Lula ordenou pagamento a uma agência suspeita, diz doleiro

Ricardo Brandt e Fausto Macedo
Estadão

O doleiro Alberto Youssef afirmou nos termos de sua delação premiada que o então presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva teria dado uma ordem em 2010 ao então presidente da Petrobrás, José Sergio Gabrielli, para que ele resolvesse uma pendência com uma agência de publicidade suspeita de integrar o esquema de corrupção na Petrobrás.

“O Lula ligou para o Gabrielli e falou que tinha que resolver essa merda”, revelou o doleiro em um dos seus vários depoimentos que vem prestando à Justiça a fim de tentar reduzir sua pena ao colaborar com as investigações da Operação Lava Jato.

Youssef, que está preso sob acusação de integrar um megaesquema de lavagem de dinheiro que envolvia contratos milionários da Petrobrás, não deu detalhes sobre como ficou sabendo desse suposto telefonema.

No depoimento, Youssef afirmou que, depois da suposta ordem, Gabrielli teria acionado o então diretor de Abastecimento da Petrobrás Paulo Roberto Costa, outro personagem central do caso, e pedido para que ele usasse “o dinheiro das empreiteiras e passasse para a agência”.

AGÊNCIA MURANNO

A agência de publicidade que teria recebido o repasse de empreiteiras, ainda segundo disse Youssef, é a Muranno Marketing/Brasil. Trata-se de uma empresa suspeita de integrar o esquema de propinas.

Segundo o doleiro, a agência tinha valores a receber e, em razão disso, ameaçava tornar pública a corrupção na Petrobrás.

Youssef não cita datas nem como foi feito o pagamento à agência. A Polícia Federal, porém, identificou dois repasses, num total de R$ 1,7 milhão, à agência via MO Consultoria, empresa do doleiro. O repasse é datado de 22 de dezembro de 2010. Houve ainda outros três depósitos à agência, num total de R$ 509 mil, nos dias 12 e 13 de janeiro de 2011, feitos pela empresa Sanko Sider, também investigada pela Lava Jato.

Ouviu dizer.

Além do suposto telefonema entre Lula e Gabrielli, o doleiro fez outras referências a Lula e à suposto conhecimento do Palácio do Planalto em relação ao esquema: “Todas as pessoas com quem eu trabalhava diziam o seguinte: ‘Todo mundo sabia lá em cima, que tinha aval para operar”. Não tinha como operar um tamanho esquema desse se não houvesse o aval do Executivo. Não era possível que funcionasse se alguém de cima não soubesse, as peças não se moviam”.

O doleiro também disse no depoimento da delação: “Era impossível o Lula governar se não tivesse esse esquema. O Lula era refém desse esquema”, afirmou. Como exemplo, citou o episódio da disputa pela Presidência da Câmara dos Deputados em 2005. Na ocasião o PT queria no cargo o então deputado Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP), mas teve que se curvar à exigência de José Janene (PP-PR), que morreu em 2010 e é apontado como a ponte entre o esquema e o Congresso. Na época, Janene teria imposto o nome de Severino Cavalcanti (PP-PE) para o comando da Câmara. Cavalcanti acabou eleito.

Youssef é apontado como sócio de Janene e suposto criador do esquema de propina na Petrobrás comandado pelo PP.  O doleiro, que ainda não teve a delação homologada pela Justiça, diz que ainda apresentará provas sobre suas declarações. O esquema teria atuado entre 2004 e 2012, período em que Costa esteve na diretoria de Abastecimento da Petrobrás.

COM A PALAVRA, A DEFESA

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que “não comenta vazamentos parciais de delação premiada, nem depoimentos aos quais sequer teve acesso”.

O ex-presidente da Petrobrás (2005-2012), hoje secretário de Estado de Planejamento da Bahia, José Sergio Gabrielli, rechaçou com veemência as informações do doleiro Alberto Youssef em sua delação.

Gabrielli esclareceu, ainda, taxativamente, que “não conhece o senhor Alberto Youssef e nunca teve qualquer tipo de contato presencial ou telefônico com ele ou com pessoas ligadas às suas empresas”. Para o ex-presidente da Petrobrás, “as falsas informações atribuídas à delação premiada do doleiro são uma tentativa desesperada de interferir no 2.º turno das eleições”.

A Muranno Marketing foi procurada nos contatos disponíveis e ninguém foi localizado.

28 thoughts on “Lula ordenou pagamento a uma agência suspeita, diz doleiro

      • Mas os italianos vão lembrar do Cesare Battisti, que Lula fez, e conseguiu, que ele ficasse de vez aqui às nossas custas. Italianos vão prendê-lo e mandarão de volta para Papuda. Só lhe resta o aconchego do lar de Fidel.

        • O pior disso tudo é forma desavergonhada com que estão acobertando o Pizzolato. Se ‘esqueceram’ de enviar a documentação solicitada pela justiça italiana, para julgar a sua extradição e não apuraram um só dos novos crimes que ele cometeu em sua fuga, onde até defunto votou! Não sei se tem a ver com a declaração que ele deu: Deixei tudo no Brasil, trouxe apenas um pen drive com a minha história desde 2002….

          • Esperemos o próximo Ministro de Justiça fazer uma devassa e ordenar investigações diversas. Cada centavo roubado deverá retornar, para o nosso bem!

    • Aquelas obras em Cuba podem ter sido uma poupança no departamento MC ( Moedas Conversíveis) que também é chamado ‘carinhosamente’ pela população de Marijuana & Coca. Esse departamento não funciona apenas como um caixa pessoal do ‘comandante’, ele aceita outros sócios.

  1. O sáite “Pátria Latina” que este blog Tribuna já transcreveu algumas matérias, tem interessante artigo sobre um aluno da UnB que entrou no sistema do TRE: “Se a Urna Eletrônica não imprimir… seu voto pode sumir”. Olho vivo pessoal !!!!!!!!!!!!!

    • CUIDADO com a urna eletrônica BRASILEIRA ! ! ! Sem aferição, sem conferência.

      Números aleatórios são apresentados por ‘institutos’ VENAIS para dissimulação do que pode vir.

      Trocar voto nulo, branco e de um determinado número por um outro número NÃO É inexequível.

      CUIDADO com os que dizem: Também Somos Enganadores !!!

  2. A coisa tá preta para o chefão da quadrilha, pois tudo indica que o elemento da delação premiada tem provas do que está afirmando. Caso contrário ele pode tomar uma pena parecida com a de Marcos Valério.

        • Fred: Próximo onde resido, tem uma molecada beneficiários das bolsas que passam o dia sentados na rua, tomando cerveja, de boné, bermudas e tênis de marca, ouvindo um barulho que chamam de música com adesivo vermelho… pedem cigarros e alguns trocados, mas nunca e nenhum deles pediram para trabalhar de verdade.

          • Tive acesso ao recibo 142-628212983-8 da Caixa. ele mostra bem como o PT faz para ‘perpetuar’ o eleitor. O FELIZARDO dono do recibo, teve ‘rendimentos’ equivalentes a um trabalhador com o salário de R$ 3.300,00 sem nada fazer. Como? Vou detalhar o recibo: 1) Cartão Família Carioca = R$ 1.802,00 . 2) Bolsa Família = R$ 660,00 . 3) Bolsa Família/Jovem = R$ 138,00 . Total = R$ 2.600,00.

  3. O desespero dessa turma petista envolvida nos escândalos é sentir que o PT pode perder as eleições e as ações de investigação se aprofundarem ainda mais sem que o Estado e a máquina pública federal estejam, ainda, sob seu domínio.

    Aí ficará impossível usar o aparado estatal para se beneficiarem da impunidade, locupletarem-se.

    É desespero total!

  4. Lula, codinome Barba, anuncia que vai processar a revista VEJA… tal como disse que iria processar o delegado Tuma Junior, o Tuminha, da Polícia Federal, filho do falecido senador Romeu Tuma.
    Até agora ficou só na velha bravataria, os esperneios do Barba…
    Aliás, é de se recomendar muita prudência e muito caldo de galinha ao ex-presidente nessa alardeada intenção de processar a revista. Lexoton também ajuda…
    Poderá ser mais um tremendo tiro no pé. A editora Abril já deve estar montando o troco, pela tentativa de empastelamento que sofreu na noite de sexta-feira. E mais, se têm quem conhece as entranhas do Barba é a VEJA, e o seu jornalismo investigativo.
    Lula, que escapou do impeachment quando presidente, por um triz… sabe que existe um farto dossiê contra os seus malfeitos… e os de Dilma, também.
    Não é milionário por ter ganho na Mega Sena e, muito menos, como herdeiro. Para explicar, só se tivesse feito fortuna no jogo de bicho…

    • Quando será que o BARBA-DELATOR-DEDODURO vai processar o Delegado Tuma Júnior? O Brasil inteiro, ansioso, deseja ver o Júnior (sem delação premiada) nas barras dos tribunais.

      A Rosemary dos vôos ardentes, a Rosemary do bebarrão, apesar de ter sido “processada” várias vezes no aerolula, o avião das cachaçadas, cadê-la?

      Esse PSICOPATA vai processar Paulinho DE LULA, também? E o Beto Rousseff, fica de fora?
      É mesmo um desavergonhado, um impostor.

  5. Ele diz que vai processar a revista pela notícia. Mas só depois de processar o Barbosão por ter inventado toda a história do Mensalão, que como todos sabem, ele provou que não existiu.

  6. Vagabundo ordinário! Sai de um comício em São Gonçalo, município engajado na superação da pobreza extrema do Rio de Janeiro, e faz check-in na suíte presidencial do Copacabana Palace (um quarto de 300 metros quadrados, que custa R$ 7 mil por dia). Safado!

  7. Essa esquerdopatia brasileira é uma piada. Essa gente não tem caráter, decência, respeito, limites. Esses caras são hediondos, não é atoa que suas caras e almas são horrorosas e fedorentas. Vade retro satanás!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *