Lula: pretérito, pretendido, preferido e candidato do PT. A queda nas pesquisas preocupa Dona Dilma, mas não pelos presidenciáveis já lançados. As BTRs de Eduardo Paes matam, estão sempre atrasadas, não transportam como o cidadão-cliente esperava. Na ditadura, os censores não eram violentos e sim vigilantes.

Helio Fernandes

Dizer como alguns comentaristas e ministros ultraligados (Mercadante e Fernando Pimentel), “Dona Dilma não ficou preocupada com a queda nas pesquisas”, é bobagem e tentativa de minimizar os fatos e iludir a opinião pública. Pesquisa para Dona Dilma tem valor público, que não pode ser ignorado.

Tem um significado em comparação com os adversários, ficou com 51 por cento das intenções de voto, isso é quase o segundo turno. E como dizem, “segundo turno é outra eleição”.

LULA É O ELO
ESCONDIDO DA PESQUISA

Se o segundo turno é mesmo outra eleição, para Dona Dilma pode representar nenhuma eleição e o sonho desfeito de reeleição. Se ela tivesse mantido a grande vantagem, não ficasse no limite do tão indesejado segundo turno, poderia esperar com mais paciência.

Como faltam 10 meses para a desincompatibilização (não para ela), muita coisa pode acontecer. Mas é preciso manter a vantagem (ou aumentá-la) que tinha até agora.

Ela pode ser preterida dentro do PT, se ficar evidenciado que haverá segundo turno. Aí, dentro do partido, as quatro palavras que coloquei no título funcionarão inapelavelmente. O PT não quer perder o Poder. E se considerar que Dilma corre o risco de perder, Lula será aclamado. Dona Dilma então poderá escolher o futuro que quiser, aqui ou no exterior. Mas não a reeleição.

Por hoje chega de sucessão. Falta muito, como venho dizendo. Mas nada fugirá desse roteiro que tracei. Collor gostava de repetir, “o tempo é o senhor da razão”. Nunca foi tão verdadeiro quanto nessa assombrada reeleição.

A VERDADE É BELIGERANTE,
MAS PODE NÃO SER VERDADEIRA

Quando magistrados e parlamentares se juntaram para criar quatro novos Tribunais Regionais Federais, Joaquim Barbosa se insurgiu, disse que eram desnecessários. (Um direito dele, de se manifestar). Mas precisava ser civilizado e verdadeiro. A civilidade não pode ser recuperada, mas a verdade tem que estar intocável e intocada.

O presidente do Supremo afirmou: “Esses quatro novos Tribunais irão custar 8 BILHÕES por ano”. Muito, realmente. Agora vem o IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), combate esses Tribunais, mas diz: “Custarão 922 milhões (os quatro) por ano”.

O presidente do Supremo usou números mais de oito vezes aumentados. Precisa vir a público informar: se equivocou ou deformou? No primeiro caso, pode corrigir. No segundo, “contamina” tudo o que disser daqui para a frente.

OUTRO QUE PRECISA SE EXPLICAR
É O PREFEITO PAES, DO RIO

Copiou o sistema de BRT, criado pelo arquiteto-governandor-prefeito Jaime Lerner em Curitiba, há mais de 20 anos. Copiar o que é ótimo, nenhuma censura, só elogios. Essas BRTs, revolução no trânsito. Mas as do Rio funcionam defeituosamente.

Apesar de louvadas e badaladas pelo próprio prefeito e “comunicadores” amigos, quase todo dia morre gente atropelada. As estações são distantes da rua, a sinalização péssima. Foram inauguradas apressadamente por causa da reeleição.

Além das mortes, os ônibus estão sempre fora de hora, superlotados, nenhuma sinalização, e um número enorme de estações que não funcionam, foram “entregues” antes de acabadas. Copiar, vá lá, mas para ajudar e não prejudicar. Assim, Paes não se elege governador em 2018.

JUROS ATÉ O FIM DE 2013

Conforme analisei aqui, 24 horas depois de o Banco Central ter elevado os juros em 0,50%, “todas as consultorias, com sócios que passaram pelo BC, avaliavam a alta em apenas 0,25%”. Mostrei com a repetição do que publicara há 10 dias, fui o único comentarista a garantir que o aumento seria de 0,50%. Ou não haveria aumento.

Agora, os timidíssimos consultores se transformaram em entusiastas de “aumentos-aumentados”. Isso não é redundância e sim a nova vertente da visão de economistas que não são mais técnicos. São adivinhadores, que projetam seus rumores e ruminâncias numa taxa a 9,25% até o fim do ano.

BILIONÁRIOS NAS BANCAS DE JORNAIS

Charles e David Koch são dois empresários que se situam entre os mais ricos do mundo. Atuam nos mais diversos setores, sempre ganhando fortunas e aumentando o patrimônio. Agora, pela primeira vez se interessam por jornais.

Deram entrevista nos EUA e deixaram claro: “Queremos lucros, não temos nem precisamos ter plataforma política ou palanque para defender idéia”. E já fizeram proposta para comprar os tradicionais “Los Angeles Times” e “Chicago Tribune”. Muitos não acreditam. Quando Murdoch disse que ia comprar o “Wall Street Journal”, a descrença foi a mesma. É dele há muito tempo.

###

PS – Betty Faria, ótima atriz, agora com 72 anos, deu excelente entrevista a Monica Bergamo (Folha). Sobre Dona Dilma: “Está muito gorda, precisa emagrecer e contratar um “personal trainer”.

PS2 – Venho falando sobre isso há meses. Cheguei a dizer, “Dona Dilma está condenada a usar aquelas batas horríveis, parece um clone de Angela Merkel”. Menos na parte administrativa ou de gerente.

PS3 – José Guilherme Schossland, obrigado pela tua límpida narrativa e pela lembrança de fatos tão distantes, mas rigorosamente verdadeiros.

PS4 – O que você conta sobre os censores, excelente. Geralmente cumpriam ordens, não eram violentos, mas vigilantes. Que tempos. Gostaria que todos aqui mesmo, contassem histórias como a de José Guilherme, úteis e interessantíssimas.

PS5 – Wilson Batista Júnior, o orçamento IMPOSITIVO seria “a salvação da lavoura”, como se diz nas maiores dificuldades, Tão bom que Afonso Arinos (com quem tive grandes e diárias conversas antes da mudança da capital, ele era um mestre em tudo), gastou quase 40 anos da vida e não conseguiu fazer essa mudança importantíssima. E jamais conseguiremos.

PS6 – Anteontem, Eike Batista, segunda, e ontem, terça-feira. Eike Batista vendeu ações adoidado. Principalmente da OSX, empresa que inicialmente era a mais importante do grupo.

PS7 – Deve estar desesperado e sem dinheiro. Com a Bolsa em queda há muito tempo (nem falo de ontem), devia estar comprando, para fazer “média”. Não demora a Bolsa irá subir.

PS8 – Está imitando os países da UE (União Europeia), que para “emprestar” dinheiro aos que entraram em crise, impunham política “suicida”, chamada de austeridade. Critiquei a UE, Eike Batista  vai pelo mesmo caminho.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

17 thoughts on “Lula: pretérito, pretendido, preferido e candidato do PT. A queda nas pesquisas preocupa Dona Dilma, mas não pelos presidenciáveis já lançados. As BTRs de Eduardo Paes matam, estão sempre atrasadas, não transportam como o cidadão-cliente esperava. Na ditadura, os censores não eram violentos e sim vigilantes.

  1. PENSANDO BEM, o diabo do voto não ia resolver os problemas do Brasil. E o povo
    continua votando e os problemas se agravando. Daqui a 500 anos, se o povo ainda tiver
    votando, os problemas estarão nas nuvens.

    COM TODO RESPEITO, esse Senhor já teve a sua chance. Poderia entrar para a
    estória dos bons, mas não, aliou-se a figuras conhecidas na política desde a Nova Re-
    pública, cresceu os olhos pelo o poder quando devia ter tirado o seu mandado e dado um
    bom exemplo para os outros, indicando o seu sucessor. Por causa do OLHO GRANDE
    abraçou a maldita reeleição que foi a pior desgraça jogada na cara Do eleitor brasileiro. E deu no que deu. Enfim Entrou para a estória daqueles que lá estão desde
    a NOVA REPÚBLICA, quando devia ter entrado para a A VERDADEIRA HISTÓRIA.

  2. Helio Fernandes
    Pesquisando no acervo da Estadão, encontrei uma declaração sua na qual chama os censores de Mobral, não sei se a afirmação é verdadeira só o senhor pode confirmar aqui na Tribuna da Imprensa on line.

  3. Que sorte para nossa Presidenta Dilma que a queda das intenções de Voto nela, está acontecendo um ano e meio antes da eleição Presidencial. Assim, terá tempo para corrigir eventuais erros cometidos. Ela tem o seu estilo, que tem suas vantagens e desvantagens, mas sem dúvida tenta seguir uma linha Nacionalista Desenvolvimentista. Os indicadores Econômicos, principalmente o estratégico Investimento está voltando a crescer bem, e o Desemprego em +- 6% está razoável. Coragem não lhe falta, baixou os Juros até o quase Negativo, reduziu o Custo da Energia Elétrica +- 20% residencial e 32% Industrial, está destrancando os gargalos de Infra-Estrutura (Portos, Aeroportos, Estradas de ferro e rodovias, continuando o PAC, aperfeiçoando o PAC, criando Universidades Federais e Escolas Técnicas, mantendo e aperfeiçoando o excelente Programa “Minha Casa minha Vida” , etc,). Navios construidos no Brasil estão sendo lançados ao mar em quantidade crescente, (que alegria ver esses gigantões levando a Bandeira Brasileira pelos 7 mares), a Petrobras está acelerando a instalação das primeiras das 20 Mega-Plataformas de +- 200.000 barris/dia cada, acertando a construção de novas Refinarias, e logo inaugura a “Abreu e Lima” do Recife, capacidade +- 400.000 barris/dia, etc. Para ficar perfeito deveria ser lançado um Programa de CIEPS (Nutrição-Instrução-Esportes) em 2 turnos, começando pelos Bairros mais Pobres. Prevejo para 2014, um grande aumento no Salário Mínimo e para os Aposentados do INSS de mais de 01 Salário Mínimo. Certamente suas intenções de Voto voltarão a subir, seu Nacionalismo e Desenvolvimentismo estão muito, muito na frente de seus Adversários. O Povo entende isso. O Presidente Lula, realmente seria imbatível, mas ele pode muito bem esperar 2018, que está logo ali. Abrs.

  4. QUE GOVERNANTES FRACOS QUALQUER AMEAÇA DOS PODEROSOS LOGO CEDE,ACHO QUE O MINISTRO DA FAZENDA DEVE CONTINUAR SE OS PODEROSOS ESTÃO PEDINDO SUA SAÍDA NA CERTA ELES NÃO FORAM ATENDIDOS NAS SUAS INVERTIDAS OU INTERESSES CONTRARIADOS,PORTANTO ELE DEVE CONTINUAR.PERGUNTO AOS CRANIOS DO MUNDO SÓ EXISTE ESSA MANEIRA(AUMENTAR JUROS)PARA CONTROLAR A INFLAÇÃO?OU O COPROMETIMENTO COM OS ESPECULADORES NACIONAIS E INTERNACIONAIS FALA MAIS POR SI?

  5. Algum aumento na Selic virá, não a ponto de empurrá-la para dois dígitos, como alguns adivinhos estão dizendo; porque o governo não tirará o pé do acelerador, e continuará com a máquina pública gastando muito. Então tem de frear o consumo da população, e fará isso utilizando-se a taxa básica de juros. Creio que o teto do BC será os 9,75% que poderá ser alcançado em 2014.

    A inflação projetada acumulada está em 7,06% e caindo.

  6. O poder das máfias

    A queda de intenção de votos para Dilma/PT apresentada nessa última pesquisa, parte tem a ver com a inflação e o baixo crescimento econômico, mas também, com a insistência de Dilma/PT em prosseguir com a Comissão da Verdade buscando esclarecer os crimes de torturas, assassinatos, terrorismos e desaparecimentos, cometidos pela ditadura militar. Por conta disso, as máfias saíram em campo em todos os lugares, fazendo a cabeça das lideranças e do povão. Só não percebe quem não quer. São poderosas máfias, originadas dos antigos serviços de informação da ditadura militar, há muito anos incrustadas no Governo, nas empresas públicas, municipais, estatais e privadas.

    Se Dilma/PT não possui forças suficientes para prosseguir nessa rota de investigação, melhor desistir. Deixar essa questão entregue aos cuidados de Deus, senão, a turma FHC/PSDB (com Aécio) poderá retornar, destruindo o que foi conquistado. Sem descartar novas devastadoras privatizações, muito a ver com a natureza dessa turma. Em tempos de continuada grande crise capitalista, desde 2008, fazendo sérios danos nas economias das nações, com milhares de falências e desempregados no primeiro mundo, justo numa hora dessas, caso a maioria dos brasileiros deixem de vestir o macacão Verde Amarelo, por certo que rumaremos para o caos econômico. Sem dúvida alguma. Acorda, Brasil.

  7. Prezado Sr. Deusdedith.
    Mesmo sem ser crânio, procurarei responder a sua pergunta. Para se combater a Inflação (Muito Dinheiro caçando Mercadorias escassas), temos que reduzir o poder de compra da População. Pode-se fazer isso com: Racionamento como em tempos de Guerra. Pode-se Tabelar os Preços. Pode-se reduzir os Salários Públicos, Privados e Aposentadorias. Importar Mercadoria com isenção de Tarifas. Pode-se fazer tudo o que reduza o Poder de Compra da População, mas o melhor remédio de todos já tentados, o que apresenta menor efeitos colaterais, é ENCARECER O CUSTO DO DINHEIRO. Aumentar os Juros e reduzir o Crédito. Assim, com Juros mais altos tendemos a aumentar a Poupança e diminuir o Consumo. Abrs.

  8. Helio, é lógico que todos querem Lula. Ele é o melhor para a midia, empreiteiras, Eike Batista, políticos, etc. Lula de volta é garantia de impunidade, mais mensalões, corrupção e aumento das dívidas interna e externa. Por um Brasil quebrado, VOTE LULA!!!

  9. Argentina e Venezuela ‘queimam’ imagem do Brasil, diz professor

    Para Arturo Porzecanski , da American University, foco do Brasil no Mercosul dificulta desenvolvimento do comércio exterior do país e afasta investidores
    Talita Fernandes (Veja)

    Em tempos de mercados cada vez mais fechados e turbulências econômicas que não cessam, chegou a hora de o Brasil se afastar da Argentina e da Venezuela para evitar mais problemas, diz o economista e professor da American University (Washington, EUA), Arturo Porzecanski. De acordo com o estudioso da economia da América Latina, os dois países não têm os mesmos valores democráticos que o Brasil e a insistência do governo na proximidade com ambos arranha a imagem do país na percepção dos investidores internacionais. Para explicar seu raciocínio, o professor, que é uruguaio, mas radicado nos Estados Unidos, usa o ditado popular “Diga-me com quem andas que direi quem és”.

    Em evento realizado nesta terça-feira em São Paulo, Porzecanski disse que, enquanto o Brasil resiste em participar de alianças de livre comércio, movimento que vem sendo adotado por outros países, e insiste no Mercosul – bloco formado por Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e, mais recentemente, pela Venezuela – ele passa uma imagem aos possíveis investidores de que compartilha do mesmo pensamento econômico desses países.

    Argentina e Venezuela se destacam por políticas econômicas desastrosas. Os dois países têm forte controle cambial e maquiam dados sobre inflação, que atinge patamares muito elevados nos dois casos. Na Argentina, por exemplo, o dado oficial é de inflação na casa dos 10% ao ano, mas cálculos extraoficiais apontam para um patamar inflacionário entre 20% e 30%. Na Venezuela, a inflação ultrapassa a casa dos 20%, segundo dados do Fundo Monetário Internacional (FMI).

  10. Prezado Flávio José Bortolotto

    Seu primeiro comentário acima, condensado, consistente. Muito bom. Quanto ao segundo comentário, me permita acrescentar que diante das incríveis tecnologias da informática e sofisticação da área bancária, o Governo já deveria ter fortes mecanismos de ativação dos meios de produção, ágeis o suficiente para fazer frente às demandas de um povo, carente, precisando comprar de tudo, mas que até recentemente esteve fora do mercado consumidor. Esquecido das elites governantes até início das políticas econômicas dos governos Lula/PT e Dilma/PT.

  11. Prezado Sr. Welinton Naveira e Silva.

    O Governo tem mecanismos de Ativação dos Meios de Produção, realmente a médio e longo prazo a verdadeira solução da Inflação, só que tudo depende dos Empresários, e esses no momento estão medrosos. Muitas notícias ruins do exterior. Mas já está melhorando o Investimento. Por isso que eu digo: nossa Presidenta Dilma deve se reunir mais com os Empresários na FIESP, “tomar umas pingas juntos”, para insuflar-lhes Confiança. Abrs.

  12. Estatizar a Playboy

    A esquerda lantejola está fazendo troça do possível fechamento da Revista Playboy, que é da Editora Abril. Falam numa campanha para estatizar a revista das peladonas. Traria um enfoque mais focado no modelo dos movimetuçoçiaus, com um look mais progressista, dando “espaço” para sandálias de solado de pneu de caminhão, sovacos peludos e botinões modelo chulé, de couro cru camurçado que com o tempo vão ensebando e relevando as marcas dos artelhos. Planejam ter uma Playboy estatal, que dará – finalmente – espaço para as barangas progressistas bolivarianas. Já dizem que o primeiro número da Playboy estatal terá Iriny Lopes, a do Rosário, Marilena Chaui e a Erenice. Na página central, a gloriosa Rose do Lulla, é claro. (com a colaboração do blog Trem Azul)

  13. Caro Flávio Bortolotto

    Tomar uma boa cachaça brasileira servida com um bom papo funciona muito bem. Concordo com você. Além disso, o Governo deveria ter mecanismos de informática, confiáveis e ágeis, objetivando detectar com certa antecedência futuras prováveis carências de mercado, capazes de causar maiores pressões na inflação (demandas aquecidas maiores do que as ofertas do mercado, gerando inflação), visando rápido aumento de produção, evitando a inflação.
    Saudações
    Welinton

  14. Prezado Sr. Darcy.

    Viste bem, que a importação de produtos com isenção/redução de Tarifas, reduz a Inflação, sem reduzir o Poder de Compra da População. Seria a solução ideal. Só que como efeito colateral, gera Desemprego. E o Desemprego é o Índice Econômico mais importante do TODOS. Abrs.

Deixe um comentário para Eliel De Salles Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *