14 thoughts on “Livre pensar é só pensar (Millôr Fernandes)

  1. O grande Millôr, um cético que não caia na onda do semelhante.
    Percebia os fatos, doía a quem doía. Não tinha medo dos vagabundo que se escondem nas unanimidades.

    Uma vez Millôr disse que ganhar dinheiro com ideologia não era ético.
    Chiquinho Buarque não gostou nada disso. Com razão, pois enquanto todos nós chorávamos por Pedro Pedreiro, ele comemorava com seu assessores o faturamento.
    Aí vem alguém querendo lhe estragar a festa?
    Sacanagem, né?

  2. Vi no Roda-Viva a entrevista de Millôr em que foi levantada essa questão.
    Aliás esse Roda-Viva com Millôr está no YOU TUBE.

    E quem faz música com tema político, não é idealista?
    Não defende uma posição?

  3. o tal gabundo se refere a outro do tipo, que falou que Allende foi morto pelos americanos.
    Postei o laudo que teve a presença da filha de Allende dizendo que ele se suicidou.

    O fato está aí para a conclusão de todos.

    Tem muito lixo por aqui.

  4. E mais: eu quero ser e continuar koisa mesmo, porque o dia em que eu, como o retardado que disse que eu era o koisa, argumentar citando como fato aquilo aquilo que viu num filme de Costa Gavras, podem me chamar de lixo.

  5. Fatos:
    Um cético não tem posição. A favor ou contra ninguém ou qualquer coisa. Procura manter distância.
    Por essas e outras ninguém gosta desse tipo. Um koisa (com muito orgulho) como disse um lixo aqui.
    Por essas e outras, quando toma uma posição já sabe de ante-mão que é pelo menos pior e o faz com fundamentação em fatos. Com o palpável, o provado,o experimentado.
    Exemplo de um cético : Millôr Fernandes, irmão de Hélio Fernandes.
    Na entrevista do Roda-Viva ele declarou que apoiou Brizola, mas depois de um tempo nem ele mais. Disse que não tinha mais idade para ilusões.
    Sempre fui com Brizola, embora fisicamente estava longe dele aqui nas Minas Gerais.
    Brizola morto, acabou a minha relação com a politica eleitoral.
    Não quero saber de partidos. Quero resultados palpáveis de alguma ação governamental que beneficie o povo como as privatizações que aqueles , muitos aqui, detestam ver o favelado de celular e as abominam.
    Por essas e outra ficam todos com raivinha do Koisa aqui….ai…ai

    PS. Tiro da reta Paulo Solon, pois ele joga franco e, mesmo tendo posições radicalmente contrárias às minhas, bato continência pro almirante.
    Bendl também é outro que merece meus respeitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *