas a jato (com o devido trocadilho homenageando à nobre equipe da Lava-Jato).

    Termino este meu dia um pouco mais animado, percebendo que nosso Brasil vem mudando a olhos vistos, um passo atrás do outro!

    Reinaldo Azevedo escreveu hoje um excelente artigo comparando Cabra a Lula, e o RJ ao Brasil, sob o título: “Cabral e o RJ são símbolos do estilo petralha de fazer politica”.

    Vale a pena ser lido:

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/cabral-e-o-rj-sao-simbolos-do-estilo-petralha-de-fazer-politica/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *