Liberdade é libertar-se de si mesmo

Eurídice Hespanhol, em busca da liberdade poética

A professora e poeta Eurídice Hespanhol, nascida em Santa Maria Madalena (RJ), poeticamente conceituou a “Liberdade”.

LIBERDADE

Eurídice Hespanhol

Liberdade é o mar que beija a areia,
O céu livre em espaço triunfal
A noite plena de estrelas, a lua derradeira,
O dia imenso de luz, o toque divinal

Liberdade é um sonho SEM FRONTEIRAS,
Um coração que pulsa, vibrando de emoção
Um amor intenso, rompendo barreiras,
vencendo os limites do próprio coração.

Liberdade é o amor que renuncia,
Em benefício de um outro amor igual
Um gesto simples que abafa o egoísmo,
Apaga o ódio, perdoa todo o mal.

Liberdade é enxergar além dos olhos,
Olhar o mundo com total compreensão
É ver a vida além da própria vida
E libertar-se de si mesmo,
Grilhão por grilhão!

                (Colaboração enviada por Paulo Peres – Site Poemas & Canções)

One thought on “Liberdade é libertar-se de si mesmo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *