Mais erros clamorosos das pesquisas, que a grande imprensa não revela.

Carlos Newton

Já assinalamos aqui no Blog da Tribuna alguns graves erros da pesquisas eleitorais, analisando exclusivamente o Ibope, que é o principal instituto. Seu maior erro, como todos sabem, foi não ter previsto a presença de Gustavo Fruet (PDT) no segundo turno de Curitiba.

Virgilio: “Não acredito no Ibope”

Mas o Ibope errou também ao prever a vitória no primeiro turno de Arthur Virgílio (PSDB) em Manaus, o que não aconteceu. Erraram a votação dele em 20%, apenas… O Ibope também falhou anunciando também vitória de Nelson Pelegrino (PT) no primeiro turno em Salvador, se ele acabou em segundo lugar, atrás de ACM Neto.

Detalhe: o erro em Manaus é grave, porque Arthur Virgilio sempre foi o mais críticos das pesquisas de opinião, tendo feito denúncias pesadas contra o Ibope. Sempre disse que não acredita em pesquisas.  E agora tem ainda mais motivos para descrer.

Os comentaristas do Blog foram muito além e identificaram muito outros erros das pesquisas. Vamos então conferir o que eles estão informando.

###
CURITIBA

Moacir Antônio Bordignon

À revelia das célebres “pesquisas”, sabíamos que Gustavo Fruet tinha grandes chances, não pelo apoio de partidos, mas pelo seu passado limpo, de coerência política, que nossa cidade considera muito. Parabéns, e no segundo turno, provavelmente, vencerá, pois a maior dificuldade ele já a venceu. Abraços fraternos.

###
NITERÓI

Wildner Aguiar

Especialistas em engodo. Em Niterói, a roubalheira, digo, a desinformação foi a maior de todo o país. Deram 7% para o candidato do PSOL, Flávio Serafini, tendo ele obtido o resultado final de 18,5%. Mais de 100% de erro. Nessas horas me pergunto: para que existe TRE?

No Rio de Cabral, o portal ODIA apresentou o cachorrinho de madame (Eduardo Paes) com 70%, na semana da eleição. O resultado final foi 64%. E não aparece ninguém pedindo desculpas por ter ludibriado a opinião pública.

###
FORTALEZA

Walter Jr.

Em Fortaleza foi um verdadeiro roubo… Garfaram o candidato do PDT em 10% em todas as pesquisas… na maioria das pesquisas nunca o deixaram passar dos 11%, sempre em quarto lugar.
Contadas as urnas, estava lá Heitor Férrer com 21%.

Se tivesse saído uma pesquisa com o que foi realmente: Elmano 25%, R. Claúdio 23% e Heitor 21%… dependendo do percentual de erro, é claramente um empate técnico entre os três, seria uma outra eleição.

Ibope e Datafolha roubaram Heitor na cara de pau. São as máquinas da prefeitura e do governo pagando as suas comissões.

Já é hora do TSE olhar com mais cuidados estes institutos … é desleal um roubo desse numa eleição que se diz democrática. Já não basta o uso das máquinas?

###
FLORIANÓPOLIS

Geraldo Jose Hillesheim

Aqui em Florianopolis também erraram. Era dada como certa a ida para segundo turno da candidata Angela Albino (PCdoB) para disputar com o candidato Cesar Souza (PSD), mas não foi isso que aconteceu. Aqui em Floripa, o Cesar Souza vai enfrentar o Gean Loureiro (PMDB), que na pesquisa sempre esteve em terceiro lugar.

###
SÃO PAULO

Armando Martin

As pesquisas erram a partir do primeiro dia que começam a ser feitas. Por isso, aqui em São Paulo, o índice de votos nulos, brancos e abstensões bateu recorde, 31,3%, o maior desde 1996.

Os dois institutos ligados à Máfia Midiática sempre erraram feio e deram mais uma demonstração para que vieram. Os dois institutos chegaram ao cúmulo de colocar os três candidatos empatados na disputa pela Prefeitura de SP. Quer dizer, a “bola” está com vocês.

E o pior, não existe um órgão público neste País para fechar esses dois institutozinhos de araque.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *