Livre pensar é só pensar (Millôr Fernandes)

One thought on “Livre pensar é só pensar (Millôr Fernandes)

  1. Grande Millôr…

    Genial e eterno.

    Vale a pena entoar uma paródia baratalacraica de natal e de ano novo, sem esquecer que muitos inimigos estão aqui, boa parte de seu capital é que está longe:

    “Então é Natal, e quantas dívidas você já não fez?

    O ano dos protestos termina, e o dragão, o jurão e o leão atacam outra vez.

    Então é Natal, pro pobre saqueador e pro político ladrão.

    Pro financiador rico e pro tributado pobre, entre achaques e heróis do mensalão

    (infinitos mensalões, inclusive os atuais, das serventias extrajudiciais)

    Não há justiça, ainda há derrama…

    Vila Rica, Quilombo dos Palmares, Guerra de Libertação das províncias africanas e demais neocolonias contra seus algozes internos, já…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *