Lupi perde a disputa e Dilma nomeia Brizola Neto para comandar o Ministério do Trabalho.

O ex-ministro Carlos Lupi, que preside o PDT e tinha esperanças de nomear alguém de seu grupo para assumir o Ministério do Trabalho, perdeu a disputa com os dissidentes do partido, e o Planato já anunciou oficialmente o nome do deputado federal Brizola Neto (RJ).

O convite foi feito pessoalmente hoje pela presidente Dilma Rousseff. O deputado e a presidente se reuniram por mais de meia hora.
Brizola Neto foi recebido no Planalto logo após reunião da presidente com o presidente do PDT, Carlos Lupi, ex-integrante da pasta, e o ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência), e vai tomar posse quinta-feira.

Apesar de contar com apoio das centrais sindicais, Brizola Neto ainda enfrenta resistências internas. Questionado sobre a escolha do colega, o líder do PDT na Câmara, Andre Figueiredo (CE), evitou comentar. “É uma escolha pessoal da presidente.”

Além de Brizola Neto, o PDT apresentou os nomes do deputado Vieira da Cunha (PDT-RS) e do secretário-geral do partido, Manoel Dias, o braço-direito de Lupi.

###
NOTA OFICIAL

Em nota, a presidente Dilma Rousseff agradeceu o ministro interino Paulo Roberto dos Santos Pinto, que comandada interinamente o Trabalho desde dezembro, quando Lupi não resistiu às suspeitas de irregularidades em sua gestão. O PDT controlava o ministério desde o governo Luiz Inácio Lula da Silva.

O deputado federal Brizola Neto, de 33 anos, conquistou nos últimos meses o aval de duas centrais Força Sindical e CUT (Central Única dos Trabalhadores).

Brizola Neto assumirá o posto de ministro mais novo da Esplanada. Neto de Leonel Brizola, fundador do PDT e ex-governador do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul, o deputado exerce o segundo mandato.

Chegou a liderar o PDT em 2009 e teve uma atuação sempre fiel ao governo. Em 2011, se licenciou da Câmara para exercer o cargo de secretário de Trabalho e Renda do Rio de Janeiro.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *