Lembrando o senador Luiz Carlos Prestes, o mais votado de todos os tempos

Carlos Chagas

Pena que os jornalões tenham dedicado pouco ou nenhum espaço à sessão de  quarta-feira passada, no Senado, quando foi simbolicamente devolvido o mandato de senador a Luiz Carlos Prestes. Sua família, presente, teve na voz de sua viúva, D.Maria, o eco de uma reparação que já fazia tardar.

Foi o senador mais votado do país, proporcionalmente,  em todos os tempos.  Eleito pelo Rio de Janeiro,então Distrito Federal,em dezembro de 1945, meses depois de libertado após nove anos de prisão infame, encontrou forças para receber 150 mil votos e reorganizar o Partido Comunista, junto com 14 deputados federais eleitos em todo o país.

Curvou-se agora o Senado ao Cavaleiro da Esperança, depois de haver cassado seu mandato em nome do que de mais reacionário existia entre nós, o preconceito ideológico. Na mensagem em que sancionou a lei restabelecendo ainda que tardiamente o mandato de Prestes, a presidente Dilma reconheceu o erro do passado.

SOCIALISMO

Não é preciso concordar com todas as ideias do senador para reverenciá-lo por setenta anos de lutas e perseguições, sofrimento e afirmação de permanente confiança no socialismo. Foi na maior epopeia de resistência  contra as oligarquias que ele passou a conhecer o Brasil. Era apenas um rebelde, junto com outros tenentes,apesar de ser capitão, que por 32 mil quilômetros e não 25 mil, mais 1.500 homens, percorreu o interior e tomou conhecimento da miséria que nos assolava. Tornou-se comunista durante aquela cavalgada,  ainda que  só anos mais tarde tomasse conhecimento da teoria  marxista-leninista.

Negou-se a assumir o comando militar e político da Revolução  de Trinta, ciente de tratar-se  de um movimento burguês que apenas serviria para mudar os personagens da mesma farsa social. Exilado  na União Soviética, retornou em 1935, iludido pelas falsas informações de estar o Brasil  preparado para a revolução proletária.

Malograda a tentativa, preso, viu-se vítima de uma perseguição pessoal por parte de Filinto Muller, ex-tenente da coluna Prestes condenado à morte pelo próprio  comandante, por haver-se apropriado de recursos do movimento rebelde. Fugiu o traidor, tornando-se depois chefe de polícia do governo implantado com a vitória dos revoltosos burgueses. Foi a hora da desforra contra seu antigo chefe, que manteve em condições piores do que as concedidas a animais em cativeiro, conforme Sobral Pinto, seu advogado.

Foi em 1945, com o fim da ditadura do Estado Novo e a democratização, que o povo do  então Distrito Federal o conduziu ao Senado. Durou pouco o sonho de um país livre. As forças reacionárias cassaram o registro  do Partido Comunista, em 1947,e o mandato de seus parlamentares, inclusive Prestes, em 1948.

CLANDESTINIDADE

De novo na clandestinidade,voltou à União Sovietica, de lá retornando em 1958, no governo Juscelino Kubitschek, quando suspensa a proibição de funcionamento do Partido Comunista. Participou da campanha do marechal Henrique Lott a presidente da República,em 1960,derrotado por Jânio Quadros. Integrou-se à luta de Leonel Brizola em favor da posse de João  Goulart na presidência da República. Com seu partido, formou ao lado da campanha pela reformas de base, sendo surpreendido com o golpe militar de 1964, que o levou novamente à clandestinidade.

Na lista dos  procurados,vivo ou morto,  novo período de exílio, mas sem deixar de opinar e de participar, mesmo de longe, dos anos de chumbo do regime então  instaurado. Com  a anistia no início  dos Anos Oitenta, retornou outra vez nos braços  do povo, de novo reorganizando o Partido Comunista, como  seu Secretário-Geral.

Já encanecido, entrado nos oitenta anos, mais uma armadilha da vida. Viu-se traído pelos companheiros que tinha  amparado, destituído da direção  do partido e em seguida expulso, por insistir na doutrina inflexível do socialismo.  Não compactuou com anões. A natureza seguiu seu curso e apenas agora o Brasil lhe faz justiça.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

22 thoughts on “Lembrando o senador Luiz Carlos Prestes, o mais votado de todos os tempos

  1. Que beleza de comandante, tinha poderes de condenar a morte. Nem precisava de justiça. Prestes fazia justiciamento conforme seus interesses.

    Se estivesse no comando do PT e vendo a turma passar as mãos na grana, ele também mandaria matar? Cara nessa hora já ia ter uma pilha de petistas fuzilados ou degolados como ele fez com Elza Fernandes codinome de Elvira Cupello Calônio.

    Era Luiz Carlos Prestes um senador assassino?

  2. Rodrigo
    maio 29, 2013 até 3:54 pm · Reply
    Que beleza de comandante, tinha poderes de condenar a morte. Nem precisava de justiça. Prestes fazia justiciamento conforme seus interesses.

    Se estivesse no comando do PT e vendo a turma passar as mãos na grana, ele também mandaria matar? Cara nessa hora já ia ter uma pilha de petistas fuzilados ou degolados como ele fez com Elza Fernandes codinome de Elvira Cupello Calônio.

    Era Luiz Carlos Prestes um senador assassino?

    DISSESTE TUDO RODRIGO! PARABÉNS!

  3. Sr.José Carlos Werneck, muito obrigado por sua atenção.

    E com todo respeito, mas o jornalista (e professor)Carlos Chagas perdeu excelente oportunidade de ficar calado.
    Falar de preconceito ideológico, revolução proletária, erro do passado, prisão infame, Cavaleiro da Esperança, vitima (?) de perseguição pessoal é uma galhofa contra a história.

    Era hora dele pedir a José Genuíno, José Guimarães, Delubio Soares, Agnelo Queiroz entre tantos outros, que sacassem dinheiro das cuecas para criar um monumento como simbolo de Vergonha na Cara, coisa que muita gente perdeu e nem sabe o que é.

  4. Comunista não pode ver dinheiro que fica com os olhos arregalados. Idem emprego público que não exige presença na repartição. Por mim, mandaria todos os petistas pra Cuba e Coréia do Norte apenas com passagem de ida. Nas duas nações, eles não teriam as mamatas que têm por aqui. E iriam ser presos.

  5. É melhor ler tudo o que foi escrito antes do quer ser cego de verdade.
    Pois o pior cego é aquele que insuficiente de argumentos limita-se a
    tecer comentários rasteiros. Quem perdeu a oportunidade de ficar calado
    foram os escribas acima.

  6. Não é por nada que certos defensores de regimes autoritários se apresentam neste Blog incomparável apenas com o prenome e, certamente, falso!
    Ter a audácia de colocar qualquer sistema econômico e político acima da vida humana, trata-se da bestialidade que ainda hoje se faz presente no mundo.
    Comunismo, Capitalismo, Socialismo, Monarquia, Ditadura, Teocracia, todos, sem exceção, que necessitam matar para se firmar com a alegação absurda e criminosa que é em nome de uma causa revolucionária, religiosa ou social, deveriam ser sumariamente presos e condenados!
    Não admito e não aceito elogios a assassinos e, Prestes, foi um deles, independente da luta que travou conforme suas justificativas e explicações para atos desumanos.
    Portanto, “lafer”, a tua opinião a respeito dos comentários acima, perde-se pelo terreno da mediocridade, de idéias retrógradas, de mentes doentias que imaginam o ser humano apenas como consequência, e não como causa de atenção, cuidados, solidariedade, civilidade, educação e respeito e, fundamentalmente, de preservação da vida!
    Demonstraste, “lafer”, que teus sentimentos são rasteiros para com a Humanidade e, tomara, que um dia tu não sejas alvo dos teus proprios pensamentos!

  7. A continuar assim daqui a pouco vamos restituir a D. Pedro II o título de Imperador do Brasil!
    Vão trabalhar,cambada de inúteis.Dar Saúde,Educação e Segurança Pública de qualidade,a um povo abandonado,espoliado e com uma das mais cruéis e infames distribuições de renda do Mundo!

  8. baba rala

    babaralaseembalaaosomdasfalasdatrincheirareacionária.

    quem viu?
    quem viu?
    golpista servil
    sempre de quatro
    desde 64
    curvado
    aos senhores da morte
    aos desatinos da sorte.

    quem viu? quem viu?
    quem disse não ao “sim, senhor”
    quem disse não ao Estado de terror
    quem viu? quem viu?

    … certamente, nenhum golpista servil
    sempre de quatro, desde 64
    curvado
    aos senhores da morte, aos desatinos da sorte.

    baba rala
    se embala
    ao som das falas
    da trincheira reacionária.
    pobres criaturas servis: espectros de homens, zumbis.

  9. Só para não esquecer, Prestes e Olga mandaram assassinar uma garota de 16 anos, que julgaram ser traidora do movimento que os dois, fanaticamente, acreditavam que iria salvar o Brasil.

  10. O que escrevi já havia sido dito por Rodrigo lá em cima . Muito bem dito por sinal, pois se trata de fato concreto.
    É que não prestei atenção aos comentários.

  11. Carlos Chagas, fizeste um bololô danado. O acontecimento no Senado devolvendo simbolicamente o mandato de senador, foi um coisa ridícula. Aproveitaram o sentimento familiar para se promoverem. Prestes foi alijado do partido em 1962 que depois passou a chamar-se PC do B. O primitivo partido comunista tinha a sigla PCB(Partido Comunista Brasileiro). O senador do PC do B disse que Olga foi fuzilada no mesmo ano de sua deportação. Errado, Olga foi morta em 1942. Renan disse que Prestes foi cassado pela ditadura. Errado: Prestes foi cassado em 1947 em pleno regime democrático. Prestes junto com Olga, decretaram a morte de Elza Fernandes codinome de Elvira Cupelo Coloni. É UMA FRAUDE HISTÓRICA DIZER QUE PRESTES APOIOU LOTT E APOIOU A LUTA DE LEONEL BRIZOLA EM 1961 PELA POSSE JOÃO OULART.É bom lembrar que em 1930 Prestes recebeu das mãos de Osvaldo Aranha 800 contos para comprar armas e não prestou contas, embolsando-os. Prestes depois disse que com o dinheiro financiou a intentena comunista de 1935. Na “Coluna Prestes” talando o interior do Brasil, ia fazendo requisições aqui e ali, matando bois, carneiros, cabras, porcos e galinhas. Requisitando em pequenas vendas tudo o que tivesse: charque, arroz, feijão, açucar, café e farinha e nunca pagou. A marcha de 32 mil quilêmetros é outra fantasia.

  12. O Jornalista Carlos Chagas, contou fatos da história do Brasil. Se Prestes estava certo ou errado, é outra história. O texto do jornalista mostrou o perfil de um homem abnegado, tinha ideologia, lutava por aquilo que acreditava com determinação, coragem e coerência, o que falta
    hoje aos nossos políticos.

  13. O penúltimo comentarista informa que Osvaldo Aranha deu 800 mil contos a Prestes em 1930 para este comprar armas. Pelo meus cálculos, 80 mil dólares na época, um dinheirão para derrubar qualquer governo. Por outro lado, consta que o destino de uma grande quantia para golpear o governo Washington Luiz ficou ignorado após a morte do Siqueira Campos no Rio da Prata. Um famoso romancista gaucho, não recordo se Érico Veríssimo ou outro, parece que dá um pista de que o Osvaldo Aranha era o cara que comprava as armas. Além ao mais, já havia estado na Europa nos anos 20, portanto infinitamente mais bem relacionado para esse tipo de operação que o Capitão Prestes. Já que o comentarista faz tal afirmação, poderia nos informar, pelo menos, suas fontes ou que grupo econômico financiou essa operação de 800 mil contos que supostamente chegou às mãos do Osvaldo. Outro detalhe, qual a relação disso com os apoios que Prestes tenha dado ou não a Lott ou Brizola em 1961? Pelas declarações do Prestes e de seus partidários em 1961, eles respaldaram Lott e Brizola nesse período. Também Prestes apoiou Getúlio em 1945. Que tem o rabo a ver com as calças? Agora, o que não se pode negar e que após ser anistiado em 1945 e sair da prisão, Prestes e seu partido ou seu grupo ideológico NUNCA MAIS pegaram em armas ou apoiaram luta armada contra governos brasileiros, inclusive durante a ditadura militar. Resumindo: Ele foi preso em março de 1936, torturado, condenado e anistiado. Depois, eleito senador e cassado apenas por ideologia. Agora simplesmente anistiado como parlamentar cassado por ideologia, de acordo com a legislação posterior que tem servido muito mais aos torturadores recentes, que nunca foram punidos e até promovidos no serviço público federal. Aliás, com vítimas morrendo sem direitos ou sacaneadas pela burocracia brasileira, essa safadeza contra a Tribuna bombardeada por um capitão que recebe como de brigada reformado, começo a dar razão ao Helio que o melhor é acabar com essa anistia para enjaular esse tipo de gente nunca foi punido.

  14. Meu prezado Nélio Jacob,
    Sou um dos teus admiradores neste Blog incomparável, no entanto, penso que qualquer ideologia mesmo sendo defendida como disseste pelo Prestes ou por qualquer outra pessoa não justificam atos atentatórios e condenáveis ao ser humano em nome da crença ou convicção.
    Se a luta de Prestes serve como modelo de obstinação, ao mesmo tempo pode ser usada como exemplo de absoluta contradição quando envereda para determinar e decidir sobre a vida daqueles que supostamente Prestes estaria defendendo e enaltecendo com promessas que o Comunismo seria o melhor sistema para todos!
    Ora, matando, consentindo com assassinatos porque julgou ter havido traição no grupo?
    Desta forma, Nélio, desfazem-se quaisquer alegações por mais consistentes que tentam transmitir, a partir do instante que roubam vidas para conseguirem impor as suas vontades, em atos inaceitáveis porque a dita “causa” tem como motivação principal justamente a melhoria das condições aos seguidores e fiéis daquele regime e consequente líder.
    Considerando o que escrevi, digo que é melhor uma pessoa medíocre, sem liderança, apática, que um ser humano destemido, convicto, decidido, que, para concretizar suas intenções, aniquila ou permite que vidas sejam ceifadas.
    Por favor, meu caro, não estou discordando ou querendo polemizar, longe disso, apenas apresentando o contraponto do teu raciocínio a meu ver, diante da incongruência entre defender os mais fracos ou mais pobres matando os mais ricos ou mais fortes ou possíveis traidores da luta empenhada!
    Um abraço e excelente feriado.

  15. O HEDIONDO encontra nas ideologias e religiões a justificativa para sua prática.

    Esse é o ser humano.
    Depois do advento da mente, claro.

    A mente mente, acredite se quiser.

  16. KKKKKKKKKKK

    Esse Sr Laco esta que nem o soldado que esta no passo errado durante um desfile militar e sua mae diz:

    “MEU FILHO ESTAH CERTO E TODOS OS DEMAIS ESTAO ERRADOS”.

    Analista de poltrona, com ar condicionado ligado.

    Cuidado pra nao pegar resfriado!

  17. O Comentarista que me instou a dar fontes ou grupos econômicos que deram 800 contos que “supostamente chegou as mãos de Osvaldo Aranha” para dar a Prestes. Se ninguém chegou a saber de onde veio o dinheiro como eu poderia saber? Nossa ilações pouco ou nada valem para históri.Todos os escritores que se debruçaram sobre a história da Revolução de 1930 são unânimes em registrar o encontro de Prestes com Getúlio Vargas quando este era governador do Rio Grande do Sul,levado por Osvado Aranha com quem se encontrou por mais de uma vêz quando recebeu os 800 contos. Prestes em declaração não nega. O que posso afirmar é que as revoluções se assemelham a um cassino. Existem apostas de todos os tipo. Há os que por ideologia, apostam contribuindo na vitória de sua grei. Outros apostam pelo prazer de apostar pensando em vantagens decorentes da vitória. Outros são os profissionáis que emprestam vultosas somas tendo o máximo de garantias. São os bancos e casas especializadas que tem por trás sempre algum milionário. Só pa te matar a curiosidade: PRESTES no início de 1930, fundou com dois militares, Silo Meireles e Emídio Miranda e o civil Aristides Lobo a Liga de Ação Revolucionária (LAR). Ficando Emídio Miranda como secretário-tesoureiro. Emídio que esteve preso no Riode Janeiro, ao ser solto viajou para Monteviceu e ficou incumbido de guardar e administrar os 800 contos dados por Osvado Aranha a Prestes. Prestes decidiu enviar Orlando Leite Ribeiro à França com 200 contos para comprar armas. As armas foram compradas mas, não entregues.Procure no livro “Anarquistas e Comunistas”.

  18. Em resposta ao comentarista acima, não há depoimento de Prestes reconhecendo que recebeu, quando Getúlio governava o RGS, 800 contos. Diga-me quando ocorreu e onde posso comprovar. Além do mais, o comentarista afirma que o Osvaldo Aranha entregou essa quantia ao Prestes, citando textualmente assim:TODOS OS ESCRITORES QUE SE DEBRUÇARAM SOBRE A HISTÓRIA DA REVOLUÇÀO DE 30 SÀO UNÂNIMES EM REGISTRAR O ENCONTRO DE PRESTES COM GETÚLIO VARGAS, LEVADO POR OSVALDO ARANHA COM QUEM SE ENCONTROU POR MAIS DE UMA VÊZ QUANDO RECEBEU OS 800 CONTOS. Então, foi no encontro com o Getúlio ou por fora? Precisava Prestes de intermediação de Osvaldo Aranha para chegar a Getúlio ou os tenentes mesmos seus conhecidos ou outros não podiam com mais facilidades fazer a apresentação? Parece aí que o encontro com o Getúlio nada tem a ver com os 800 contos que o Aranha tinha, que supostamente foram entregues ao Prestes, que este fez sumir, não prestou contas e que ninguém sabe a origem, a fonte dessa grana, ou seja, o financiador do Golpe de 30. Isso me faz lembrar os milhões que o Roberto Jeferson disse haver recebido do Genoino, mas que só devolveria se o PT lhe desse recibo. Sinto muito decepcioná-lo, mas não acredito nessa. Sugiro meter o pau no Prestes ideológica e politicamente, se é seu desejo, mas sem apresentar fatos sem relações um com outro e facilmente questionáveis assim, porque o cara morreu duro e por décadas bancado pelo Oscar Niemeyer, quando não tinha casa e alimentação grátis e alguma mordomia na União Soviética. Nem plano de saúde tinha. Bens, só a roupa do corpo e livros marxistas.

  19. SENHOR DO ANDAR DE CIMA. Eu não pretendo que o senhor acredite em mim, mesmo porque não sou profeta nem dono da verdade. Nem imagine que eu vá seguir suas sugestões. Eu não “meto o pau em ninguém”. Não persigo mortos. Mostro com responsabilidade, por respeito ao Blog e aos que participam, o outro lado da história, depois de muito ler e comparar quando posso. Da história sou apenas um diletante. Vejo que o senhor é muito fértil em comparações.

  20. Estes muito HONESTOS CAPITALISTAS, lutam por acreditarem em suas propostas em benefício do povo. Morrem todos num bom hospital, e seus filhos, tão altruístas como os pais, continuam subornando pseudos ESQUERDISTAS. Pois comunistas são os herois do VIETNAME, liquidando com a empáfia da FRANÇA e EUA. Seus ex dirigentes vietnamitas fugiram borrados e cheios de dinheiro. O CHE, vão comparar com o DAN Mitrioni, especialista em tortura (ou vocês não sabiam). Estava treinando o EXERCITO e POLICIAS em técnicas de tortura.(em 64) Ou nada disto os conhecedores de história sabem. E vou dizer uma coisa. Choque doi. Paulada também, mas é mais branda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *