Maia nega manobra para ser escolhido em eleição indireta para o governo do Rio em 2021

Para não se desgastar, Maia continua a dizer que não é candidato

Danielle Brant e Isabella Macedo
Folha

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), negou nesta terça-feira, dia  1º, qualquer articulação para que seu nome seja escolhido em eleição indireta para governar o Rio de Janeiro. A hipótese, noticiada na coluna da jornalista Mônica Bergamo, estaria sendo desenhada por apoiadores do deputado e poderia ser adotada no caso de impeachment do governador Wilson Witzel e também do vice, Claudio Castro (que hoje não sofre processo). Castro é investigado pelo Ministério Público e foi alvo de operação de busca e apreensão em sua casa, no Rio, no mesmo dia em que Witzel foi afastado.

Ao final de uma coletiva nesta terça, Maia negou ser candidato a governador do estado. “Alguns dizem que eu sou candidato à reeleição para presidente da Câmara, outros dizem que eu sou candidato a governador”, ironizou. O mandato do deputado como presidente termina no final de janeiro de 2021.

“ISSO NÃO EXISTE” – “Eu não sou [candidato]. Eu acho que as pessoas estão colocando um tema na frente de outro. Estão derrubando o vice governador. Isso não existe. Acho que é ruim para o Rio, não é bom”, disse. Maia desejou sorte para que Castro “possa assumir, coordenar a recuperação do Rio” e, em 2022, ser candidato ou apoiar outro nome ao governo do Rio.

O deputado comentou ainda a reportagem do “RJ2” que denunciou um esquema em funcionários comissionados seriam destacados para fazer plantão na porta de hospitais municipais para atrapalhar a realização de reportagens. O grupo “Guardiões do Crivella”, em referência ao prefeito do Rio, Marcelo Crivella, teria como objetivo impedir o trabalho de jornalistas.

“A liberdade de imprensa é fundamental para que a gente tenha uma democracia forte. Toda vez que a imprensa tem seu trabalho limitado, a sociedade também tem sua informação limitada, e o agente público tem obrigação de garantir transparência para isso”, afirmou.Maia disse ter boa relação com Crivella, mas não quis polemizar. “É claro que qualquer restrição ao trabalho da imprensa é uma violação à democracia, e isso precisa ser combatido”, disse. “E acho que na justiça ele [Crivella] vai acabar tendo que responder por isso.”

PORTARIA – Maia disse estar analisando a portaria do Ministério da Saúde que obriga profissionais de Saúde a avisarem a polícia quando atenderem pacientes que peçam para interromper uma gestação em razão de estupro. “Do meu ponto de vista, ela é completamente ilegal, absurda. Não é o Ministério da Saúde que pode tomar a decisão como tomou, interferência numa lei. Do meu ponto de vista, o melhor caminho é que o governo pudesse recuar nessa decisão”, afirmou.

Se isso não ocorrer, continuou, a intenção é tentar derrubar a portaria ou que algum partido ou a própria Câmara recorra ao STF (Supremo Tribunal Federal) para sustar o decreto, “que é claramente ilegal e inconstitucional.” “A gente não deve criar nenhum tipo de decreto, ou portaria que constranja a decisão da mulher. Uma portaria completamente ilegal, inconstitucional, que não respeita as normas legais do nosso país”, afirmou.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG 
Conforme bem disse o amigo Carlos Newton, Maia segue a estratégia de continuar negando que sonha em continuar presidente da Câmara. Mesmo com impedimento constitucional. Assim, pensa (?) evitar o desgaste e diminuir a pressão das cobranças. Mas é inquestionável que ele pretende se eternizar no cargo. Afinal, o que todos eles querem, é poder ! (Marcelo Copelli)

2 thoughts on “Maia nega manobra para ser escolhido em eleição indireta para o governo do Rio em 2021

  1. Dentro da política do século XXI, não acredito que existam dois exemplares mais representativos da sua falência, do que os dois presidentes atuais do Congresso.

  2. Lembro muito bem e sempre vejo e recomendo – o vídeo que está no yutube do grande Jornalista e Empresário Antônio Lessa -ao assumir como Presidente a OJB em 2015 no Rio, Fez um Otimo discurso sobre democracia, liberdade de imprensa e um Brasil com respeito a todos – vídeo muito atual sempre 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *