Lula compara servidores a políticos corruptos e gera revolta entre concursados

Resultado de imagem para lula critia servidoresBernardo Mello, Daniel Gullino e Luciana Martinez
O Globo

“Eu de vez em quando falo que as pessoas achincalham muito a política, mas a posição mais honesta é a do político, sabe por quê? Por que todo ano, por mais ladrão que ele seja, ele tem que ir pra rua encarar o povo e pedir voto. O concursado não. Se forma na universidade, faz um concurso e tá com um emprego garantido para o resto da vida”, declarou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no pronunciamento que fez em desagravo à denúncia do Ministério Público Federal.

A alfinetada, que tinha como alvo os procuradores do Ministério Público Federal, repercutiu muito mal, principalmente entre servidores de carreira, e passou a ser muito criticada nas redes sociais.

O presidente da Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos (Anpac), Marco Antônio Araujo Junior, classificou a comparação do ex-presidente como leviana e absurda. “Soa muito mal para alguém que dirigiu um país fazer uma comparação leviana desta natureza. Podemos dizer, com convicção, que os aprovados em concursos públicos são extremamente bem preparados, que dedicaram anos de estudo. Menosprezar a categoria para elevar a figura de um político que roubou é uma comparação absurda” — criticou.

ALVO ERA O MPF – Para Araujo, o discurso de Lula estava direcionado aos procuradores da força-tarefa da Lava-Jato, e não aos concursados de modo geral. O presidente da Anpac, porém, questionou o discurso de perseguição sugerido pelo petista, argumentando que a equipe do MPF segue regras de conduta e responde a uma hierarquia.

“Os procuradores federais não têm poderes absolutos. Como qualquer concursado, eles podem ser punidos com a perda do cargo em caso de má conduta” — explicou.

A fala de Lula, que foi reproduzida nos canais oficiais do petista nas redes sociais, causou grande revolta entre os concursados por comparar servidores e políticos corruptos, e o perfil do ex-chefe do Executivo recebeu uma enxurrada de queixas em seu Twitter.

28 thoughts on “Lula compara servidores a políticos corruptos e gera revolta entre concursados

  1. Como um desqualificado, sem moral, corrupto, ladrão, dedo duro, safado, pinguço, adúltero, pode falar isto de uma classe que trabalha honestamente.

    As únicas coisas que atrapalham este país de alcançar um lugar de destaque no cenário mundial, são esta cambada de políticos que em quase sua totalidade são um bando de desqualificados como vemos no noticiário todo o dia.

    Vai trabalharvagabundo.

  2. Agora só se vê gente cheia de dodoi, cheia de frescura. A pessoa é o que é e não o que os outros por erro de formulação dizem. Esse é o tal crime impossível. Não foi dirigido diretamente a ninguém.

  3. Hehe. Assistindo de camarote.

    Ser pior que político ladrão… Meeuuu Deuus!

    É lógico que sempre vão arrumar uma desculpa, vão fazer contorcionismo de tudo quanto é jeito, assim como fizeram as “mulheres de grelo duro”.

    Mas sempre é engraçado…

    • Segundo Corrêa, a indicação de cargos -na Petrobras e em outras empresas públicas, além de ministérios e secretarias- visa atender a demandas empresariais com o fim de arrecadar propina a partidos políticos e seus integrantes.

      De acordo com o ex-deputado, em depoimento dado no último dia 1º, os valores são repassados a parlamentares e utilizados na manutenção do poder partidário nas esferas federal estadual e municipal, beneficiando inclusive deputados estaduais, prefeitos e vereadores. Corrêa afirmou que as indicações funcionavam da mesma forma nos governos Sarney, Collor, Itamar, FHC e Lula.

  4. Será que Lula debateria com o autor do artigo
    PRESIDENCIALISMO DE COALIZÃO: O DILEMA INSTITUCIONAL BRASILEIRO
    publicado em 1988, 28 anos atrás?

    Coalizão esmaga oposição:

    http://mundovelhomundonovo.blogspot.com.br/2016/01/coalizao-esmaga-oposicao.html

    A maioria dos garotos da Procuradoria da República estava no jardim de infância nessa época.

    Ouso dizer que todos o devem ter lido nos seus preparativos para passarem em seu concursos públicos para serem servidores públicos como o foram um Machado de Assis, um Santos Dumont, um Professor Carlos Lessa, um Cientista Carlos Chagas, um Médico Sanitarista Oswaldo Cruz, um Educador Darcy Ribeiro, um Sargento do Exército Brasileiro Gregório Bezerra.

    Todos tendo passado pelo serviço público e continuado servindo o público, mesmo quando em atividades particulares e pessoais, que não visavam tirar dinheiro do público para entregar para o particular de forma ilícita.

    Santos Dumont é patrono da Aeronáutica brasileira e não registrou patente de nenhuma de suas invenções, muitas custeadas sem qualquer ajuda oficial.

    A obra completa de Machado de Assis é hoje de domínio público.

    E o espaço maravilhoso de sua ABI está lá aberto para todos usufruir do trabalho e esforço de um mulato brasileiro que sobreviveu muito tempo como trabalhador sério e honrado de funcionário público de um Ministério Público pela sua competência intelectual e capacidade de trabalho sem renegar nunca a cultura de um povo que lhe deu tudo do muito que nos legou.

    “Menas” Lula, “menas”!

    • Billy, em que etapa de sua vida Santos Dumont foi funcionário público? Confesso que desconheço esse pormenor.
      Ao qie me consta, como filho de grande plantador de café, emancipado pelo pai com fortuna pessoal, Santos Dumont nunca precisou trabalhar para ganhar a vida, foi para Paris dedicando-se ao estudo e a suas invenções.
      O que, aliás, em nada empana sua glória.

      • Sr. Wilson Baptista Junior, obrigado pelo seu comentário.

        Montaigne cunhou – A mais honrosa das ocupações é servir o público e ser útil ao maior número de pessoas. – Frases e Citações.

        Em primeiro lugar gostaria que o senhor observasse que em nenhum momento usei a expressão funcionário público e sim SERVIDOR PÚBLICO.

        E ninguém pode negar esse título ao bravo patriota, nem mesmo o justo e leal Presidente Juscelino Kubitschek, em 22/09/1959, ao conceder ao Tenente-Brigadeiro-do-Ar Alberto Santos Dumont o pôsto honorífico de Marechal-do-Ar.

        Marechal do Ar

        “O médico responsável por embalsamar o cadáver do inventor, Walther Haberfield removeu secretamente o coração de Santos-Dumont e o preservou em formol. Depois de manter em segredo durante doze anos, quis devolver o coração à família Dumont que não o aceitou. Haberfield então doou o coração primeiramente à Panair do Brasil, e esta, anos depois, para o governo brasileiro. Hoje o coração está exposto no museu da Força Aérea no Campo dos Afonsos na cidade do Rio de Janeiro.

        Desde 5 de dezembro 1947, quando foi sancionada a Lei 165, seu nome encabeça anualmente a lista de oficiais-aviadores, no Almanaque da Aeronáutica, e por essa mesma norma legal foi promovido na Força Aérea Brasileira ao posto de Tenente-Brigadeiro. Pela Lei 3636 de 1959, foi concedido a Santos-Dumont o posto honorífico de Marechal-do-Ar, e também por lei aprovada pelo Congresso Nacional, 5716, de 19 de outubro de 1971, foi proclamado Patrono da FAB.

        Curiosamente na data de seu aniversário, em 20 de julho de 1969, o astronauta Neil Armstrong foi o primeiro homem a pisar na Lua, seguido de outro tripulante da Apolo 11, Edwin Aldrin. Michael Collins piloto do módulo de comando ficou em órbita do satélite”

        LEI 165/1947 (LEI ORDINÁRIA) 05/12/1947
        Ementa: INCLUI NO ALMANAQUE DO MINISTERIO DA AERONAUTICA O NOME DE ALBERTO SANTOS DUMONT.
        Situação: NÃO CONSTA REVOGAÇÃO EXPRESSA
        Chefe de Governo: EURICO GASPAR DUTRA

        Mais uma vez agradeço ao senhor Wilson pela oportunidade de aprender um pouco mais sobre um grande brasileiro que em sua bela vida serviu o público e foi útil e não se serviu dele como um inútil.

        Respeitosamente,

        Saúde e Paz!

        • Meus caros, Santos Dumont, serviu a humanidade, com a invenção do avião, essa sua invenção, ao ver o que fizeram dela, instrumento de morte, com seu Amor Fraterno , deixou a vida, pela porta do suicídio. Dois servidores, Tiradentes, pela Liberdade e Soberania do povo brasileiro, e Santos Dumont, servidor da Humanidade; exemplos de Cidadania humanista, merecedores eternos de nossa gratidão, por vivenciarmos, o legado de suas vidas: Amor ao Progresso.

          • Parabéns Senhor Théo Fernandes;

            suas palavras singelas e profundas tocam nossos corações;

            que só pode vir de uma pessoa do bem, à altura, em caráter, aos citados Santos Dumont e Joaquim José da Silva Xavier, o nosso Tiradentes;

            como bem definidos pelo senhor: Servidores da Humanidade.

            Muita Paz, Saúde e Independência com Progresso Humano!

          • Sra. Ofelia,

            Bom dia!

            O Sr. Bendl é insuperável!

            A número 1 é dele mesmo.

            Sua brincadeira só pode ser tomada como elogio.

            Ou acusação…

            Parabéns pelo bom humor!

  5. Aos nobres e grandiosos brasileiros Procuradores da República, lembrem ao “chefe e a toda quadrilha petralha” que uma coisa é um Governo de Coalizão respeitando as Leis e a Ordem Jurídica e Institucional, o outro é um GOVERNO DE LADRÕES que tem tentáculos em “todos os podresres” e criminosamente quer se perpetuar no poder sob o comando de um “facínora contumaz da pior espécie” , essa é diferença. O Brasil agradece a vocês o trabalho de depuração institucional que comandam, e, esperam, urgentemente, que ponham o “capo do agreste” na cadeia pelo menos por 30 anos em regime fechado, para pagar pelos crimes que cometeu com seu bando contra o Brasil e seu povo !!!!

  6. Retirado lá do IG. Lula seguiu a carreira de esperto que sempre acha que se dá bem sem ter que pagar o preço de frequentar a escola.

    [O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, denunciado nas investigações da Operação Lava Jato, reagiu e, na última quinta-feira (15), fez um longo discurso para rebater as acusações de corrupção feitas pelo Ministério Público Federal (MPF).

    No entanto, entre lágrimas e críticas ao MPF e ao Senado, o petista também disse que a profissão mais honesta é a do político, porque “por mais ladrão que seja”, ele tem que encarar o povo e pedir por votos a cada quatro anos (assista no vídeo abaixo). Lula completou ainda fazendo a comparação com funcionários públicos concursados, que, segundo ele, não precisam do mesmo esforço dos políticos.

    A internet reagiu. Com inúmeros memes, como já era de se esperar, mas também com um texto: uma carta para o ex-presidente, de autor desconhecido, supostamente escrita por um funcionário concursado.

    Confira:

    “Já que falou de mim, concursado, sinto-me no direito de responder:

    Senhor Ex-presidente, por mais ladrão que seja, sou concursado, com muito orgulho!

    Para chegar lá, estudei, me dediquei, fiz uma prova tensa no concurso com o maior índice de candidatos/vaga daquele ano.

    Após isso, passei 3 anos por um estágio probatório, para então, definitivamente, me efetivar no cargo. Na minha prova não adiantava eu mentir, nem tentar desqualificar meu concorrente. Tentar iludir o aplicador da prova com promessas de políticas sociais de nada adiantariam. Apontar para o colega do meu lado fazendo prova e alegar que ele mentia nas respostas e que ele iria acabar com o bolsa família, caso fosse aprovado, de nada serviria.

    Não usei verba desviada de nenhuma empresa estatal para financiar a taxa de inscrição do concurso que fiz. O salário que recebo não me permite comprar sítios ou triplex. Não disponho de imunidade parlamentar, não disponho de auxílio moradia, nem paletó. Não sou financiado por empresas privadas e bancos.

    Ser político é muito fácil. Dispensa estudo (vide o senhor). Dispensa atestado de bons antecedentes (vide o senhor). Dispensa conduta ilibada no exercício da função (vide o senhor). Para eleger-se, bastam mentiras bem contadas, projetos que iludam o povo, uma barba bem feita e um marqueteiro de primeira (vide o senhor).

    Acusações, falsas ou não, contra o candidato opositor também são válidas. Aí, de 4 em 4 anos, vai pra rua pedir voto, equipado de obras superfaturadas, desvios de verbas e patrocínio de empresários e banqueiros, que doam dinheiro sem nenhum interesse.

    Pão e circo funcionam desde a Grécia antiga, não é agora que vai falhar!

    E finalizo lançando um desafio para o senhor. Nada complexo, nada difícil, eu consegui, o senhor mesmo julga ser fácil:

    PASSE NUM CONCURSO!” ]

    • Walber, eu, na qualidade de – com muito orgulho – concursado, servidor público há mais de 26 anos, tendo prestado concurso EXTERNO junto com cerca de 25000 candidatos para apenas 94 vagas, num tempo em que ainda existia a absurda disponibilização de metade das vagas (47) para serem preenchidas mediante “concurso interno”, ia escrever umas coisinhas a respeito do que esse ex-presidente, ex-político e sempre vadio, pilantra e analfabeto disse.

      Mas as palavras que você transcreveu, de um colega, autor desconhecido, foram maiores que o meu pensamento. Parabéns a ambos.

  7. Lula, como no tempo do Mensalão, para defender- se, defender o José Dirceu e cia dizia :que não havia provas.
    Hoje vem com a mesma conversa, que não existem provas. Existem fortes evidências, é como um animal que tem boca de sapo, pernas de sapo, olho de sapo, pele de sapo e é do tamanho de um sapo, que animal pode ser? Evidente que é um sapo

  8. Há um novo ‘ complicador ‘ que ninguém está levando em conta. Com a sua saída da presidência do TSE o Lewando foi para a 2.ª turma, a responsável pela Lava Jato ….

  9. É o Brasil, será que nenhum órgão tipo, Coaf, Receita, Banco Central sabiam da existência de um banco clandestino, que inclusive fornecia cartões de crédito de várias bandeiras ?

  10. Sou Servidor Público Federa, com 01 ano de serviço militar, 05 anos na Panair do Brasil (mecânico), e 30 anos no serviço Federal- Min.da Aeronáutica, consciência tranquila, que dei o melhor de mim; desde 82 estou aposentado, e, na compreensão, que meu salário, é pago pelo meu povo, continuo servidor, sem chefe e sem cartão de ponto, participando nas atividades comunitárias, nos Conselhos, em defesa, da moralidade administrativa. Portanto Lula, Traiu, o PT, os trabalhadores, ele deveria se comparar ao Silvério dos Reis, e não blasfemar, ao se comparar a Jesus, o Cristo, que nos doou sua Vida, e seu Evangelho de Amor, como Código da Vida. ao ser assassinado na cruz..
    Uma frase lapidar, que li ou escutei: “O que temos deixaremos, o que somos levaremos”, pensar, refletir, é preciso, para errarmos menos.
    Lula, estou com 87, você com 70, portanto próximos da porta do túmulo, para a devida prestação da consciência!!

  11. A infeliz frase demonstra o desespero de Lula.

    A esse respeito remonto a coluna de hoje, no Estado de São Paulo, do jornalista de política internacional, Gilles Lapouge sobre o Populismo. Gilles declara que ” a essência do populismo está em não conseguirmos defini-lo, devido ao seu dom da ubiquidade e que o populismo ilustra a eterna guerra entre as “elites” e o “povo”.

    Entendo como o renomado correspondente em Paris, do Estadão, que o populismo sobrevêm em determinadas épocas e a atual, que começou em 2008 devasta o mundo de norte a sul produzindo os líderes messiânicos e populistas.

    A vida e a obra do líder metalúrgico foi permeada pelos discursos e as práticas populistas. Atacava as “elites” e afagava o “povo” com promessas de inclusão social. Quando foi alçado ao PODER flertou prazerosamente com as “elites’ nos seus dois mandatos eletivos direcionando migalhas populistas ao povo que o elegeu. Enquanto dava 2 bilhões para o Bolsa Família, o setor produtivo recebia 20 vezes mais. A mesma receita de Vargas, um político populista nato.

    Entretanto, o maior erro de Lula foi na escolha de seu sucessor. Dentre tantas cabeças coroadas do PT, o líder populista escolheu a “burga” como ele gosta de chamar. Por que escolheu Dilma? Porque queria apenas que ela ficasse apenas quatro anos para ele voltar em 2014. Mas, a “burga” gostou do PODER e exigiu o segundo mandato. A presidente afastada tinha mais afinidade com a classe dominante do que o ex-operário. Na comparação com a Revolução Francesa, Dilma era mais Robespierre, enquanto Lula se assemelha ao baixo clero do proletariado.

    Tanto que, os ministros de LULA não fizeram parte do núcleo duro do Planalto no governo Dilma. O PT foi jogado para escanteio, logo perdeu o PODER. O PMDB, o maior Partido da Base Aliada recebeu poucas benesses na estrutura governamental, que foi diluída entre os Partidos da coalisão de apoio ao governo. Quando a presidente afastou o núcleo duro do vice-presidente assinou em branco e preto o impeachment. Logo apareceu o presidente da Câmara para prestar serviços ao seu Partido.

    A dualidade entre populistas e racionais na política é uma realidade. Juscelino era racional, Jânio e Jango eram populistas. Tancredo era racional e José Sarney um renomado populista. Lula um populista na acepção lógica da palavra, em gestos e ações e Dilma governou racionalmente como uma ostra dentro do Planalto, sem nenhuma afetividade e empatia com o eleitorado das ruas.

    A pergunta que não quer calar se dirige a vocês caros comentaristas: O que é melhor para a nação, um líder populista ou um líder racional?

  12. O molusco atirou no que viu e acertou no que não viu. Se eu denunciasse tudo de errado que vejo, talvez estivesse morta. Muitos entram à hora que querem, saem da mesma forma, faltam porque estão “com problemas em casa” (como: a empregada faltou, não há ninguém para ficar com as crianças … e não se trata de mulheres, não), faltam porque precisam faltar. E recebem bonitinho o salário. É furto o dinheiro público ? É ! Mas como eles têm bom relacionamento com seus superiores …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *